› 
Desenvolvimento da criança (12-18 meses)

Desenvolvimento da criança (12-18 meses)

comentarios0 comentarios
comparte
Aprenda sobre as novas coisas que experimenta, sobre o seu crescimento, as suas mudanças, a sua alimentação, a sua saúde; os cuidados e a educação que precisa nesta idade. Cada vez é mais curiosa e tem maior destreza física, já pode subir degraus, dançar, ajudar a vestir-se, correr e pular. Já come praticamente como os adultos e forma frases simples.
Evolução

Nestes meses a criança reduz o seu ritmo de crescimento. Cada criança tem o seu próprio ritmo, mas a média costuma ser de 0,22 kg. por mês e de 6 a 12 cm. Costuma medir de 83 a 87 cm. de altura e pesar de 11 a 12 kg.

Nesta época configura-se a sua estrutura neuronal, o seu desenvolvimento físico, psicomotor, perceptivo e intelectual. Começa a ter mais equilíbrio e melhor percepção visual. É enérgico, activo, curioso e independente. Tem maior destreza física, pode subir degraus com algum apoio, dança quando ouve música, agacha-se; até pode ajudar a despir as peças de roupa simples. Conforme se aproxima dos dois anos vai controlando os esfíncteres. Imita, corre, salta, trepa, pula; cada vez com mais agilidade; aprende novas formas de mover o seu corpo.

Alimentação e Saúde

Nesta idade já come três vezes por dia, como os seus pais; mas a refeição de que mais gosta é do pequeno-almoço. A sua dieta é similar à dos adultos, mas é sempre aconselhável confirmar com o pediatra a introdução de um novo alimento à dieta da criança.

Os novos alimentos devem introduzir-se pouco a pouco e de forma variada, para que a criança não os recuse; os pais devem conseguir que pareça um prato atraente, fazer figuras, alternar as cores da comida… que comer verduras seja algo agradável, não um suplício. Prepare alimentos fáceis de comer para a criança ou corte-lhe a comida em pedaços pequeninos, de certeza que gostará de comer sozinho. Umas vezes levará a comida à boca com as mãos e outras com a colher.

A sua dieta deve basear-se em verduras, legumes, carne (as menos gordas), frango, cereais sem glúten (em papinhas), peixe branco cozido e sem sal e ovo duas vezes por semana. Anime-o a que prove todos os tipos de alimento, evitando assim condutas caprichosas.

Linguagem

A criança está em contínua evolução, conforme passam os meses vai falando mais. No princípio baseia-se em frases curtas de três ou quatro palavras (que se chama normalmente “idioma índio”), mudando a ordem das palavras; pouco a pouco irá formando algumas frases compostas, muito simples e assimilando regras fundamentais da linguagem. Passará todo o dia a fazer perguntas, e é normal que não pronuncie bem, mas não se preocupem. Nestes meses o seu vocabulário vai aumentando; o normal é que utilize umas 100 palavras e, as que mais irão ouvir são “Não quero” e “Porquê?”.

Educação

Por volta desta idade devemos tentar tirar-lhe a chupeta, não só pelas possíveis consequências físicas nos dentes e mandíbula, também pelo factor psicológico de dependência. Não é uma tarefa fácil, alguns pais terão que ter muita paciência para consegui-lo.

Geralmente, durante estes meses começam as birras, pode ser que comece a desafiar a vossa autoridade, por isso o que devem é tentar acalmá-lo sem doces nem açoites. Na hora de mandar no seu filho, proibir ou zangar-se, deve controlar o que diz, tentando que a criança veja a parte positiva da ordem; utilize frases bonitas. Zangar-se mas com acalma, sem gritar. A criança nestes meses já é capaz de entender e assimilar ordens de dois passos como “Vai para o teu quarto e fica aí um momento”. É importante que os pais comecem a marcar os limites e as normas de convivência familiar.


Como interagem com as pessoas que os rodeiam?

Começa a ser consciente do ambiente e das pessoas que o rodeiam; dos seus próprios pensamentos e sentimentos; podemos dizer que começam a ser seres sociais. Assim, tentarão demonstrar a sua independência, ao andar quererão afastar-se dos pais mas rapidamente regressarão para o seu lado.

Cada criança é única e desenvolve uma personalidade diferente. No princípio pode sentar-se ao lado de outras crianças a brincar sem interagir com elas, é normal. Mas rapidamente começará a relacionar-se com as restantes crianças do parque. Mesmo que às vezes se mostre um pouco egoísta com os seus brinquedos e não os queira partilhar; este sentimento de posse também é muito comum, como pais é necessário explicar-lhe de uma forma simples e agradável que se divertirá mais se deixa os seus brinquedos aos outros meninos.

Neste período, mostra o seu carinho dando beijos na bochecha, além de expressar os seus sentimentos de afecto por algo ou por alguém, através, por exemplo de um peluche que leva para todas as partes.

Fomentar a sua aprendizagem

Deve proporcionar-lhe brinquedos que fomentem a sua imaginação como quebra-cabeças simples de seis peças ou bolas de vários tamanhos, e jogos de encher e de esvaziar que também permitem que identifique formas e cores.

Anime-o para que a ajude nas tarefas domésticas, fale com ele usando uma linguagem clara e simples, e sempre com o nome correcto para cada coisa. Leia-lhe um conto todos os dias antes de se deitar e dê-lhe lápis de cores para que possa dar largas à sua imaginação rabiscando folhas e folhas.


Depois de ler este texto, outras pessoas leram:

  • Hablar: Las primeras palabras de tu bebé

    Falar: As primeiras palavras do seu bebê

    Embora até aos 6 meses, os bebês não começam a balbuciar seus primeiros sons, a verdade é que, desde o nascimento eles estão se comunicando com sorrisos, gestos, choro ... Aos poucos, ira desenvolvendo... (estruturar o sono do bebe 12-18 meses)

  • secciones desarrollo bebe El chupete está muy extendido en nuestra cultura. Solo en España, el 75% de los niños menores de un año lo utiliza, y en torno al 20% sigue utilizándolo a los tres años

    É recomendável o uso da chucha?

    O uso da chucha está muito infiltrado na nossa cultura. Não se trata de um artigo totalmente aconselhável ou desaconselhável, já que conta com a mesma proporção... (brinquedos 12-18 meses)

  • Image

    O seu bebé com 18 meses

    Com um ano e meio o seu filho caminha sem cair e começa a repetir todas as palavras que escuta. Gosta que você lhe diga como se chamam os objectos que o rodeiam. Dessa forma, aproveite... (alimentação 12-18 meses)

0 Comentarios

Anônimo
Entrar na sua conta ou registre-se para comentar este artigo.