Warning: mb_strpos(): Offset not contained in string in /var/www/html/todopapas/httpdocs/app/controllers/components/funciones_generales.php on line 583
Desenvolvimento da criança: dos 3 aos 4 anos - TodoPapás
 › 
Desenvolvimento da criança: dos 3 aos 4 anos

Desenvolvimento da criança: dos 3 aos 4 anos

comentarios2 comentarios
comparte

Entramos na etapa pré-escolar, onde as crianças querem fazer tudo sozinhas pois estão ansiosas por aprender. São independentes e querem uma identidade própria, separada da dos seus pais. Surgirá o medo de lugares desconhecidos e de experiências novas. Um período com numerosas alterações onde as poderão colocar à prova uma ou outra vez.

Desenvolvimento físico

Aos 3 anos de idade já podem manejar com uma certa soltura um triciclo e podem subir para uma bola. Começam a colocar-se de pé, a caminhar em pontas dos pés e a construírem torres com os brinquedos. Também descobrirá que podem pintar e desenhar formas circulares e horizontais. Podem mesmo utilizar tesouras especiais para crianças.

Aos 4 anos têm mais controlo sobre os pequenos músculos. São muito activos, pelo que passam o dia de um lado para o outro sem pararem de brincar. As suas brincadeiras podem-se tornar um pouco agressivas.

Gostam de atar os sapatos e de apertar e desapertar botões. Já podem representar símbolos, pessoas, figuras … realizar desenhos e letras básicas.

Desenvolvimento social e emocional

As suas emoções serão, geralmente, mais profundas que nas etapas anteriores. As crianças necessitam que puxem por elas para expressarem os seus sentimentos com palavras; desfrutarão dramatizando com outras crianças. É frequente que durante estes anos as crianças tenham amigos imaginários, já que têm uma imaginação muito activa e não sabem distinguir entre realidade e fantasia. Não tem porque se preocupar, ao serem tão inquietas as crianças precisam de alguém com quem falar e brincar. Para além disso, querem sentir-se importantes e querida.

Por vezes as crianças podem tornar-se um pouco agressivas entre elas, já que nesta idade as crianças primam um pouco pelo egocentrismo. Adoram fingir que são pessoas importantes como a mãe, o pai, o polícia, etc. Lembre-se que precisam de sentir-se librés e independentes, sempre conhecendo onde estão os limites e a partir de que momento é que se quebra as regras.

Nesta idade as crianças aprendem melhor com uma variedade de actividades e brincadeiras. Por exemplo, respeitar os horários, compartilhar e cumprir as regras de um jogo. Necessitam de um espaço, tanto dentro como fora de casa, e um equilíbrio entre jogos mais activos e mais calmos, para fomentar o seu desenvolvimento intelectual.

Nesta etapa começam a fazer muitas perguntas, a expressar as suas necessidades e as suas ideias. Falam muito e a sua linguagem inclui palavras sem sentido. No entanto, nesta idade devem perceber conceitos básicos como números, tamanho, peso, cor, distância, tempo e posição. A sua habilidade para classificar e a capacidade de raciocinar estão a desenvolver-se.

Uso da linguagem

Torna-se mais complexo. São capazes de coordenar frases através de conjunções. Utilizam uma gramática mais complexa com plurais e tempos passados. Percebem histórias que narram experiências passadas. Usam pronomes pessoais, preposições e advérbios. Percebem comparações de tamanhos e seguem uma série de duas ou quatro instruções relacionadas. Gostam de cantar canções de todo o tipo, infantis e as que ouvem os outros cantar. Falam com todas as pessoas sem parar e esforçam-se para que sejam entendidas, apesar de cometerem certos erros. Podem prestar mais atenção ao significado das formas das emissões orais.

Saúde dental e hábitos de vida diária

Desde muito cedo que a criança necessita de atenção dental, de forma regular. Para além de ir ao dentista, requer um bom cuidado diário em casa. Conforme lhe vão saindo os dentes devem começar a limpá-los suavemente com uma escovinha macia e com pouca pasta dentífrica. Deve ter por hábito lavar os dentes depois de cada refeição e antes de ir dormir.

Nesta idade a criança já avisa quando tem vontade de fazer chichi e começam a largar as fraldas. O seu filho faz quase tudo sozinho: vestem-se, lavam as mãos antes de comer e quando estão sujas, bebem água directamente de um copo sem ajuda e arrumam os brinquedos. Muito importante, devem ter uma hora estabelecida para irem dormir.

Fomentar a actividade física

Os bons hábitos de actividades físicas que se aprendem na infância servem para que sejam adultos activos e saudáveis. O seu filho deve fazer regularmente algum exercício, algum tipo de desporto como o qual aprenda e se divirta: como o ténis, a natação, o ballet, o futebol, etc. Limite as suas horas de televisão para menos de duas diárias, leve-o ao parque todas as tardes para que respire ar fresco e que brinque com outras crianças. Para além disso, nestas idades as crianças ganham uma certa soltura, espontaneidade e harmonia nos seus movimentos.

A criatividade e as brincadeiras nas crianças pré-escolares

O ser criativos ajuda a consolidar a saúde emocional dos seus filhos, visto que a criatividade é a forma mais livre de expressão. As crianças precisam comprometer-se com essa liberdade. Dessa forma, esforçam-se e convertem a actividade, na qual estão a trabalhar, em algo próprio.

As actividades criativas ajudam as crianças a expressarem e enfrentarem os seus sentimentos. Para satisfazer essa necessidade, assegure-se que proporciona aos seus filhos diversas experiências. Quantas mais experiências variáveis tenham, mais ampla será a sua expressão criativa. O contacto com outras pessoas e situações fora do seu ambiente proporcionará matéria para incorporar as crianças em brincadeiras.  

Uma maneira de fomentar o desenvolvimento são os jogos criativos; são aqueles onde as crianças utilizam materiais que já conheciam, novas formas, pouco usuais. Tem de dar tempo ao seu filho para que desfrute dos jogos, tempo suficiente para que inventem os seus próprios jogos e que dêem asas à sua imaginação. Evite dominar os jogos e não lhe imponha que brinque com um jogo que apenas estimule a sua aprendizagem mental. Não se esqueça que a criatividade ajuda o seu filho a expressar-se.

Primeiros dias de aulas

Apesar das birras, do choro e dos gritos está na hora de levar o seu filho à escola. Entre os 2 e os 4 anos é a etapa mais suave de adaptação num encontro educativo adequado.

Quando os mais pequenos se incorporam nas aulas, significa a entrada das crianças num mundo completamente novo. Depois desses terríveis dias de desconcerto, o seu filho irá encontrar o gosto por esse novo espaço de aprendizagem. No entanto, existem crianças que levam mais tempo a adaptar-se, mas com o tempo tudo passa é preciso ter calma.

Alguns conselhos

- Atitude segura, tranquila, compreensiva e próxima dos pais. Explique-lhe muito bem como é e o que vai fazer nesse lugar.

- O choro é contagioso, dessa forma é melhor que se despeça com um sorriso e o mais rápido possível.

- Interesse-se pelo que as crianças fazem nas aulas, ouça-as e fale-lhes sobre os seus trabalhos.

Depois de ler este texto, outras pessoas leram:

  • ¡Mi hijo no crece!

    Meu filho não cresce!

    Uma das principais preocupações dos pais é garantir o bom crescimento e desenvolvimento do seu filho. A altura final de uma pessoa depende, principalmente, da sua herança genética, mas alguns problemas... (desenvolvimento infantil 3 anos)

  • ¿Cuánto debe medir un niño?

    Quanto deve medir uma criança?

    O aumento de tamanho é o fenómeno mais característico da infância e a expressão mais evidente do crescimento do organismo. Mas também é motivo de preocupação e dúvida entre os pais, especialmente quando... (desenvolvimento infantil 3 a 4 anos)

  • ¿Tu niño está preparado para ir de campamento?

    Fique a saber quando é que o seu filho está preparado para ir para uma Colónia de Férias!

    Chega a época de férias das crianças e com ela o mesmo problema de todos os verões: O que é que os nossos filhos vão fazer enquanto trabalhamos? Tinha pensado... (atividades para crianças de 3 a 4 anos)

2 Comentarios

Anônimo
Entrar na sua conta ou registre-se para comentar este artigo.

Discusión

Anônimo
Enviado por: o dia 18-08-2013
ótima materia
Anônimo
Enviado por: o dia 09-09-2012
CRESCEM OS FILHOS E OS PAIS CRESCEM COM ELES