› 
A minha mulher está grávida ... o que é que eu faço?

A minha mulher está grávida ... o que é que eu faço?

A minha mulher está grávida ... o que é que eu faço?
comentarios1 comentarios
comparte

Quando a sua mulher lhe disse: “Querido, vamos ter um filho”, foram muitas as perguntas e sentimentos que se cruzaram, em segundos, na sua cabeça. Uma das perguntas mais cruciais é: E qual é o meu papel durante estes nove meses? Os homens não têm muito claro naquilo em que devem ajudar, nem o que devem fazer ou dizer, mas a sua presença ao lado da mulher é muito importante, e saber como actuar é ainda mais importante.

Se acaba de saber que vai ser pai, sensações como alegria, medo, inquietude e preocupação cruzam a sua mente. Mas, acima de tudo, surge uma dúvida terrível: O que é que posso fazer para ajudar a minha mulher durante a gravidez? A primeira coisa que deve saber é que estes sentimentos são normais e que existem muitas coisas que pode fazer para tornar mais fáceis estes nove meses, já que as alterações que se produzem na sua mulher, físicas e psicológicas, afectam ambos.

Os homens e as mulheres reagem de maneira diferente perante as novidades de uma gravidez. Para o homem, nos primeiros meses, a gravidez pode não parecer real, já que a mãe mantém o mesmo aspecto. Para a mulher é uma experiência interna e para si é externa. No entanto, com as alterações do corpo da sua mulher e depois de sentir os movimentos do bebé vai perceber que tudo é real.

É nesse preciso momento que começam a surgir as preocupações e os medos. Ter um filho supõe uma carga económica e pode preocupar-lhe o facto de não ter dinheiro suficiente para assumir os gastos. Apesar disso, tente não tomar decisões drásticas e lembre-se que como pai tem muito mais para dar ao seu filho do que as suas posses económicas.

Como enfrentar as alterações físicas

As alterações físicas da gravidez podem afectar os sentimentos da mãe. Se estiver preparado para isso, vai ser uma grande ajuda para os momentos mais baixos que a sua mulher irá ter:

  • O cansaço é habitual ao princípio da gravidez, provocado pela alteração das hormonas. Anime e tranquilize a sua mulher. Diga-lhe ainda que no segundo trimestre da gravidez irá sentir-se mais desperta e com mais energia.
  • As hormonas farão com que a sua mulher fique mais sensível. Desta forma, tenha paciência e seja amável.
  • Se vir que a sua mulher está preocupada com o facto de engordar, procure ser positivo e gabe a sua forma física.
  • A sua mulher pode ficar farta pelo facto de todas as pessoas que estão ao seu redor lhe dizerem o que tem de fazer, não seja uma dessas pessoas. A sua mulher é quem melhor conhece o próprio corpo.

 

Síndrome de Couvade

Embora seja importante que se implique no processo da gravidez, não faz falta que chegue ao extremo e que padece você mesmo dos sintomas de uma gravidez, como acontece com os homens (entre 10% a 65% dos futuros pais) que sofrem do Síndrome de Couvade: uma manifestação nos homens dos sintomas próprios de uma gravidez nas mulheres (alterações de humor, náuseas, vómitos, aumento de peso, cansaço, cãibras nas pernas, dores abdominais similares às contracções uterinas, etc.). Tudo tal e qual como se fossem os homens que estivessem à espera de bebé.

Os especialistas não têm muito claro porque é que se produz este síndrome. Existem teorias distintas:

  • De acordo com alguns estudos, as hormonas da mulher influenciam quem está ao seu redor, neste caso, o marido. Isto gera no homem uma atitude protectora em relação à mulher, o que provoca estes sintomas.
  • Outras teorias afirmam que se trata de um episódio psicossomático similar ao que sofrem as mulheres quando têm uma gravidez psicológica.
  • Outras dizem que o homem acaba por se identificar com a mulher. É desta forma que surgem sentimentos de ciúmes, de medo perante a chegada de um filho, de stress pela responsabilidade de ter de conviver com uma mulher que apresenta alterações de carácter e, inclusive, aversão às relações sexuais durante a gravidez.

Como ajudar durante a gravidez

Os homens podem e devem ajudar durante todo o processo da gravidez, realizando diversas actividades, estando presentes, acompanhando as mulheres a todas as consultas, etc.

Fale com a sua mulher: A melhor maneira de perceber o que a sua mulher sente a cada momento da gravidez é falando com ela. Pergunte-lhe o que sente quando o bebé se movimenta, planifiquem o parto juntos, pergunte-lhe que desconforto sente, etc.

Um tema importante do qual devem falar aberta e sinceramente é sobre sexo, para que não se converta num problema. Se o médico não disse nada em contrário, o sexo é permitido durante toda a gravidez. Outra coisa é que a mulher tenha menos desejo sexual devido às alterações físicas e hormonais. Também pode acontecer que você tenha medo de magoar a sua mulher e o bebé durante as relações sexuais. Muitas pessoas dizem que o sexo é diferente durante a gravidez. Experimente diferentes posições à medida que a barriga vai crescendo.

Assista a aulas de preparação pós-parto: Se assistir a estas aulas, poderá aprender o que lhe espera o parto e resolver algumas das suas dúvidas.

Também é importante que ajude a sua mulher a planificar todos os detalhes do parto e do nascimento: o hospital, as coisas para o bebé, o quarto da criança, etc. Será necessário que você conheça todos os detalhes para que possa ser o porta-voz da mãe quando ela estiver ocupada a dar à luz.

Fale com outros pais: Descobrirá que todos os pais sentem algo parecido ao que você está a sentir. Desta forma, pergunte como foram as experiências e peça conselhos.

Leia sobre a gravidez e a paternidade: Não pense que os livros sobre a gravidez são exclusivos das mulheres. Quanto mais perceber sobre o que vai acontecer, mais familiar lhe será a situação. Qualquer artigo, vídeos e documentos podem ajudá-lo a preparar-se para o grande momento.

Faça perguntas: Vá a todas as consultas com a sua mulher. Conheça os médicos e não deixe de perguntar tudo aquilo que não percebe. Isto para que os próprios médicos o impliquem no processo.

Ajude a sua mulher a controlar a alimentação e o peso: Participe nas compras e na preparação das comidas. A dieta é muito importante e deve ser a adequada. Hidratos de carbono para dar energia, peixe, frango, leite, cereais para obter proteínas, gorduras com moderação, muitas frutas e verduras. Eliminem totalmente o álcool e o tabaco das vossas vidas.

Realize actividades físicas com a sua mulher: É uma óptima fase para realizarem alguma actividade física juntos. Saídas para caminhar por espaços abertos são propícias para falarem sobre o futuro do bebé ao mesmo tempo que realizam uma actividade física benéfica para a gravidez.

Ajude a sua mulher a descansar e a controlar o stress: Deixe a sua mulher descansar quando precisa, isso é bom para ela e para o bebé. Pode ajudar fazendo a limpeza, as compras e preparando a comida. Levante todos os pesos e não deixe que ela o faça. Leve o pequeno-almoço à sua mulher quando esta estiver deitada. Não convide pessoas para ir lá a casa nas horas em que a sua mulher está a descansar. Pode colocar uma televisão no quarto para que ela veja televisão deitada.

Aprenda a fazer massagens para quando a sua mulher precisar: Uma massagem nos ombros, nas costas, nos pés ou nas mãos será muito gratificante e, para além disso, será um excelente momento para falarem e demonstrarem carinho.

 

 

Depois de ler este texto, outras pessoas leram:

  • El embarazo

    Grávida? Procure a ajuda de uma doula

    Antes de os bebés nascerem em hospitais e dos ginecologistas controlarem todo o processo de uma gravidez era a rede de mulheres que rodeavam a grávida (mães, amigas, vizinhas, etc.)... (minha mulher esta gravida)

  • A síndroma de Couvade

    Se começa a ter os mesmos sintomas que a sua mulher durante a gravidez, não se assuste. Mesmo sem teorias científicas em relação a este tema, muitos estudos demonstram que alguns... (minha esposa está gravida)

  • Vou ser pai ... e agora?

    Vou ser pai ... e agora?

    Vai ser papá e invadem-lhe todo o tipo de sentimentos estranhos e contraditórios, dúvidas e até medos. Não se preocupe, não é o único. Estes são os medos mais frequentes dos futuros papás. (minha mulher ta gravida)

1 Comentarios

Anônimo
Entrar na sua conta ou registre-se para comentar este artigo.

Discusión

Anônimo
Enviado por: o dia 08-08-2012
eu quero saber quantos mes eu estou