• Buscar
Publicidad

Aleitamento com biberão

Aleitamento com biberão

Há alturas em que, por diferentes razões, a mãe não pode ou não quer amamentar o seu bebé. Isto não significa que o bebé será desnutrido, pois há fórmulas adaptadas que imitam o leite materno, adicionando todas as proteínas e minerais necessários para o bebé. Além disso, os biberões têm uma série de vantagens tanto para a mãe como para a criança, permitindo, por exemplo, que o pai também possa alimentar a criança.

Publicidade

Índice

 

A decisão de dar biberão ao bebé

Se vai dar o biberão ao seu filho, deve aprender a prepará-lo e lavá-lo, porque uma higiene adequada é essencial para uma boa nutrição e saúde

Não amamentar o bebé pode ser uma escolha livre ou forçada. Por vezes as mães preferem, por razões de conforto e liberdade, alimentar os seus filhos a biberão desde o nascimento. Esta decisão permite-lhes alimentar o bebé em qualquer lugar, além de que qualquer pessoa pode alimentar a criança, voltar à sua dieta e hábitos habituais, utilizar todos os tipos de contracepção e tomar qualquer medicamento. Também permite ao pai estar mais envolvido na educação da criança e reforçar o vínculo pai-filho.

No entanto, outras vezes é uma decisão que tem de ser tomada. Este é o caso de algumas doenças que obrigam as mães a darem mamadeiras aos seus filhos. A causa também pode estar nos bebés, se estes tiverem por exemplo um lábio leporino, uma deformação no lábio, a amamentação torna-se impossível.

 

Leite em pó para bebés

A leite em pó não é pior para o bebé, nem significa que o bebé crescerá mais lentamente ou que será mal alimentado. As fórmulas infantis são preparadas tentando imitar o leite materno. São diferentes do leite de vaca normal, pois as proteínas são parcialmente desnaturadas para o tornar mais digerível; tem níveis de cálcio, fósforo, e outros minerais mais adequados às necessidades e capacidades fisiológicas da criança; é livre de colesterol, etc. Contudo, não tem as propriedades imunitárias do leite materno.

Existem dois tipos de fórmula:

  • Fórmulas iniciais: procuram cobrir as necessidades nutricionais dos bebés durante os primeiros 4-5 meses. Há também fórmulas para recém-nascidos pré-termo ou aqueles com peso inferior a 2.500 gramas.
  • Fórmulas de transição: destinam-se a alimentar bebés de 5-6 meses. Não há necessidade de alterar a relação leite-albumina/caseína, uma vez que as enzimas envolvidas no metabolismo dos aminoácidos estão totalmente desenvolvidas. A partir desta idade, são introduzidos alimentos sólidos, tornando a alimentação mais completa para as necessidades do bebé.

 

Como se prepara a mamadeira?

Para uma boa preparação da mamadeira deve ter:

- Unidade de esterilização a vapor ou química

- Água fervida

- Leite em pó com a medida no interior

- A mamadeira que vais ser utilizada, previamente limpa

- Tetina e coberturas

Quando o material estiver pronto, tem de preparar para cada 30 ml de água quente (previamente fervida para esterilização), uma medida de leite em pó. Nunca adicionar mais leite do que o necessário, pois pode ser perigoso para o bebé. A água da mamadeira também não deve ser fervida durante muito tempo, porque os sais minerais podem ser concentrados e isto não é adequado para o recém-nascido. Misturar ou agitar o biberão várias vezes e cobri-la com a tetina.

É importante escolher os biberões e tetinas que melhor se adaptam à criança. Actualmente existe também água no mercado que é tratada e pronta a ser utilizada directamente com o leite em pó. É também uma boa ideia ferver as tetinas várias vezes antes de as utilizar pela primeira vez e verificar os buracos nelas antes de dar a leite.

Uma dica: Se não tiver tempo de preparar a garrafa imediatamente antes de dar a leite, prepare algumas e coloque-as no frigorífico depois de arrefecerem. Depois retirá-las quando necessário e aquecê-las. Nunca armazenar a mistura por mais de 24 horas.

Pode aquecer a garrafa de várias maneiras: em banho-maria, com aquecedores eléctricos de biberões especialmente concebidos para isto, ou no microondas. Siga cuidadosamente as instruções para cada caso.

 

Higiene adequada para dar o biberão

A higiene é essencial ao preparar e dar uma mamadeira à criança. O leite é um bom local de reprodução para bactérias que podem causar doenças, pelo que todo o material relacionado com o bebé deve ser esterilizado pelo menos até aos 4 meses. Depois deste mês, já não faz sentido, pois o bebé começa a pôr coisas na boca que por vezes estiveram em contacto com o chão. Em qualquer caso, recentemente foi demonstrado que uma boa limpeza e enxaguamento com água corrente é suficiente para preparar a garrafa para ser utilizada. Uma vez que o bebé tenha um ano de idade, pode lavar tudo na máquina de lavar louça.

A primeira coisa é lavar bem as mãos, tanto ao manusear o biberão do bebé como ao alimentá-lo.

A garrafa e a tetina são esterilizadas da seguinte forma:

1. Ferver em água durante cerca de 10-15 minutos. Coloque um pote com água e deixá-lo ferver.

2. Utilizando o método Milton: este método é geralmente vendido em farmácias e consiste num balde, cuja capacidade é de cinco litros de água, onde se fica uma tampa e metade da garrafa de líquido que entra na caixa, ou, na mesma quantidade de água, se coloca uma das pílulas. A solução preparada dura apenas 24 horas. Esta água é onde as garrafas são colocadas para limpar-se.

3. Esterilizadores eléctricos: a mamadeira é introduzida com água e aquecida. Normalmente são utilizados para mais do que um de cada vez.

Siga sempre as instruções do fabricante ao esterilizar os biberões. Devem ser totalmente imersos no líquido durante pelo menos duas horas, ou de acordo com as instruções do fabricante.

A mamadeira e a tetina também devem ser cuidadosamente limpos após a sua utilização. Esfregá-los bem com uma escova de garrafa e água com sabão quente para remover todos os vestígios de leite, depois enxaguá-los bem com água fria. Lavar bem a tetina, prestando especial atenção à borda interior, e certificando-se de que os buracos estão limpos. Em seguida, enxaguar com água fria.

 

Como deve ser dada a mamadeira?

Quando a mamadeira estiver pronta, tudo o que resta é dá-la ao bebé. Antes de começar, verificar se o leite não sai da tetina demasiado depressa ou demasiado lentamente, incliná-lo um pouco para garantir que sai a uma taxa de várias gotas por segundo. Nunca dê a garrafa com leite a ferver, verifique primeiro deitando algumas gotas no seu pulso.

A posição ideal é que a mãe ou a pessoa que lho dá esteja sentada, a criança semi-sentada, segurando o pescoço e a cabeça com uma mão e a mamadeira inclinada com a outra, para que a tetina esteja sempre cheia e assim evitar engolir ar e produzir o que se chama “aerofagia”. Segurem-no de modo a que a sua cara fique a cerca de 20-25 cm da vossa, e de modo a que ele possa fazer contacto visual convosco. Se possível, abra a sua camisa e segure o seu bebé em contacto com a sua pele, simulando a proximidade e a fricção da amamentação. Balançá-lo e falar com ele enquanto come. Se necessário, coloque uma almofada no colo para a tornar mais alta. Em breve associará o prazer da comida com a visão do seu rosto.

A meio da alimentação, o seu bebé pode ficar de pé para arrotar, mas se não, não precisa de o forçar a esfregar as suas costas, já que se ele ainda tiver fome, isso irá perturbá-lo. Se parecer confortável, deixe-o continuar a comer sem interromper até não querer mais.

A mamadeira deve ser dada a cada 3,5 ou 4 horas, uma vez que a fórmula demora mais tempo a digerir do que o leite materno. A quantidade de alimentação por biberão é variável e deixará a criança satisfeita e pronta para ganhar peso correctamente.

 

Algumas dicas para alimentar com biberão

- Compre com antecedência tudo o que precisa para limpar e esterilizar os seus biberões.

- Durante as primeiras semanas, e com 6-7 alimentações de 24 em 24 horas, deve mudar o líquido esterilizante duas vezes por dia. Mais tarde, deve reduzir a frequência.

- Nunca adicione mais açúcar à fórmula.

- Quando terminar uma mamadeira, limpe qualquer resto de leite. Nunca dê ao seu bebé restos de leite de uma mamada anterior, porque pode estar contaminado. Utilize sempre um biberão recém-preparado e mantenha sempre à mão alguns pacotes de leite de fórmula instantânea em caso de emergência.


Glosario

Lábio leporino

Definição:

Fissura ou separação no lábio e/ou no paladar.

Sintomas:

Nenhum

Tratamento:

Intervenção cirúrgica.

Ajram, Dr. Jamil, Tarés, Dra. Rosa María (2005), El primer año de tu hijo, Barcelona, Ed. Planeta.

Stoppard, Dra. Miriam (2006), Padres primerizos, Barcelona, Pearson.

Dicas Períodos; Dodot

Fecha de actualización: 04-12-2020

Redacción: Irene García

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×