• Buscar
Publicidad

Alcunhas carinhosas para o bebé

Alcunhas carinhosas para o bebé

É muito comum procurar alcunhas carinhosas, e por vezes um bocado fofinhas, para os bebés. Muitos destes nomes fazem referência a alguma característica do pequeno, embora muitos outros sejam simplesmente uma ocorrência ou nome habitual. Qual é o seu para o seu pequeno?

Publicidade

Cerejinha, moranguinho

É um dos mais comuns durante as primeiras semanas do feto, desde o momento em que se descobre que se está grávida até já se saber se é menino ou menina, é fácil imaginar o nosso pequeno bebé do tamanho de uma cereja que está a crescer na barriga.

 

Gatinho, gatinha

Tal como os gatos, quando pequenos, são animais muito adoráveis que nos fazem querer abraçá-los.

 

Príncipe ou princesa

Para qualquer pai, o seu filho é o príncipe ou princesa da sua vida. Também é lindo chamá-los rainha ou reizinho.

 

Docinho, bolinho, pão de mel

Os nomes de sobremesas e doces são comuns, porque o que poderia ser mais doce do que um recém-nascido?

 

Borboleta

Embora os bichos não sejam normalmente muito simpáticos, usar a alcunha borboleta é muito engraçado e comum, pois as borboletas são um animal muito lindo.

 

Tesouro, vidinha, vida da mamãe

Muito populares pelo seu significado tão lindo. Também é comum chamar aos bebés amorinho ou amorinha, anjo ou bezinho.

 

Outras alcunhas

Pequenucho, gordinho, fofinho, boneca, amoreco, pacotinho… tudo o lindo que possa imaginar é um nome ótimo.

Geralmente, estes nomes desaparecem quando o bebé cresce, embora alguns deles permaneçam para toda a vida.

Então, como é que chama você ao seu bebé?


Fecha de actualización: 16-02-2021

Redacción: Irene García

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×