Gravidez: saiba preparar a casa para a chegada do bebé!

Gravidez: saiba preparar a casa para a chegada do bebé!
Partillhar

São muitas as coisas que tem de ter em conta quando estiver a pensar engravidar: a sua situação económica, laboral e, naturalmente, o espaço que tem em casa para a chegada de um novo membro. Não faz só falta um quarto para a criança, também faz falta espaço para arrumar os inúmeros objectos pessoais: o carrinho, a cadeirinha, a roupa, os brinquedos, etc.

Onde é que o bebé vai dormir?

A primeira coisa que deve fazer é decidir onde é que o seu filho vai dormir. O normal é que nos primeiros meses coloque o berço do bebé no vosso quarto para facilitar dar de mamar durante a noite. Contudo, à medida que o seu filho cresce, e ainda mais quando mudar para uma cama, vai precisar do seu próprio espaço.

Na maioria das situações os casais apenas têm dois quartos, logo não há muito em que pensar.

No entanto, se tiver três ou mais quartos deve escolher aquele que for melhor para a criança. Para isso, tem de ter em conta várias coisas:

- O espaço. Todas as crianças precisam de muito espaço para brincar e guardar as suas coisas. Se o quarto do seu filho for grande, ele poderá passar muito tempo brincar, a fazer os trabalhos, etc. Para além disso, tem de pensar na possibilidade de ter mais filhos. Quer que compartilhe o quarto com o futuro irmão ou prefere que cada um tenha o seu quarto?

No te puedes perder ...

A 23ª semana de gravidez

A 23ª semana de gravidez

Os sistemas digestivo, circulatório e respiratório do bebé estão a amadurecer e a preparar-se para a vida fora do útero. Esta semana é muito frequente que se sinta mais inchada devido à retenção de líquidos e ao aumento do volume de sangue. Se o inchaço é severo vá ao médico, pois pode um sintoma de pré-eclâmpsia.

- A situação. Enquanto a criança for pequena, até mais ou menos aos seis anos, é aconselhável que o quarto seja próximo do dos pais para que possam ouvi-la se chorar ou se estiver doente. Também é importante que não seja um quarto muito ruidoso.

- A luz. É fundamental que o quarto do seu filho seja o mais luminoso possível. Para além disso, quanta mais luz solar apanhar mais quente será no Inverno.

 

Quando é que o quarto está pronto?

    Uma vez escolhido o quarto, terá agora que preparar a chegada da criança. O quarto de um bebé deve ser confortável e acolhedor.

    É muito importante que comprove que o quarto é suficientemente quente no Inverno mas que não o seja no Verão. Para isso, as janelas devem ter vidros duplos para que o calor não escape por elas. E no Verão pode ser necessário colocar um toldo na janela para que o sol não bata directamente nos vidros.

    Se o chão do quarto for tijoleira coloque uns tapetes para torná-lo mais quente e para evitar que a criança ponha os pés descalços directamente no chão. Lembre-se que é muito importante que limpe os tapetes regularmente, pois estes acumulam muitos ácaros que provocam alergias.

    É também essencial que o quarto do bebé tenha um armário grande para guardar todas as suas coisas. Uma cómoda ou várias caixas podem ajudar para arrumar os brinquedos e outros objectos do seu filho.

    Para um recém-nascido não precisa de comprar mesas nem cadeiras, pois só precisará delas mais tarde. No entanto, para a primeira etapa do bebé, mesmo que durma no berço, o que vai precisar no quarto é espaço para arrumar o trocador, o carrinho, o berço, o parque, etc. Ou seja, esqueça, para já, a compra de uma cama valiosa, um jogo com uma mesa, etc. Guarde isso para mais tarde e, por agora, deixe o quarto do seu filho o mais livre e espaçoso possível.

    Será que a casa é segura?

    Todos os móveis, esquinas ou jarros vão parecer um perigo quando a criança começar a correr pela casa. Quando trouxer o seu filho pela primeira vez para casa vai achar que tem muitas coisas a mudar, isto para que ele possa começar a andar sem correr perigo. No entanto, vai estar imersa num processo de mudar fraldas e dar biberão que não vai ter tempo para nada. Por isso, quanto mais cedo preparar a casa para receber o seu filho melhor.

    Deve prestar especial atenção a tudo o que está pendurado nas paredes ao alcance do seu filho: um aplique, um quadro, um prato ou um espelho podem aleijar a criança se caírem em cima dela. Também tenha cuidado com os candeeiros de pé, com os efeitos em cerâmica ou com qualquer elemento ornamental que se encontre no chão. Enquanto a criança for pequena é preferível que não tenha objectos deste tipo em casa.

    Outras grandes fontes de perigo são as tomadas de electricidade, pelas quais as crianças sentem uma enorme atracção. A primeira coisa que tem a fazer é verificar se a instalação eléctrica está em conformidade com as normas de segurança. Depois pode tapar as fichas com umas protecções que só são retiradas se for exercida uma grande pressão.

    Nunca se esqueça de desligar os aparelhos eléctricos depois de usados (ferro, batedeira, torradeira, etc.).

    Se tiver escadas dentro de casa deve colocar barreiras de segurança, tanto na parte de cima como na parte de baixo. Estas barreiras têm de estar homologadas com barrotes bastante juntos uns dos outros para que não caiba a cabeça da criança.
     

    Tenha cuidado com as janelas e varandas. Hoje em dia, as janelas dispõem de um sistema de abertura inacessível aos bebés, pelo que a maioria dos acidentes acontecem por descuido da parte dos adultos. As barreiras de segurança são indispensáveis em janelas ou varandas altas. Verifique se estão bem fixadas e que a criança não as consegue trepar.

    Coloque protecções em todas as esquinas dos móveis em que o seu filho possa bater. Para evitar que as portas se fechem e a criança fique entalada pode sempre recorrer a sistemas de segurança de portas que limitam a velocidade destas quando fecham.

    No que diz respeito aos produtos de limpeza e medicamentos, aos sacos do lixo e a objectos cortantes devem estar guardados fora da vista da criança. No entanto, os mais pequenos adoram descobrir os tesouros escondidos nos armários. O ideal é que use também bloqueadores de armários.

    A decoração

    De certeza que sempre sonhou com um quarto azul cheio de pássaros e nuvens a fazer de decoração. Contudo, enquanto estiver grávida a barriga não lhe vai permitir fazer este tipo de trabalhos. Depois de o bebé nascer menos tempo terá. Pode sempre deixar este tipo de trabalhos para mais tarde, pois não se esqueça que enquanto for pequeno o seu filho vai dormir no vosso quarto.

    Quando decidir decorar as paredes opte por uma tinta plásticas que é mais fácil de limpar com água. Isto será muito útil quando o seu filho expressar a sua veia artística pintando as paredes. Para além disso, existem muitas tintas que facilitam a tarefa. Escolha cores suaves que ajudem a criança a relaxar: verde pálido, amarelo suave, azul claro, etc.

    Procure cortinados que permitam escurecer o quarto a certas horas mas que deixem entrar a claridade a outras. O ideal é ter uma cortina mais grossa e outra transparente. Esta última pode ser usada para manter uma luz ténue durante o dia.

    Não perca a cabeça comprando peluches para o quarto do seu filho, é uma das prendas que mais vão oferecer-lhe. Para além disso, deve ter cuidado com os peluches porque também são uma fonte de ácaros e alergias.

    Quando o seu filho for mais crescido deixe-o participar na decoração do próprio quarto: que escolha as cores das paredes, que ajude a seleccionar os cortinados, etc.
     



    Fecha de actualización: 09-03-2009

    Redacción: Irene García

    TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

    ×


    ×
    ×
    ×
    */?>