• Buscar
Publicidad

O bebé chupa-se a mão constantemente

O bebé chupa-se a mão constantemente

Quando têm fome, é normal que os bebés chupem as mãos, um dos sinais que nos ajudam a saber que é hora de comer, algo fundamental nos primeiros meses de vida, quando a alimentação é a pedido e não segue um horário específico. No entanto, é possível que o seu bebé esteja sempre a chupar a mão, mesmo quando está cheio. Porque é que o faz?

Publicidade

Índice

 

Movimentos das mãos no desenvolvimento do bebé

Durante os primeiros meses de vida, os bebés fazem poucos movimentos, embora em breve comecem a dar pontapés e a mexer as mãos. Um dos primeiros movimentos que fazem é pôr a mão na boca, o que ocorre especialmente quando têm fome, mas também por outras razões; como a partir dos 3 meses de idade, quando começam a descobrir o mundo.

As mãos são uma das primeiras partes do corpo que os bebés descobrem e, como estão na fase oral no primeiro ano de vida, começam imediatamente a pôr as mãos na boca, pois esta é a sua forma de investigar e descobrir o que são essas mãos com dedos na extremidade dos seus braçinhos.

Portanto, os bebés fazem este movimento instintivamente, como parte do seu desenvolvimento, mas também porque o acham agradável. É verdade, embora possa parecer estranho, as crianças adoram chupar coisas, especialmente as mãos e os pés quando as descobrem e são capazes de as alcançar, por isso não precisa de se preocupar com o seu bebé a chupar-se as mãos o tempo todo. E também não se deve ficar obcecada com a limpeza. Se ele já começou a gatinhar, deve tentar lavar-lhe as mãos antes de comer ou se tocou algo muito sujo, mas não precisa de as lavar a toda a hora se ele estiver no chão em casa, que é supostamente limpo.

 

Outras razões para pôr as mãos na boca

Por outro lado, existem outras razões que podem levar os bebés a pôr as mãos na boca:

1- Fome. Como vimos, os bebés põem as mãos na boca e as chupam avidamente quando têm fome. Neste caso, eles não são calmos e felizes, mas sim ansiosos, o que faz suspeitar que é hora de comer.

2- Ensaio. Esta é uma forma de ensaiar o movimento que terão de fazer mais tarde, quando aprenderem a comer por conta própria. De facto, a maioria destes movimentos são úteis para actividades que aprenderão a fazer à medida que forem crescendo.

3- Prazer. Como dissemos, é muito agradável para os bebés chupar as mãos, pois a sua boca complementa o seu sentido de tacto, pelo que gostam de chupar nas coisas, incluindo as mãos. É por isso que ele põe tantas coisas na boca e fica geralmente feliz e satisfeito quando o faz.

4- Acalmar a dor. A partir dos 6 meses, começa a erupção dos primeiros dentes de leite, o que pode fazer com que o seu bebé ponha as mãos ou objectos rígidos na boca para aliviar a dor nas gengivas causada pela erupção dos dentes. Para os acalmar, pode também oferecer-lhes mordedores, melhor se estiverem frios, o que ajudará a aliviar a inflamação.

Assim pode ver que existem muitas causas que podem fazer com que o seu bebé ponha a mão na boca constantemente e a chupe sem parar, por isso não se deve preocupar porque é comum, especialmente a partir dos 3 meses de idade.

 

Saúde e higiene desta prática

Também não tem de se preocupar em causar quaisquer problemas de saúde, uma vez que a sua pele está preparada para receber estas lambidelas constantes. Se vir que a sua boca ou mãos estao muito secas ou avermelhadas, dê-lhe creme hidratante após o banho. Só se ele tiver uma erupção cutânea deve consultar um médico, pois pode ser causada por outras razões.

E, como já dissemos, não fique obcecada com a limpeza e higiene das suas mãos. Embora seja importante mantê-las limpas, não precisa de as manter estéreis e livres de microrganismos, pois as bactérias normais no ambiente não são más para o bebé e até ajudam a fortalecer o seu sistema imunitário. Claro, lavá-los bem quando vierem do parque ou da rua, se estiverem muito sujos ou antes de comer.


Glosario

Inflamação

Definição:

Conjunto de processos que se desenvolvem num tecido, em resposta a uma agressão externa. Incluem fenómenos vasculares como vasodilatação, edema, desenvolvimento da resposta imunológica, activação do sistema de coagulação, etc.

Sintomas:

Quando se produz ao nível de um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo), pode apreciar-se tumefacção, aumento da temperatura local, coloração vermelha e dor.

Tratamento:

Baixar a inflamação através de fármacos se é interna ou cremes e gelo se é externa.

Ajram, Dr. Jamil, Tarés, Dra. Rosa María (2005), El primer año de tu hijo, Barcelona, Ed. Planeta.

Fecha de actualización: 02-02-2021

Redacción: Irene García

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×