• Buscar
Publicidad

O que fazer quando o rabinho do bebé está muito irritado

O que fazer quando o rabinho do bebé está muito irritado

Por muito que cuide do rabinho do seu bebé e lhe mude a fralda frequentemente, por vezes há alturas em que a área fica tão irritada e com assaduras que quase não consegue nem tocar-lhe para limpar. Aqui estão algumas dicas para acalmar as assaduras, vermelhidão e irritação.

Publicidade

Índice

 

Como prevenir a dermatite das fraldas?

A dermatite das fraldas conhecida também como eritrema das fraldas ou, vulgarmente, assaduras, é um problema muito comum em bebés que utilizam fraldas descartáveis, pois há ocasiões em que a pele do rabinho fica irritada quando está em contacto com as fezes, especialmente se estas forem mais ácidas do normal após uma doença digestiva ou durante uma erupção dentária, o que provoca mais baba no bebé e isto modifica o cocó.

Nestes casos, aparece nas nádegas uma irritação ou erupção cutânea avermelhada característica, como se tiver escamas. Também pode aparecer, nos genitais externos e na zona perineal e pode causar muitas dores ao bebé, especialmente quando se muda e limpa. Além disso, se o rabinho assado não for tratado a tempo e correctamente, podem aparecer áreas erodidas, pápulas ou até zonas infectadas ou a sangrar.

Para evitar que isto aconteça, deve seguir estas dicas:

1- Mude a fralda frequentemente, não espere até que esteja cheia de xixi. Naturalmente, quando tem cocó, também deve mudar a fralda. Como recomenda a Associação Espanhola de Pediatria, "o factor crucial na prevenção da dermatite das fraldas parece ser o número de mudanças de fralda ao dia".

2- Use fraldas boas e muito absorventes que são as qie mais isolam a pele da urina e das fezes.

3- Utilize toalhetes apenas quando estiver longe de casa, porque por muito bons que sejam, contêm sempre produtos químicos demasiado agressivos para a pele do bebé. Em casa e sempre que possível, é melhor usar água quente e sabão neutro com uma esponja macia. Além disso, compre toalhetes que não contenham álcool e tenham cremes hidratantes como o aloé vera.

4- Deixe o rabinho do seu bebé exposto ao ar tanto quanto possível para que a pele possa respirar, especialmente no verão.

5- Não ponha a fralda muito apertada e tenha cuidado com os tamanhos.

6- Se utiliza fraldas de pano, também deve mudá-las frequentemente, lavá-las com um detergente sem perfume e evitar a utilização de amaciadores de tecidos.

7- Limpe sempre da frente para trás para que as bactérias do rabinho não passem para a zona genital.

 

Dicas para tratar as assaduras no rabinho

- Quando tiver o rabinho assado, aplique um creme barreira que tenha ingredientes activos tais como o óleo de amêndoa doce, manteiga de carité, dióxido de titânio ou óxido de zinco, pois estes acelerarão o processo de cura.

- Os cremes à base de água são melhores para que a humidade não penetre facilmente na pele do bebé. Com cada muda de fralda, este creme deve ser bem removido e reaplicado, aplicando uma quantidade generosa, mesmo que o rabinho do bebé fique branco.

- Não utilize pó de talco, pois a sua inalação causa problemas respiratórios e, além disso, se a irritação tiver feridas abertas, o pó pode penetrar na camada mais profunda da pele e aumentar a inflamação.

- Se as assaduras são tão graves que a criança não pára de chorar e é muito desconfortável, consulte o seu pediatra para avaliar se é necessário aplicar um creme com corticosteróides suaves ou um creme antibiótico.

- Procure produtos naturais ricos em manteiga de carité e calêndula que ajudam a restaurar o equilíbrio natural da pele, nutrindo e reestruturando os tecidos.

- Um remédio caseiro que é frequentemente muito eficaz é o azeite. Fique um bocadinho sobre um algodão e limpe a área assada. O óleo hidrata e cria uma barreira protectora para a pele.

- Pode fazer uma infusão de camomila, deixá-la repousar e, quando estiver fria, aplicá-la com um algodão no rabinho da criança.

- Outro remédio caseiro é bater uma batata crua, colocá-la entre duas gaze e aplicá-la no rabinho assado.

 

Outras doenças que causam assaduras no rabinho do bebé

Há numerosas doenças que provocam irritação no rabinho do bebé. Embora o mais comum seja a dermatite das fraldas, estas também devem ser tidas em conta.

- Candidíase da fralda: a Candida é um fungo que aparece quando há irritação e humidade na pele da zona. Os grãos da Candida são vermelhos e de cor mais brilhante do que os que produz a dermatite e podem até ser arroxeadas. A candidíase das fraldas aparece principalmente nas dobras cutâneas. O tratamento é o mesmo que para a erupção das fraldas, com a adição de um creme anti-fúngico prescrito pelo pediatra.

- Dermatite irritativa ou de contacto: afecta as áreas que correspondem à área não absorvente da fralda e se houver um contacto prolongado com as partes plásticas da fralda. Isto é frequente em crianças mais gordinhas e normalmente também têm grãos nas dobras do pescoço, joelhos, etc. Neste caso, aplique cremes com propriedades de secagem (com cobre e zinco), e também cremes para o tratamento das assadiras na zona das fraldas. Se após 5 dias não tiver desaparecido deve falar com o seu pediatra.

- Eczema de contacto alérgico: embora as manchas sejam muito semelhantes às das assaduras cutâneas das fraldas, só aparecem na zona onde a pele da criança entra em contacto com a cola da fralda, onde se aplica creme, onde se lhe dá muito com o toalhete, etc. Isto é causado por uma alergia a alguma substância presente em algum destas substâncias. Não melhora com nenhum tratamento e a única solução é descobrir o que está a causar a alergia e deixar de usá-la. Se não for capaz de o detectar, deve ir ao pediatra no caso seja necessário realizar um teste de alergia.

- Dermatite irritativa perianal: se a vermelhidão afecta apenas a área anal, isto pode estar relacionado com alterações no cocó. Pode ter algo a ver com a consistência ou número de fezes. Isto terá de ser tratado com cremes de secagem de cobre e zinco, como no caso da dermatite irritante, uma vez que pode causar muita comichão à criança.  É necessário dirigir-se ao pediatra, pois é algo que pode estar relacionado com problemas gastrointestinais.


Blog EnFamilia da AEP: "Dermatite das fraldas", https://enfamilia.aeped.es/temas-salud/dermatitis-panal

Mahé, Véronique (2008), Los 100 primeros días del bebé, Barcelona, Robin Book.

Silveira, Dr. Manuel (2011), 50 cosas que debes saber sobre un recién nacido, Barcelona, Libros Cúpula.

Fecha de actualización: 24-05-2021

Redacción: Irene García

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×