O sono das crianças de acordo com o Método Estivill

O sono das crianças de acordo com o Método Estivill
Partillhar

O Método do Doutor Eduard Estivill, responsável pela Unidade de Alterações do Sono do Instituto Dexeus de Barcelona, é um dos mais seguidos actualmente e, segundo os que o experimentaram, funciona em 95% dos casos. Para ele, o principal é ensinar o hábito do sono, que dormir se converta em algo rotineiro e mecânico e que não suponha um trauma.
 

Crianças menores de 3 meses:

- Distinção entre a luz típica do dia e a escuridão própria da noite. A criança, a partir dos primeiros meses, deve associar que de dia há luz (evitar que a criança durma durante o dia em completa escuridão) e que quando é noite está completamente escuro (não utilizar durante a noite pequenas luzes ou luzes indirectas de outras divisões da casa).

- Diferenciar o ruído habitual no dia e o silêncio da noite. Durante o dia a criança deve aprender a dormir com os ruídos habituais que existem numa casa, vozes que conversam, música, ruídos típicos da cozinha, etc. No entanto, durante a noite deve-se tentar que os ruídos sejam menos intensos, baixando o volume da televisão, não elevando a voz... Sempre sem exagerar, não é necessário um silêncio sepulcral para que um bebé durma.

- Estabelecer a rotina diária: um horário ordenado e repetitivo. É muito aconselhável deixar o banho da criança para antes da sua última refeição.
 
- A criança deve dormir no berço no mesmo quarto que os seus pais mas nunca na cama deles. Recomenda-se passar a criança para o seu quarto a partir dos 3 meses.
 

As primeiras amizades das crianças!

As primeiras amizades das crianças!

Actualmente, com a iniciação escolar cada vez mais cedo das crianças, acelera-se o processo de socialização. Entendendo este conceito como o desenvolvimento da autonomia pessoal e da aprendizagem de compartilhar com os outros, surgem as primeiras amizades do seu filho. As crianças, ao chegarem ao Jardim de Infância ou à escola, aprendem a partilhar um espaço (a sala de aula, o recreio, o refeitório, etc.), os objectos e os professores. Dessa forma, até aos dois anos a maioria das crianças já começaram a ter os seus primeiros amigos e os seus primeiros amores de infância.

Dos 3 aos 6 meses:

-Fixar uma hora para ir dormir diariamente. Aconselha-se no inverno pôr a criança a dormir entre as oito e as oito e meia ou uma hora depois no horário de verão.

-Estabelecer uma série de rotinas prévias ao momento de dormir que devem ser repetidas diariamente. Por exemplo, ler um conto antes de ir para cama, dizer-lhe as mesmas palavras. Sempre sem brincadeiras nem acções que possam excitar a criança nos momentos prévios ao sono nocturno. Podem usar-se bonecos de peluche, chupetas… que acompanhem a criança enquanto durma.

-Diferenciar o seu quarto de outras divisões da casa. O seu quarto é o lugar escolhido para dormir, por isso a criança não deve comer nele. Devemos separar a comida do sono.

-Se a criança chora no momento de dormir, pode dever-se a diferentes causas que devemos solucionar antes de voltar a deitá-lo. Pode ser que precise de mudar a fralda, que tenha frio ou calor, que a última refeição do dia tenha sido insuficiente e que tenha fome, que não esteja bem de saúde, etc.

-No caso de que tudo esteja bem e que a criança chore no momento de dormir, tanto pais como educadores não devem atender ao primeiro choro, talvez se a criança tenha um pouco mais de tempo não continue a chorar.
 

O que não devemos fazer para o adormecer de acordo com Estivill

-Cantar

-Embalá-lo no berço ou nos braços

-Passeá-lo no seu carro

-Dar-lhe palmadinhas ou acariciá-lo

-Dar-lhe o biberão ou água

-Pô-lo na nossa cama

 

O Dr. Estivill considera que as consequências mais importantes do mau sono das crianças são:

Em lactentes e crianças pequenas:

- Choro fácil

- Irritabilidade, mau humor

- Falta de atenção

- Dependência de quem o cuida

- Possíveis problemas de crescimento

 

Em crianças em idade escolar:

- Fracasso escolar

- Insegurança

- Timidez

- Mau carácter

 

Nos pais:

- Insegurança

- Sentimentos de culpa

- Mutuas acusações de mimos (o que pode prejudicar a relação do casal)

- Frustração perante a situação

- Sensação de impotência e fracasso

- Cansaço


2 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
  1. Lucia Costa

    "Estivill nem sequer foi um original, já que copiou o metodo de Ferber. A criança não aprende a dormir porque dormir já os bebés o fazem no utero; ninguem precisa de aprender a dormir. E a criança não adormece porque aprendeu a adormecer á maneira dos pais, ela adormece porque desistiu que os pais a venham consolar. Ela aprendeu o abandono emocional. Peguem nos vossos filhos, deem-lhe mimo e embalem-nos sem medo. Façam-no enquanto são pequenos e eles querem porque o tempo passa tão depressa. O bebé que não embalarem nunca mais volta. ".

    Responder
    • Fábio Valfré Prado

      Respuesta a: Lucia Costa

      "Temos tendência de defender de forma ferrenha as teses e ideologias que mais nos agradam, isso é normal. Entretanto, nem tanto ao céu, nem tanto à terra, na vida, mimo faz parte, limites também.".

      Responder
×


×
×
×