×
Publicidad

Proteja os olhos do seu bebé do sol

Proteja os olhos do seu bebé do sol

O uso de óculos de sol é recomendável durante todo o ano, embora seja no Verão a altura em que se tornam imprescindíveis devido ao aumento das radiações ultra violetas. Para além disso, as patologias oculares aumentam cerca de 20% nesta época do ano, já que a luminosidade e a exposição ao sol são maiores e constituem os principais factores que podem danificar os olhos.

Publicidade

O certo é que, geralmente, temos consciência dos efeitos negativos que as radiações ultra violetas exercem sobre a saúde, se bem que um Estudo sobre a Saúde Visual dos Europeus conclui que em 2010 poucos conhecem o seu impacto nocivo sobre os olhos. Assim, cerca de 87% da população não está consciente de que uma sobreexposição à radiação UV pode provocar danos na vista ou até mesmo causar doenças oculares como cataratas, conjuntivites ou glaucomas, entre outros.

A radiação solar é composta por ondas visíveis e invisíveis; enquanto as primeiras apenas são prejudiciais se nos expusermos muito intensamente a elas, as segundas são radiações infravermelhas e raios ultra-violetas (UVA) que são mais nocivos para o olho.

 Por isso, os óculos de sol não devem ser considerados como um complemento de moda, mas sim como um elemento preventivo que ajuda a conservar os olhos em bom estado. No entanto, há que advertir que o uso de óculos de sol que não cumprem com os requisitos de segurança pode provocar a dilatação excessiva da pupila, ao serem mais escuros que os correctos, e penetrar maior quantidade de radiação ultra violeta. Em vez disso, é preferível andar sem óculos.

No te puedes perder ...

Gravidez: o que deve e não deve comer

Gravidez: o que deve e não deve comer

Durante a gravidez a alimentação terá um papel essencial, já que contribuirá para a sua saúde física e psicológica e assegurará o crescimento e o bom desenvolvimento do seu bebé. O seu corpo precisa de muita energia e deverá alimentar-se bem para cobrir as suas necessidades e as do bebé. A quantidade de energia necessária aumenta cerca de 10%, mas cada mulher tem uma corpulência e um metabolismo próprios. Uma alimentação equilibrada evitará certos males que se agravam durante a gestação, tais como a fadiga, a prisão de ventre, o excesso de peso, a anemia, a descalcificação, etc.

Y tambien:

Como escolher os óculos correctos?

No que diz respeito a este aspecto deixamos-lhe alguns conselhos:

- Os óculos de sol devem ser sempre comprados num estabelecimento homologado, preferivelmente numa óptica, onde se pode aconselhar sobre o melhor modelo que se adapte às suas necessidades. Há que ter em conta que o uso de lentes de má qualidade pode provocar enjoos, visão dupla, dores de cabeça e, inclusivo, danos oculares.

- Os óculos devem ter a marca CE (Conformidade Europeia) como referência mínima de qualidade que garanta que superou uma série de provas de laboratório, como a capacidade de filtrar a luz e os raios ultra violetas.

- Devem indicar o número de categoria do filtro:

- 4 é o que mais protege e o seu uso é recomendável para os desportos de montanha e aquáticos.

 - 3 é o mais habitual e o indicado para a praia ou para a montanha.

 - 2 utiliza-se também para fazer desporto.

- 1 para dias nublados.

- 0 usa-se em condições de pouca luz ou em interiores nos quais a claridade é desconfortante.

- Também há que ter em conta a cor da lente. O verde recomenda-se para desportos náuticos e de Inverno, pois os raios UVA incidem mais sobre o mar e sobre as montanhas altas (o índice da radiação UV aumenta cerca de 10% por cada mil metros de altura). O castanho e o laranja são idóneos para as práticas ao ar livre e para as pessoas operadas de cirurgia refractiva e cataratas. O cinzento é o adequado para a condução. E o amarelo recomenda-se para conduzir ao entardecer ou com neve e para pessoas com problemas de retina.

- Não existe uma idade determinada para usar óculos de sol. No entanto, as pessoas que têm olhos claros com uma sensibilidade especial à luz devem começar a usá-los o quanto antes. Os seus olhos estão mais expostos aos agentes adversos, devido ao facto do “diafragma da câmara fotográfica” não cumprir totalmente a função de freio à entrada da luz e provoca esse desconforto.

- As pessoas mais velhas também devem utilizar óculos de sol, visto que os seus olhos estão mais debilitados e, dessa forma, mais expostos à acção nociva dos raios solares.

- Temos de abandonar a ideia de que os óculos de sol são só para adultos. Apenas cerca de 2% da população infantil usa óculos de sol para proteger-se dos raios UV, e cerca de 23% afirma não utilizar nenhum tipo de medida para proteger os olhos dos seus filhos. A visão das crianças deve proteger-se ainda mais que a dos adultos, pois são uma parte da população em risco.

Nos casos em que as crianças não querem usar óculos de sol, pode sempre colocar-lhe um chapéu que tenha uma pala grande para fazer sombra aos olhos da criança.

Perfil da criança com maior risco

O fototipo solar de pele clara e olhos claros está muito ligado à protecção dermatológica. As crianças com estas características são de maior risco. Por isso, ao cancros da pele das pálpebras são mais frequentes nas pessoas pouco pigmentadas e submetidas a grande exposição solar, como são os Australianos descendentes de europeus. Assim, o nível ocular é de esperar uma relação entre olho claro e dano solar, embora determinadas lesões apareçam, sobretudo, em pessoas pigmentadas.

É de notar que estas patologias são mais frequentes em países e zonas com maior índice UV, entre os quais se encontra Espanha e Portugal. O nosso país encontra-se num nível 3 de índice de radiação solar que corresponde a um nível moderado, pelo que é quase obrigatório o uso de chapéus, de óculos de sol e de cremes solares especialmente nas crianças.

Consequências da radiação solar sem protecção

Todas as crianças são susceptíveis de danificar os seus olhos se não se protegerem da radiação solar e os danos a curto prazo podem produzir queimaduras solares que nos mais pequenos se manifestam através de sintomas de dor, fotofobia e endurecimento dos olhos. A longo prazo, o dano é mais severo e pode afectar distintas partes do olho: desde uma queimadura até um efeito cancerígeno na pele das pálpebras que se manifestará com o tempo.

Para além disso, podem-se produzir alterações agudas na córnea, lesões degenerativas e queimaduras agudas na retina, esta é uma situação grave já que danifica a visão de forma severa e permanente. Igualmente relacionou-se a radiação solar como factor de risco da degeneração macular, com uma prevalência cada vez maior no nosso país.


Fecha de actualización: 11-08-2010

Redacción: Irene García

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.