Características de uma criança autista

Características de uma criança autista
Partillhar

As crianças autistas apresentam uma série de traços característicos que permitem detectar rapidamente o seu transtorno. Aprenda a reconhecer uma criança com autismo.

- Alteração do desenvolvimento da interacção social e recíproca: em algumas pessoas dá-se um isolamento social significativo; outras pessoas mostram-se passivas na sua interacção social, apresentando um interesse escasso e furtivo para com os outros. Algumas pessoas podem ser muito activas na hora de estabelecer interacções sociais, mas fazendo-o de maneira estranha, unilateral e intrusa; sem considerar plenamente as reacções dos outros. Todas têm em comum uma capacidade limitada de empatia, mas são capazes, à sua maneira, de mostrar os seus afectos.

- Alteração da comunicação verbal e não-verbal: algumas pessoas não desenvolvem nenhum tipo de linguagem, outras mostram uma fluidez enganosa. Todas carecem da habilidade de levar até ao fim uma conversa. Tanto a forma como o conteúdo das suas competências linguísticas são peculiares e podem incluir a repetição continua de palavras e/ou frases, a inversão pronominal e a invenção de palavras. As reacções emocionais aos requerimentos verbais e não-verbais dos outros são inadequadas – evitam o contacto visual, incapacidade para entender as expressões faciais, as posturas corporais ou os gestos.

Como cuidar de uma criança com hepatite?

Como cuidar de uma criança com hepatite?

A hepatite é uma doença crônica, autoimune e infecciosa. É uma infecção no fígado que muitas pessoas podem ter por anos sem saber. A hepatite A é o tipo mais comum de hepatite, mas esse tipo de hepatite é de curta duração e, quando a pessoa afetada se recupera, ela não se contrai novamente.

- Reportório restringido de interesse se comportamentos: a actividade imaginativa vê-se afectada. A grande maioria das pessoas incluídas no espectro do autismo fala no desenvolvimento do jogo normal de simulação “brincamos ao que eu sou … médico, bombeiro, etc.”. Esta limitada imaginação obstaculiza e limita a capacidade para perceber as emoções e as intenções dos outros. Em alguns casos a actividade imaginativa é excessiva.

Os padrões de conduta são, frequentemente, ritualistas e repetitivos. Podem apegar-se a objectos inusuais ou estranhos. Frequentemente apresentam uma grande resistência a alterações e uma perseverança na imutabilidade; alterações insignificantes no seu meio podem provocar um profundo mal-estar.

Para além disso, em muitos casos dá-se uma sensibilidade inusual perante estímulos sensoriais – tácteis, auditivos e visuais. Outros traços comuns associados e não específicos incluem: ansiedade, transtornos do sono e da alimentação, transtornos gastrointestinais e condutas agressivas.

O autismo não tem cura, o único tratamento que se pode seguir e que cujo êxito depende do nível de autismo do paciente é a educação especial, a dedicação individualizada e permanente por parte da escola e da família.


0 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
×


×
×
×
Cerrar