O meu filho só quer colo, o que faço?

O meu filho só quer colo, o que faço?
Partillhar

Quando era um bebé desejava tê-lo todo o dia nos seus braços para desfrutar ao máximo do seu pequeno recém-nascido. No entanto, agora que o seu filho está mais crescido é ele que quer estar todo o dia ao seu colo.

O seu filho aprendeu a andar há bem pouco tempo, mas já se desenrasca bastante bem. Adora explorar e atirar-se para o chão desfrutando ao máximo da sua autonomia e, para além disso, não pára quieto um segundo mostrando muita vitalidade. No entanto, em determinados momentos começa a chorar e a pedir colo ao pai ou à mãe, negando andar e a fazer grandes birras.

Durante os seus primeiros meses de vida aconselharam-na a que não tivesse a criança todo o dia nos seus braços para que não se acostumasse, mas não ligou a isso pois queria abraçá-lo o tempo todo. No entanto, esta não é a causa principal desta atitude por parte do seu filhote e, embora você gostasse muito de fazer-lhe a vontade, já está um pouco crescido e as suas costas começam a ressentir-se.

Porque quer estar sempre ao colo?

Na hora de perguntar porque é que age assim, deve ter em conta que cada criança é diferente e que nem sempre pedem para que as peguem ao colo pelos mesmos motivos.

- O seu filho acaba de aprender a andar e, para além disso, tem as pernas curtas, pelo que provavelmente não poderá chegar a nenhum lugar a andar sem que ao fim de um bocado esteja cansado e a pedir colo.

No te puedes perder ...

O meu filho não dorme bem à noite– Parte II

O meu filho não dorme bem à noite– Parte II

Está farta de passar noites e noites acordada? Já não se lembra da última vez que dormiu oito horas seguidas? A insónia é uma doença que pode chegar a desequilibrar completamente a vida de uma pessoa. Mas quando quem sofre da insónia não é você, mas sim o seu filho pequeno, pode ainda ser pior. Damos-lhe alguns conselhos e pautas a seguir para solucionar este problema.

- Cada vez é mais independente e gosta de explorar as coisas por si, no entanto, para fazê-lo precisa de segurança que só encontra nos braços e no contacto físico dos pais.

- Quando o seu filho se sentir mal irá reclamar o seu colo, já que não há melhor forma para que as dores lhe passem.

- Entre outras ocasiões, a criança precisa do vosso carinho ou simplesmente vos quer próximos, à vossa altura pois é aí que a visão da criança se expande e as suas pernas podem descansar, satisfazendo assim o seu carinho, cansaço e, ao mesmo tempo, curiosidade.

Como agir?

- Ceda simplesmente o necessário, tendo em conta se a criança pede constantemente que a leve ao colo ou se tal acontece apenas em algumas ocasiões, já que pode sentir-se mal ou cansada.

- Todavia o seu filho é muito pequeno e praticamente acabou de aprender a andar. Saia de casa com o tempo suficiente para que a criança pare de cinco em cinco minutos para descansar.

- Enquanto o seu filho vai caminhando fale e com ele e distraia-o, assim não pensará na necessidade de pedir colo. Para além disso, se o pedir, ofereça-lhe uma recompensa por ir a andar (como uma visita ao zoo, ao parque, etc.).

- Outra opção, embora provavelmente não seja a sua preferida, pode ser levar a criança num carrinho, já que assim não se cansará.

- Quando o seu filho lhe pedir colo, proponha-lhe o seguinte: "Caminha até à esquina e eu levo-te ao colo até cada da avó", "Vou contar até cem e depois pego-te ao colo". Assim aprenderá o valor do esforço e a necessidade de esperar para conseguir o que quer.



Fecha de actualización: 12-03-2009

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

0 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
×


×
×
×
*/?>