×
Publicidad

Preparados ... agora é só gatinhar!

Preparados ... agora é só gatinhar!

Durante o primeiro ano de vida, os bebés aprendem diferentes formas de se deslocarem. Aos seis meses descobrem que sozinhos podem passar da posição de boca para cima para a posição de boca para baixo. Depois de desenvolverem as suas capacidades de locomoção, e durante um ou dois meses, descobrem que podem deslocar-se arrastando o corpo. Depois, vão melhorando até conseguirem gatinhar, uma etapa muito importante no desenvolvimento motor das crianças. Os pais devem favorecer ao máximo esta prática dos bebés, isto porque traz múltiplos benefícios musculares e cognitivos para os seus filhos.

Publicidade

O domínio desta destreza não é simples e, inclusive, em algumas situações poderá mesmo causar um sentimento de frustração aos bebés. Desta forma, o apoio dos adultos é fundamental para que os mais pequenos não desistam deste esforço.

Paula Gómez e Celia López, fisioterapeutas, mostram aqui três exercícios práticos para que os pais ajudem os seus bebés a gatinharem correctamente.

Exercício 1: Para ensinar os mais pequenos a gatinhar é necessário que a criança treine alguns movimentos primeiro, como movimentar os braços e os pés. Um exercício muito prático é a bicicleta, que consiste em deitar o bebé sobre uma superfície plana e mover as suas pernas de forma circular simulando o movimento de pedalar.

Exercício 2: Chame à atenção do bebé! Quando o bebé estiver preparado para começar, você deve colocar-se a uma certa distância para que a criança tente chegar até si.

No te puedes perder ...

Como se desenvolve o cérebro do feto?

Como se desenvolve o cérebro do feto?

A partir dos 18 dias o cérebro começa a desenvolver-se formando as células nervosas que posteriormente serão os neurónios. Durante este processo, o feto produz mais células neuronais do que as que necessita quando nascer (muitas delas morrem se não são estimuladas). Por isso, cantar, falar e colocar música para o bebé quando ainda está na barriga é essencial para ajudá-lo a potenciar a sua inteligência. O correcto desenvolvimento do bebé também depende da nutrição da mãe durante a gravidez. Desta forma, as mulheres que se encontram grávidas devem prestar especial atenção à sua alimentação durante os 9 meses.

Y tambien:

Exercício 3: Tente que a criança venha até si. Depois de conseguir captar a atenção da criança, faça com ela se dirige a si. No entanto, este trabalho será muito complicado nas primeiras vezes e é normal que o bebé fique cansado e desista. Talvez seja boa ideia se você tiver na mão o brinquedo preferido do seu filho.

Mais tarde, quando a criança gatinhar correctamente, também é importante que partilhe alguns destes momentos com o seu filho, gatinhando ao lado dele.

Benefícios de gatinhar

Alguns bebés nunca chegam a gatinhar e começam mesmo a andar sem passar por essa fase. No entanto, gatinhando a criança entra em contacto com o ambiente que a rodeia, aprende a captar o espaço e pode descobrir as suas possibilidades sensoriais.

Gatinhar favorece uma correcta formação das pernas, para que quando a criança se colocar de pé as pernas se encontrem melhor preparadas para suportarem o peso do corpo todo. Para além disso, melhora a coordenação do bebé.

O movimento que a criança faz ao gatinhar fortalece os músculos, as articulações e tendões e ainda aumenta a capacidade de coordenação dos movimentos do seu filho (o que permitirá um melhor rendimento físico).

Ajuda ainda no desenvolvimento da musculatura intrínseca da mão, que irá favorecer uma correcta precisão de agarre.


Fecha de actualización: 26-01-2010

Redacción: Irene García

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.