• Buscar
Publicidad

Exercícios de estimulação para bebés de 1 mês

Exercícios de estimulação para bebés de 1 mês

Os primeiros dias de vida de um recém-nascido são uma mistura de aprendizagems para os pais e de adaptação do bebé a um novo ambiente inexplorado e incompreendido. É por isso que o estímulo desde os primeiros dias é muito importante para reforçar os laços entre os pequenos e o seu ambiente.

Publicidade

Índice

 

Em que consiste a estimulação?

A estimulação é um processo natural que a mãe deve implementar como rotina para que o bebé desenvolva um melhor controlo sobre tudo à sua volta e ao mesmo tempo sinta uma grande satisfação ao descobrir que ele pode fazer coisas por si próprio.

A estimulação pode ser definida como uma série de repetições de acções sensoriais que aumentam o controlo emocional do afecto e da segurança; por outro lado, deve estar a expandir a capacidade mental, o que facilitará a aprendizagem da criança e o ajudará a alcançar uma maior destreza através de exercícios de curiosidade, exploração e imaginação.

O desenvolvimento da auto-estima é gerado desde o primeiro dia de nascimento. Com a ajuda de uma série de actividades de prazer e amor pelo bebé, podemos desenvolver processos cognitivos, sensoriais e motores, assim como a linguagem e as relações interpessoais.

Por outro lado, da perspectiva da mãe, o estímulo será uma abordagem directa, simples e satisfatória para conhecer o seu bebé e reforçar os laços de maternidade ou paternidade com ele. Por este motivo, o estímulo deve ser uma rotina agradável que faça desta nova relação uma acumulação de experiências agradáveis e, ao mesmo tempo, uma prática que lhe permita desenvolver ferramentas importantes para um desenvolvimento óptimo e abrangente da criança.

 

Primeiro mês do bebé

Nos primeiros dias, a maioria das respostas aos estímulos externos são automáticas. Estes movimentos são chamados movimentos reflexos. No final do mês, o bebé começará a mostrar sinais de desenvolvimento do controlo muscular ao levantar a cabeça pela primeira vez.

Estes reflexos desaparecem à medida que o sistema nervoso central amadurece e os níveis mais elevados do cérebro entram em acção. O cérebro do bebé pesa apenas 25% do peso de um adulto e parece que o lado direito é mais sensível do que o esquerdo. Por este motivo, recomenda-se iniciar a estimulação deste lado, mas repetir sempre os exercícios do lado esquerdo para desenvolver a bilateralidade.

Este mês deverá fazer os exercícios três vezes por dia. Aqui estão alguns exercícios importantes.

 

Estimulação motora

Para fortalecer cada músculo do corpo do seu bebé: embala o bebé nu, virá-lo de um lado e do outro. Também pode rodá-lo em círculo.

Para fortalecer braços e pernas: com o seu bebé deitado, primeiro flexione e depois estique os braços de um lado para o outro e sobre a sua cabeça. Ou mexer as pernas fazendo bicicletas.

 

Estimulação cognitiva

Reflexo plantar: passe o dedo ao longo da sola do pé para que o esticar e perto dos dedos dos pés para os fazer encaracolar.

Reflexo de apertar: abra as mãos do seu bebé e coloque o seu dedo na sua palma da mão para que ele tente agarrá-lo e tente removê-lo várias vezes.

Reflexo de sucção: coloque os seus dedos limpos no canto dos seus lábios para que ele tente agarrá-los com a boca.

Reflexo de Moro: colocá-lo de costas e quando tiver acalmado, bata nos dois lados do colchão.

 

Estimulação da língua

Para familiarizar o seu bebé com a linguagem: fale com ele enquanto toma banho, alimenta ou brinca com ele.

Para reforçar a emissão sonora ou imitação através de gestos: imitar os sons que ele faz e fazer gestos para que ele a observe atentamente.

 

Estimulação visual

Seguimento e fixação: colocar brinuquedos ou telemóveis sobre o seu berço; mover objectos brilhantes de um lado para o outro, para cima e para baixo ou em círculos para que os siga.

 

Estimulação olfactiva

Para desenvolver o seu olfacto: colocar uma esponja impregnada de odores agradáveis debaixo do seu nariz, movê-la de um lado para o outro, de cima para baixo e passá-la por todo o seu corpo para que fique impregnada. Faça isto com um cheiro diferente todos os dias.

 

Estimulação auditiva

Atenção: apertar um guizo à sua frente e deixá-lo agarrá-lo, mover a mão de um lado para o outro e para cima e para baixo.

Para associar o ruído ao movimento: falar para um lado do seu rosto e depois para o outro.

 

Estimulação táctil

Percepção das mudanças de temperatura: massajar suavemente a pele do seu bebé com uma toalha mergulhada em água fria e depois em água quente.

Percepção de texturas: acariciá-lo nu com objectos de texturas diferentes, fazer-lhe cócegas e esfregar-lhe os pés.

 

Estimulação afectiva

Para fortalecer a relação pai-filho: acarinhar e falar carinhosamente com o seu filho, chamando-o sempre pelo nome.

 

O que é preciso ter em conta para estimular bem um bebé?

- Cada criança é diferente e os exercícios devem ser adaptados a elas. Cada criança tem o seu próprio ritmo de desenvolvimento.

- A criança não deve ser forçada, pois a estimulação deve ser uma experiência positiva para a criança.

- A melhor maneira de estimular a criança é brincar com ela. É também importante que a criança esteja confortável, tenha comido bem e se sinta bem.

 

Porque devo estimular o meu bebé?

Isto é muito importante para o desenvolvimento de um bebé, pois tem muitos benefícios, tais como:

- Fortalece a musculatura do recém-nascido.

- Atinge respostas mais rápidas a qualquer estímulo. Ajuda o bebé a reconhecer mais cedo as pessoas que lhe estão mais próximas.

- Ajuda o bebé a desenvolver a linguagem. Vai ajudá-lo a aprender a falar, bem como a desenvolver a linguagem corporal, o que também é muito importante.

- Aprende a interligação entre os acontecimentos e as consequências.

- Favorece a criação de laços emocionais entre pais e filhos.

Temos de ter em mente que é importante estimular o bebé desde o nascimento, mas estes exercícios de estimulação devem ser concebidos para a sua idade.  À medida que as crianças crescem, estes exercícios devem ser intensificados.


Glosario

Reflexo de moro

Definição:

Os braços são gentilmente elevados apenas para começar a remover o corpo da superfície. Os braços são então repentinamente soltos. O bebé pode apresentar uma aparência "assustada" e os braços abrem-se para os lados com as palmas para cima e os polegares flexionados. À medida que o reflexo termina, o bebé fecha novamente os braços, com os cotovelos flexionados, e então relaxa.

Sintomas:

Nenhum

Tratamento:

Este reflexo desaparece apenas ao longo dos primeiros 4 meses de vida.

Mahé, Véronique (2008), Los 100 primeros días del bebé, Barcelona, Robin Book.

Silveira, Dr. Manuel (2011), 50 cosas que debes saber sobre un recién nacido, Barcelona, Libros Cúpula.

Fe Andalucía, https://www.feandalucia.ccoo.es/docu/p5sd8727.pdf

Fecha de actualización: 22-01-2021

Redacción: Lola García-Amado

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×