Massagens para bebés: conheça todos os benefícios

Massagens para bebés: conheça todos os benefícios
Partillhar

Compartilhe momentos de ternura com o seu bebé. Dar-lhe uma massagem é a melhor maneira de o fazer relaxar e de desenvolver a sua psicomotricidade.


A massagem infantil é uma antiga tradição em muitas culturas do mundo, que foi re-descoberta à alguns anos no Ocidente. O amor, o carinho, as carícias e o afecto entre a criança e a sua família ou as pessoas que a rodeiam, tem um efeito positivo no seu desenvolvimento. Seguindo a linha da estimulação, a massagem infantil oferece numerosos benefícios, entre os quais, se destacam os seguintes: 

- Ajuda a regular e reforçar as funções respiratórias, aumentando o peso nos bebés (muito indicado, para os bebés prematuros), activa a circulação e melhora a massa muscular.

 

- Estimula o sistema nervoso central, impulsando o desenvolvimento dos sentidos, da psicomotricidade e das ligações neurónicas, bem como o sistema imunológico ao aumentar as células de defesa que destroem microorganismos em processos de infecções.

 

- Ajuda a regular as funções gastro-intestinais, solucionando as dores causadas pelas cólicas, gases e prisão de ventre.

 

- Fomenta a relaxação da criança, reduzindo o seu stress diário e favorece o sono. Seguindo técnicas específicas, ajuda-se o bebé a relaxar como resposta ao prazer das carícias.

 

- Converte-se num poderoso meio de comunicação com os pequenos, intensificando com eles a comunicação afectiva e não verbal.

 

No te puedes perder ...

Desenvolvimento da criança: dos 2 aos 3 anos

Desenvolvimento da criança: dos 2 aos 3 anos

Começa a temida etapa dos 2 anos onde a criança quer reafirmar a sua independência. Não irá parar durante o dia! A criança experimenta grandes mudanças intelectuais, emocionais e sociais que a ajudarão a explorar e a perceber o seu novo mundo. Será um período emocionante para pais e filhos.

- Além do mais, as massagens estimulam a formação de cálcio, evitam a prisão de ventre e estimulam a actividade locomotora da criança.


 

Como se deve fazer a massagem?

Primeiro tem que escolher um momento do dia, em que você e o seu filho estejam tranquilos e relaxados, como por exemplo depois do banho. Confira se a temperatura é agradável e adequada para o bebé. E, claro, antes de começar lave bem as mãos e tire os aneirs para não magoar a pele do bebé.

Os passos da massagem repetem-se 3 vezes e serão suaves.


 

 A cara

Começamos com os polegares sobre a cara, descendo desde a testa até queixo. Levar os dedos desde o centro atá ao exterior.


 

Os ombros e braços

Passam-se as mãos desde os ombros, descendo suavemente, com movimentos que vão rodeando o eixo do braço com toda a palma da mão, atá chegar aos pulsos.


 

As mãos

Com o polegar sobre a palma da mão do bebé vão-se fazendo círculos.


 

O peito e o abdômen

Com as duas mãos sobre o tronco do bebé vão-se fazendo círculos no sentido dos ponteiros do relógio.


 

As pernas e os pés

Nas pernas faz-se o mesmo movimento que nos braços, descendo desde os músculos até aos pés. Estes também se massajam com as mãos.


 

Costas

Realizem-se movimentos suaves desde os ombros até aos glúteos, desde a coluna ao exterior.


 

Toma nota…

- A massagem é indicada sempre que o bebé esteja saudável e predisposto.

 

- Nunca deve fazer uma massagem quando o bebé tenha febre, infecções ou, no geral, se está doente ou com alguma patología .

 

- Se o bebé chorar ou se sentir incómodo, não tentar forçar; deixe a massage para outra ocasião.

 

- As massagens são recomendadas a partir da segunda semana de vida do bebé ou mais tarde, nunca antes.

 

- Seja qual for a posição da massagem, tanto o bebé como a pessoa que estiver a massajar, têm que se sentir confortáveis. A eficácia da massagem também depende desta situação.

 
 
FONTES: Asunción Gil, massagista do Centro de Massagens Terapéutico QUIRÓS (Madrid,Espanha)
 

 



0 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
×


×
×
×
*/?>