Conselhos para evitar problemas após deixar de dar peito

Conselhos para evitar problemas após deixar de dar peito
compart

Mais cedo ou mais tarde chega o momento de deixar de amamentar. Para evitar complicações, tanto para o bebé como para a mãe, convém que este momento seja planificado a tempo e de forma progressiva. Mesmo assim, algumas mulheres podem ter dores e quistos sem grande importância mas que causam um grande desconforto.

Mais cedo ou mais tarde chega o momento de deixar de amamentar. Para evitar complicações, tanto para o bebé como para a mãe, convém que este momento seja planificado a tempo e de forma progressiva. Mesmo assim, algumas mulheres podem ter dores e quistos sem grande importância mas que causam um grande desconforto.

Método de desmame

- Elimine gradualmente as tomas do bebé para que o incómodo seja menor e ele não passe tanto tempo sem mamar como estava habituado. Por exemplo, se a criança mama seis vezes e se quer manter a primeira e a última (uma situação bastante habitual numa mãe que trabalhe) a ordem lógica será começar por eliminar a quinta, depois a segunda, a quarta e a terceira. Outra opção é observar qual é a toma que mais custa e que menos atenção o bebé dá para poder eliminá-la. Quando os bebés começam a ficar distraídos ou aborrecidos com o peito é uma boa fase para iniciar o desmame. Não se esqueça que é um processo que pode demorar alguns meses.

Problemas com a amamentação?

Problemas com a amamentação?

Resolva todas as suas dúvidas

Dar peito, para as mulheres que são mães pela primeira vez, é um grande mistério difícil de enfrentar, para além disso, se não o souber fazer correctamente vai pensar que o bebé não está a ser alimentado adequadamente. Saber qual é a melhor posição, a quantidade, o que deve comer ou não, o que fazer quando voltar ao trabalho … são muitas as inquietações que rodeiam este tema, no entanto, existe uma solução para todas elas.

- Reduza o tempo de cada amamentação. Por exemplo, se o bebé normalmente leva seis minutos a mamar tente passar para quatro. De acordo com a idade da criança complemente essa toma com suplementos ou alimentos que possa comer.

- Não se esqueça que não deve extrair o leite porque se continuar a fazê-lo o peito irá continuar a produzir leite. O objectivo é que os peitos tenham cada vez menos leite até que fiquem sem nada.

- Não deve tomar medicamentos para reduzir a produção de leite (a não ser que o médico recomende) pois podem ter efeitos adversos significativos. Tudo deve ter um processo natural.

- Não retire mais de uma toma de peito a cada cinco dias para que ambas as partes se adaptem mais facilmente à situação. No que diz respeito a mãe isto permite que a produção de leite vá diminuindo progressivamente.

Doenças relacionadas

Como já foi dito, o desmame é um processo gradual. Quanto mais tempo durar menos traumático será. Dessa forma, pouco a pouco o peito voltará à situação inicial, deixando de produzir leite e sem provocar problemas (ingurgitamento, obstrução ou mastite).

Se o desmame for feito de forma brusca deve prestar especial atenção aos peitos para procurar sinais anormais, tais como dor, vermelhão ou calor. No caso do peito ainda estar muito cheio tente retirar um pouco de leite, mas apenas o necessário para diminuir a pressão. Se começar a ficar com o peito vermelho e/ou com dor aplique um medicamento anti-inflamatório. Se tiver febre o melhor é consultar o médico. Se durante o desmame estes sintomas forem aparecendo é sinal de que está a fazê-lo muito rápido. Dê um pouco mais de tempo ao seu corpo.

Mesmo que se siga à risca os conselhos acima indicados é normal que as mulheres que param de amamentar sofram de mastite e de galactoceles.

Mastite: inflamação do peito. A infecção ou abcesso localiza-se numa área limitada e os principais sintomas são a dor localizada, o vermelhão, a pele irritada e o inchaço com o aumento da temperatura local. Se a infecção progredir pressione com cuidadosamente com os dedos para ver se existe pus ou outros fluidos.

Numa primeira fase a mastite pode ser curada com antibióticos e anti-inflamatórios. Se a doença evoluir para a forma de um abcesso este deve ser drenado. O tratamento cirúrgico consiste numa incisão transversal e semi-circular na zona de maior infecção. Isto para que seja possível drenar o pus, desbridar os tecidos fibrosos, remover os tecidos afectados, limpar a zona inflamada com uma solução anti-séptica e colocar um dreno. Os curativos terão se ser feitos diariamente.

- Galactoceles: é um quisto formado por retenção láctea. É causado pela formação cística nos ductos mamários (por onde sai o leite). Manifesta-se com o súbito aparecimento de um nódulo na mama, geralmente doloroso mas sem sinais de inflamação (calor, dureza), e desaparece de forma espontânea.

Em princípio não haverá necessidade de tratamento pois tem essa tendência natural de desaparecer por si mesmo. Mas em algumas situações, se houver dor, pode remover-se a formação cística.

Como combater a flacidez?

O facto do peito sofrer algumas alterações durante a gravidez e da amamentação faz com que os tecidos mamários percam a firmeza e provoca a aparição de estrias. Desta forma, é importante que cuide correctamente do peito durante e, essencialmente, após o período de amamentação, por exemplo, com tratamentos estéticos ou exercícios específicos.

- Exercício 1: Com a cabeça e as costas direitas, coloque as mãos atrás das costas e sem deixar cair os ombros para a frente estique os braços para cima e para trás. Aguente 10 segundos e depois relaxe.

- Exercício 2: Utilizando uma porta, coloque as mãos à altura dos ombros. Movimente a parte superior do corpo até sentir um alongamento cómodo. Mantenha o peito e a cabeça para cima, com os joelhos ligeiramente dobrados. Aguente 15 segundos e depois relaxe.

- Exercício 3: Sente-se colocando os braços ao lado do corpo de forma relaxada. Suba os ombros fazendo força. Aguente 5 segundo e depois descanse.

- Exercício com pesos. Realize os seguintes movimentos com cerca de meio quilo em cada mão: Com os braços ao lado do corpo levante os pesos levando os braços até à altura dos ombros. Faça séries de 15 repetições. Estenda os braços à frente do esterno. Dobre o braço e leve o peso até ao peito.

Para além disto, é essencial que todos os dias use cremes reafirmantes e anti-estrias para mais rapidamente reconquistar o corpo que tinha antes da gravidez.


0 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
×


×
Volver
×


×
×
×