Cólicas nos bebés: um verdadeiro pesadelo para muitos pais!

Cólicas nos bebés: um verdadeiro pesadelo para muitos pais!
Partillhar

Ao cair da tarde o seu recém-nascido começa a chorar sem parar durante horas. É sistemático e ao mesmo tempo irritante, mas o pior é que não há nada que acalme a criança. Está cansada e a ponto de perder toda a esperança acompanhando a criança no seu choro. O que será que está a acontecer?

Existem diversas circunstancias que afectam o bebé nos primeiros meses de vida que podem interferir na sua rotina, no seu sono … e em tudo! Apesar de todos os bebés chorarem e ficarem irrequietos de vez em quando, se o seu filho é saudável e se chora de forma prolongada e inconsolável entre duas a quatro horas seguidas o mais provável é que sofra das chamadas cólicas do lactente. Um transtorno que lhe causará incomodo e mal-estar impedindo que relaxe e durma.

Porque aparecem?

A sua natureza ainda é incerta. São muitas as teorias que os especialistas oferecem e quase todas podem coincidir no facto de se deverem à falta de amadurecimento do aparelho digestivo do recém-nascido. Talvez o estômago esteja submetido à tensão e o próprio choro o encha de ar, com os consequentes desconfortos. Outra teoria defende que as cólicas são provocadas pela alimentação com leite de fórmula e que é a alergia à proteína que a vaca. No entanto, também as crianças alimentadas com leite materno sofrem deste transtorno. Outros simplesmente atribuem as cólicas ao carácter do bebé. Seja qual for a causa, o único consolo é que rara a vez vai mais além dos quatro meses. Tenha paciência!

Medos e preocupações dos futuros papás, aprenda a ultrapassá-los

Medos e preocupações dos futuros papás, aprenda a ultrapassá-los

O simples facto de pegar o bebé ao colo pode ser motivo de preocupação para muitos futuros papás. Medo de fazê-lo mal e de magoar esse frágil bebé que passa o dia a dormir. Apesar de nas primeiras vezes não estar tranquilo, em pouco tempo irá perceber que o contacto com o seu filho é fundamental. Dessa forma, não tenha medo de mexer-lhe, beijá-lo ou de tê-lo nos braços tantas vezes quanto possa … isto para converter-se num pai nota 10.

Como reconhecer um bebé com cólicas

Os sintomas são vagos e imprecisos pelo que nem sempre é simples determinar se se trata de uma cólica ou não. Razão pela qual é necessário descartar outros motivos que possam estar a causar o mal-estar:

- Um bebé doente pode apresentar sintomas semelhantes aos das cólicas, mas possivelmente o seu apetite será afectado. Se a sua sucção é saudável e o apetite normal.

- Pode esticar o arquear as costas como se sentisse dores abdominais.

- Uma criança com cólicas pode regurgitar e expulsar pequenas quantidades de leite, mas se vomitar habitualmente e se perde peso vá ao pediatra.

- Os bebés que sofrem de cólicas gosta que lhes peguem ao colo e que os abracem, no entanto os bebés doentes não gosta que lhes toquem e peguem.

O que fazer

Cuidar de uma criança que sofra de cólicas pode ser frustrante e desesperante, mas infelizmente não se conhece nenhum tratamento que “cure” este transtorno mais que o tempo. Alguns remédios servem para uns bebés e são inúteis para outros. Experimente com diferentes formas para descobrir qual o alivia mais.

- Realizar movimentos rítmicos como caminhar com a criança nos braços ou num porta-bebés pode ajudar.

- Massaje-lhe suavemente o abdómen ou dê-lhe palmadinhas nas costas enquanto o segura com o antebraço contra o seu ombro.

- Deite o bebé de barriga para baixo sobre o seu colo, segure-lhe a cabeça e massaje suavemente as suas costas e as suas pernas.

- Massaje-lhe a barriga fazendo pequenos círculos. Se está demasiado tenso para tocar-lhe no momento do choro, acostume-se a dedicar uns minutos a esta rotina ao trocar-lhe a fralda. Pode ajudar a prevenir as cólicas!



 


0 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
×


×
×
×