Os ouvidos do bebé: cuidados de higiene!

Os ouvidos do bebé: cuidados de higiene!
Partillhar

A higiene dos ouvidos dos bebés é essencial para evitar infecções e problemas que possam prejudicar o desenvolvimento auditivo e da linguagem da criança.

O ouvido é um órgão muito importante mas ao mesmo tempo muito frágil e, por isso, tem de ser tratado com especial cuidado. A higiene do bebé é muito delicada, em especial a desta zona onde não é preciso uma limpeza muito profunda.

É normal que os ouvidos do bebé tenham cera abundante. Embora alguns dos pais possa ficar surpreendidos, esta é necessária para proteger o ouvido médio e interno das infecções externas. A cera deve ter um aspecto amarelado e pegajoso. Se assim não for pode indicar que o bebé padece de alguma infecção ou doença.

Frequentemente usamos as unhas para limpar o ouvido, o que pode tornar-se perigoso para a saúde auditiva. Outros utensílios igualmente familiares, como os cotonetes, podem ser a causa da formação de tampões ou perfurações do tímpano. No entanto, segundo um estudo sobre Hábitos de Higiene do Ouvido cerca de 93% das pessoas utilizam cotonetes para limpar os ouvidos e 69% da população está satisfeita com o uso dos mesmos. Paradoxalmente, cerca de 74% acreditam que os cotonetes podem contribuir para o aparecimento de problemas nos ouvidos.

Como prevenir as otites?

Se mantiver os ouvidos do seu bebé limpos e bem cuidados aumentará as possibilidades de evitar infecções, muito frequentes nas crianças pequenas.

Choro, sorrisos, gestos ... as expressões do bebé nos primeiros meses de vida

Choro, sorrisos, gestos ... as expressões do bebé nos primeiros meses de vida

Os gestos, o sorriso e as lágrimas são as únicas formas de expressão que um bebé apresenta até começar a falar. Desta maneira, saber diferenciar quando o bebé está a chorar porque tem fome de quando o bebé chora porque está com medo é essencial para cuidar dele. Para ajudar os pais nesta tarefa o Instituto do bebé Nuk desenvolveu uma Guia de expressão do bebé onde é feita uma análise das expressões faciais das crianças e dos diferentes padrões de choro dos mais pequenos.

- Para manter os seus ouvidos limpos basta passar a ponta de uma toalha ou de uma gaze humedecida pela exterior do ouvido, sem forçar e sem esquecer a parte das pregas atrás das orelhas.

- A zona interna do ouvido não se deve limpar com cotonetes nem se devem introduzir no conduto auditivo baixo objecto, já que podem produzir lesões na zona e/ou provocar inflamação.

- A cera dos ouvidos vai saindo sozinha, não deve tentar tirá-la com nada.

- Limpe as suas mucosidades com soro fisiológico ou com qualquer água salgada e limpe sem muita pressão.

- Evite que a criança apanhe correntes de ar, seque-lhe bem os ouvidos depois de dar-lhe banho e abrigue-lhe as orelhas quando saírem para um passeio de Inverno.

- Se a criança leva muitas vezes as mãos aos ouvidos e se chora muito é possível que sofra de uma infecção ou de uma inflamação.

- Pode utilizar um difusor de água do mar que permita limpar tanto o ouvido externo como o interno de forma delicada e segura. Recomenda-se aplicar a água marinha com propriedades terapêuticas 2 a 3 vezes por semana. O uso continuado destes difusores previne problemas auditivos, como os tampões de cera, e mantém os ouvidos saudáveis.

- Evite os ruídos fortes e a televisão ou a música muito altas, a sua audição é mais aguda e sensível que a das pessoas mais velhas e isso pode prejudicar a criança.

- Convém não manter os ouvidos do bebé debaixo de água, mas tamben nao acontecerá algo se lhes salpicar os ouvidos com um pouco de água.


0 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
×


×
×
×