• Buscar
Publicidad

Por que é que os recém-nascidos respiram agitados?

Por que é que os recém-nascidos respiram agitados?

A respiração dos recém-nascidos não é agitada, mas é muito mais rápida do que a das crianças ou dos adultos. Além disso, é muito irregular, pois há momentos em que é muito rápida e, no momento seguinte, calma, o que nos pode fazer pensar que está agitado ou que algo está errado com eles. Como podemos saber o que é normal e o que não é?

Publicidade

Índice

 

Até 3 meses, os bebés respiram mais depressa

O ritmo cardíaco dos bebés é muito mais rápido do que o dos adultos, estando entre 30 e 60 batimentos por minuto, em oposição aos 18 ou 20 para um adulto. Também ocorre assim com a sua respiração, por isso não deve ficar alarmada por ser muito mais rápida do que a sua, especialmente nos seus primeiros meses de vida. Assim, por volta dos 3 meses de idade, começam a regular a sua respiração e esta torna-se mais calma.

Entretanto, é também normal que os bebés tenham uma respiração irregular, ou seja, por vezes é muito rápida e por vezes muito silenciosa, tanto que os pais podem pensar que não estão a respirar. Mas normalmente, os bebés não param de respirar, há apenas momentos em que a sua respiração é tão suave e ténue que mal se consegue notar, é preciso aproximar muito o ouvido ou descansar a mão sobre o peito para sentir. Embora seja verdade que nos recém-nascidos, especialmente nos prematuros, pode haver pausas na respiração de cerca de 5 segundos.

 

Em que casos se deve consultar um médico?

No entanto, embora isto seja normal, há ocasiões em que a respiração do bebé pode ficar agitada, indicando um problema de saúde. Para saber se o seu filho está a respirar correctamente ou não, deve procurar os seguintes sinais:

- Se o seu filho deixar de respirar durante mais de 10 segundos enquanto dorme, tanto durante o dia como à noite, pode sofrer de apneias, uma condição perigosa porque dificulta que o oxigénio chegue ao cérebro. Neste caso, deve consultar o seu pediatra sobre o melhor tratamento a seguir. Lembre-se que os bebés podem ter pausas na sua respiração de cerca de 5 segundos. Isto é normal, especialmente em bebés prematuros. Só tem de se preocupar se a pausa durar mais de 10 segundos.

- Se notar que ele está a respirar rapidamente, tem dificuldade em respirar, ou está a esforçar-se em cada respiração, pode ter um problema respiratório. Neste caso, terá de fazer mais testes médicos para descobrir a causa.

- Assim que o seu bebé nascer, ele ou ela pode também ter a síndrome do desconforto respiratório do recém-nascido. Neste caso, notará que está a respirar mais rápido do que o habitual, a sua respiração é rápida e queixosa, e tem cianose (coloração azul) nas mãos e pés. Isto deve-se ao facto de o bebé não ter sido capaz de expelir todo o líquido amniótico nos seus pulmões durante o parto, pelo que este problema, também conhecido como angústia respiratória transitória do recém-nascido, ocorre. Esta condição resolve-se normalmente em poucas horas deixando o bebé descansar liagdo com oxigénio por um dispositivo especial.

- Existem outras doenças que podem causar problemas respiratórios, tais como asma, doença pulmonar crónica, bronquiolite, pneumonia, insuficiência cardíaca, taquipneia transitória do recém-nascido, etc. Nestes casos, para além da respiração rápida, notará outros sintomas que lhe darão a chave para saber se o seu bebé tem ou não um problema e deverá ir ao médico. Estes outros sinais são:

  • Cianose (coloração azulada das mãos e dos pés)
  • Aumento da taxa de respiração para mais de 70 respirações por minuto
  • Dificuldade em respirar
  • Grunhidos e ruídos persistentes no fim da respiraçã
  • Retracções nos músculos do peito e pescoço (ao respirar, entram e saem muito mais profundas do que o normal)
  • Problemas de alimentação ou falta de apetite
  • Letargia e sonolência anormal no bebé
  • Febre
  • Tosse seca devido a um bloqueio das vias respiratórias por muco, sinal de crupe, laringite ou traqueíte
  • Respiração rápida, tosse persistente e sons crepitantes
  • Sibilâncias ao respirar, uma espécie de assobio que se ouve quando respira, mesmo quando se põe a mão nas costas


Glosario

Cianose

Definição:

Coloração azul violeta da pele e das mucosas, sobretudo dos lábios, das mãos e dos pés. Deve-se a doenças cardíacas ou respiratórias graves.Nos recém-nascidos produz-se às vezes simplesmente se têm frio.

Sintomas:

Cor azulada da pele, dos lábios, das mãos e dos pés.

Tratamento:

Dependerá da causa da cianose.

Mahé, Véronique (2008), Los 100 primeros días del bebé, Barcelona, Robin Book.

Silveira, Dr. Manuel (2011), 50 cosas que debes saber sobre un recién nacido, Barcelona, Libros Cúpula.

Fecha de actualización: 21-12-2020

Redacción: Irene García

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×