• Buscar
Publicidad

Até que idade devem ir os bebés no sentido oposto ao da marcha?

Até que idade devem ir os bebés no sentido oposto ao da marcha?

Os regulamentos actuais permitem que as crianças possam ir sentadas para a frente com 9 quilos (cerca de 10 meses), mas as novas regras i-Size prolongam esta idade até aos 15 meses e com a recomendação de que estejam viradas para trás sempre que possível até aos 4 anos de idade.

Publicidade

Os acidentes de trânsito são a principal causa de morte infantil e todos os estudos afirmam que levar a criança no sentido oposto ao da marcha reduz até 80% o risco de que sofra um ferimento grave em caso de acidente.

Isto acontece porque os impactos mais graves são frontais e frontolaterais. Estes impactos, a uma velocidade relativamente reduzida como 50 km/h, supõem que 1 kg de peso seja multiplicado em caso de impacto. Uma criança de 20 kg, por exemplo, em caso de impacto a 50 km/h adquire um peso muito maior, com os riscos potenciais para a sua coluna vertebral, pescoço ou áreas macias como o abdómen.

Mas numa cadeira no sentido oposto ao da marcha, a força deste impacto é absorvida pelo apoio e laterais do assento, pelo que a criança, em vez de sair para a frente, com a cabeça seguindo uma trajectória não natural que lhe pode causar lesões graves, só será apertada contra a cadeira, diminuindo até o 80% dos possíveis danos.

Por essa razão, o novo regulamento europeu i-Size, que está a ser implantado em alguns países, estende a obrigação de levar as crianças no sentido oposto ao da marcha até aos 15 meses, independentemente do seu peso. Contudo, embora isto seja obrigatório para as novas cadeiras (as antigas ainda podem ser utilizadas). Os peritos recomendan que as crianças fiqum no carro viradas para tras até aos 4 anos de idade ou mesmo até aos 7 anos se for possível. Isto já é uma prática comum em países como a Suécia, onde os números de mortes e ferimentos de crianças em acidentes de trânsito são muito baixos.

Muitos pais pensam que a criança ficará com mais tontura se estiver sentada de costas, aborrecida ou desconfortável, mas é preciso ter em mente que estas cadeiras estão preparadas para que as suas pernas encaixem perfeitamente e sejam confortáveis e, a partir de uma idade, para se flectar, o que é melhor para a sua circulação do que ficar com as pernas penduradas. Além disso, pode colocar uma televisão para o entreter ou pode cantar ou contar histórias do mesmo modo se for para a frente que se for no sentido oposto ao da marcha.

Por conseguinte, não procure desculpas e pense na segurança do seu filho no momento da compra da cadeira. Existem cadeirinhas dos grupos 0, 1 e 2 voltados para trás que podem ser utilizados desde que é um recém-nascido até aos 4 anos de idade ou mais, escolha uma destas.

E, se já tiver uma cadeira e for do grupo 0+, lembre-se que pode utilizá-la até o bebé ter 13 quilos (aproximadamente 2 anos de idade). A posição mais segura é virada para tras.   

À medida que crescem, o seu pescoço fica mais forte e os acidentes frontais os afectam menos, por isso não mude prematuramente de cadeirinha e fique-a virada para trás o máximo de tempo possível ou compre uma nova que lhe dure até aos 4 anos de idade.


Fecha de actualización: 07-05-2021

Redacción: Irene García

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×