Saiba o que fazer se o seu bebé sofrer um acidente

Saiba o que fazer se o seu bebé sofrer um acidente
Partillhar

As crianças passam o dia a cair: fazem vários arranhões enquanto brincam, torcem os pés enquanto correm atrás de uma bola … Muitas vezes é necessário ir ao médico, mas existem algumas situações nas quais poder ser você mesma a fazer o curativo ao seu filho sem ter de recorrer às Urgências.

- Perante qualquer tipo de ferida a primeira coisa a fazer é, com as mãos bem limpas, controlar a hemorragia. Para isso, deve colocar uma gaze esterilizada sobre ela e pressionar até que pare de sangrar. Não deve usar algodão, pois pode ficar pegado à ferida. Uma vez que a hemorragia parou, lave bem a ferida com água e sabão ou com água oxigenada. Se a ferida não é extensa, deixe-a ao ar. Se os bordes da ferida estão muito separados terá que ir ao médico para que esta seja cozida.

Se existirem corpos estranhos na ferida (como cristais, pedras, etc.) deve tentar extraí-los com uma pinça – sempre que sejam pequenos – tirando no mesmo sentido pelo que entraram, deve desinfectar a ferida com um anti-séptico e cobri-la com uma gaze limpa.

- Se a criança sangrar do nariz (epistaxis) deve colocá-la sentada ligeiramente inclinada para a frente para que o sangue caia no chão, já que se for para o estômago podem formar coágulos que produzem vómitos sanguinolentos. Comprima a narina que está a sangra durante 4-5 minutos. Se a hemorragia persistir, pode fazer um tampão com uma gaze humedecida, formando pregas que introduzirá na fossa nasal.  

Agressividade infantil, o que fazer com o meu filho?

Agressividade infantil, o que fazer com o meu filho?

Todas as crianças podem ter, a partir do primeiro ano de idade, momentos ou ataques de agressividade que juntamente com os impulsos contrários, ou seja, de carinho e amor, são a primeira bagagem emocional que trazem ao nascer. São reacções adaptativas e inclusive necessárias para a sobrevivência e para o desenvolvimento normal  e devem ser "vividas" pela própria criança. O problema surge quando essa agressividade se mantém no tempo, converte-se na forma habitual de resolver os seus conflitos, de chamar à atenção ou de conseguir o que quer.

- No caso de torceduras deve manter repouso pelo menos durante as 72 horas seguintes e não mexer a zona. Deve-se aplicar frio para aliviar a tumefacção e diminuir a dor (cerca de 20 minutos várias vezes por dia). Para além disso, comprimir a zona com uma ligadura e elevar o pé acima do coração. Se doer muito, pode administra-se um analgésico.  

- No caso de uma queimadura leve, recomenda-se colocar a zona afectada debaixo de uma torneira de água fria durante cerca de 10 minutos para acalmar a dor, depois deve cobrir com uma gaze esterilizada para evitar uma infecção e não aplique nenhuma pomada, deixe que se cure sozinha. Se aparecerem bolhas, nunca de rebentá-las. Se for uma queimadura grave, das denominadas de terceiro grau, não se deve retirar a roupa nem aplicar anti-sépticos, pomadas ou cremes e, por pressuposto, nunca rebente as bolhas. Há que colocar uma gaze limpa para que não infecte e ir imediatamente para o hospital.

- Se a criança sofre uma intoxicação com um medicamento ou com algum produto de limpeza, primeiro deve averiguar com que produto e que dose foi ingerida. Se a criança está consciente, tente provocar-lhe o vómito e ligue para o 112 para seguir as suas instruções. Se o seu filho está em estado sonolento, coloque-o na posição lateral de segurança e vá ao médico levando o produto que foi ingerido. Se a intoxicação se produzir por inalação de algum gás tóxico, retire a criança da atmosfera contaminada e leve-a para ar livre. Se está consciente e se respira, coloque-a na posição lateral de lateral de segurança até que o médico chegue. Se não respira leve a cabo manobras de reanimação.

- Se o seu filho colocou um objecto no nariz (um brinquedo pequeno, comida, etc.), na parte anterior da fossa nasal, tape com um dedo a outra fossa e diga-lhe que encha o peito de ar e que o deite fora, com toda a força, pela fossa nasal obstruída para tentar que o objecto saia. Se isto não resultar ou se o objecto está muito para dentro não tente tirá-lo pois poderá introduzi-lo mais ainda. Vá às urgências e diga à criança para respirar pela boca.



 


0 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
×


×
×
×