• Buscar
Publicidad

A história do pai natal

Enviado por psantos

Publicidade

Era Inverno e a aldeia estava cheia de neve. Quase todas as casas tinham as lareiras acesas.

As pessoas que viviam na aldeia eram pobres, pelo que as crianças não tinham brinquedos nem prendas com as quais pudessem brincar.

Um homem de idade, com uma grande barba branca e barrigudo, que andava a passear pela aldeia cruzou-se com algumas crianças tristes e descontentes porque não tinham brinquedos com os quais brincar. Quando esse senhor regressou à sua humilde casa disse à sua mulher:

- Sabes, estou muito triste por todas as crianças da nossa aldeia!

- Porquê? – perguntou a mulher.

- Porque não têm nenhum brinquedo para brincarem, nem jogos com os quais se possam divertir.

- Temos de fazer alguma coisa! – exclamou a mulher.

- Tens razão! – disse o marido.

Os dois pensaram, pensaram, mas nenhum chegou a uma conclusão até que o marido disse:

- Tenho uma ideia!

- Que ideia é essa? – perguntou a sua mulher entusiasmada.

- Vou fabricar brinquedos para os meninos e meninas da nossa aldeia.

- Que boa ideia!

O homem procurou madeira, barro, plástico e outras coisas que podia transformar. Com a ajuda da sua mulher começou a fabricar brinquedos simples. Foi então quando a sua mulher teve uma ideia:

- Acho que devias arranjar um disfarce!

- Tens toda a razão, já me ocorreu uma coisa …

- Ai sim? O que foi então?

- Vou-me vestir de vermelho e como estamos no Natal podia ir de … Pai … Natal!

E assim foi … chegou a noite de Natal e qualquer coisa de especial aconteceu!

Seis veados estavam à porta do humilde casal e, então, o senhor teve outra ideia:

- Com um velho trenó de madeira, eu posso atar os veados com as correias do trenó e eles podiam transportar-me.

- Só tu para teres estas ideias maravilhosas! – exclamou a mulher.

O homem fez aquilo que tinha prometido e tudo correu na perfeição.

Nessa noite de Natal o humilde velhote de barba branca foi um excelente Pai Natal.

No dia seguinte todas as crianças estavam felizes e contentes com os seus brinquedos novos.

O casal feliz passeava pela aldeia, observando as crianças a brincarem e a divertirem-se felizes. Então a mulher disse:

- É fantástico, temos de fazer isto nos próximos anos!

Publicidade

¿Queres publicar um conto?

Cada vez que publiques un cuento en TodoPapás, podrás descargarte uno de los e-Books de la Colección TodoPapás ¡Gratis!

Publicar conto
Colección de libros TodoPapás
Publicidade
×