A alimentação e o sono, aprenda a conciliar as duas coisas!

A alimentação e o sono, aprenda a conciliar as duas coisas!
Partillhar

Em algumas ocasiões a hora de dormir converte-se num verdadeiro pesadelo para muitas crianças que não conseguem conciliar o sono. Se para além disso a alimentação também não for adequada, dormir será ainda mais difícil. Dessa forma, oferecemos-lhe uma série de alimentos para que a criança possa dormir melhor.

Transtornos do sono nas crianças

Os transtornos do sono infantis manifestam-se de diversas maneiras dependendo da idade, residindo o problema basicamente no medo do escuro e de ficarem sem a protecção dos pais. Por isso, é necessário criar uma rotina, deitando a criança sozinha, à mesma hora, quando todavia está acordado e no mesmo lugar. Entre as principais causas destes problemas nocturnos deve destacar-se principalmente:

- Factores físicos como a tosse, fazer chichi na cama, obstipação, doenças …

- Factores psicológicos, como o medo do escuro, a separação dos pais, pesadelos, etc. Os pesadelos podem começar por volta dos dois anos, embora sejam mais comuns em crianças dos três aos seis anos de idade. Em alteração, os medos nocturnos surgem entre os 4 e os doze anos, mostrando-se a criança muito agitada, chora, grita e percebe que está angustiada. Estes diferenciam-se dos pesadelos, já que estes produzem-se frequentemente ao fim da noite, podendo o pequeno contar o que viveu durante o sono.

- Nutrição: Tanto os alimentos como a forma como os tomamos influenciam consideravelmente o sono. Dessa forma, quando uma criança tem alguns destes problemas para dormir, é necessário evitar aqueles alimentos que aumentem a sua resistência ao sono.

A alimentação das crianças na escola

A alimentação das crianças na escola

São milhares as crianças na idade escolar que utilizam os serviços do refeitório. Por isso, este deve servir como marco educativo para que as novas gerações aprendam e adquiram hábitos de vida e atitudes saudáveis. E ao mesmo tempo, o menu deve garantir-lhes uma alimentação saudável e equilibrada que favoreça a sua saúde, o seu crescimento e desenvolvimento.

Qual é a alimentação apropriada para dormir bem?

Tanto a alimentação como os hábitos alimentares inadequados podem converter-se na raiz dos problemas e transtornos do sono. Por isso, devido à importância que o facto de se dormir bem tem para a nossa saúde, é necessário que o sono não seja afectado por factores exteriores como podem ser os excessos ou erros alimentares:

- Se a criança tem problemas para dormir, é um bom momento para alterar a sua alimentação e a do resto da família, incluindo mais frutas e verduras.

- Ofereça-lhe jantares suaves, dando mais importância ao pequeno-almoço e ao almoço.

- Os extremos nunca são bons: um jantar muito abundante dificultará o inicio e a continuação do sono, enquanto deitar-se com o estômago vazio fará com que acorde com fome.

- Os pratos com muitas especiarias aumentam a temperatura corporal, pelo que custa mais a dormir.

- Os hidratos de carbono complexos, como as batatas, a abóbora, o arroz, a massa … são benéficos contra os problemas de sono.

- O triptófano é um aminoácido essência e necessário para a formação de melatonina e serotonina, implicada na regulação do ânimo, do apetite e do sono, neurotransmissores que participam no ciclo do sono. Este aminoácido encontra-se em alimentos como o leite, as bananas, a carne, o peixe, etc.

- Não deite a criança assim que esta acabar de jantar.

- As vitaminas, em especial a B1 e a B6, ocupam um papel relevante no bom funcionamento do sistema nervoso, pelo que são recomendados para se dormir bem. Estas podem encontrar-se no pão integral, nos frutos secos, etc.

- O cálcio e o magnésio permitem as conexões nervosas, pelo que se o seu aporte é suficiente a criança dormirá melhor e descansará mais. Para dar cálcio à criança, é aconselhável oferecer-lhe um copo de leite antes de dormir, enquanto o magnésio pode encontrar-se em frutos secos naturais, saladas ou verduras de folhas, alimentos integrais, etc.

- Os alimentos ricos em hidratos de carbono e açúcares provocam uma sensação de sonolência depois de consumidos.

- Evite dar-lhe alimentos doces antes de dormir, já que aumentam a glicemia dificultando o sono. Para além disso, quando esta baixar a criança pode ter hipoglicemia, o que fará com que acorde.

- O peru é ideal para o jantar, já que contém uma substância que actua como anti-depressivo no cérebro e converte-se em serotonina, um neurotransmissor que provoca sono.

- Evite que tome refrescos e, sobretudo, cafeína.

- A combinação de leite e cereais é muito aconselhável para tomar antes de dormir. Os cereais são fonte de hidratos de carbono, excelentes indutores do sono, de absorção lenta que garantirá uma paulatina libertação de açúcares no sangue. Por seu lado, o efeito de um copo de leite na hora de dormir deve-se ao seu conteúdo em triptófano.

- Entre os alimentos que favorecem o sono, podemos destacar: a batata, o arroz, a soja, a massa, os guisados, o tomate, a veia, etc.

- Dessa forma, é necessário evitar os alimentos altos em proteínas ou açúcares, já que fazem com que o corpo permaneça alerta, especialmente se são consumidos sozinhos.

 


0 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
×


×
×
×