Alimentação de Verão

Alimentação de Verão
Partillhar

O verão traz consigo alterações na rotina das crianças e estas mudanças repercutem inevitavelmente na nutrição infantil, seja pela desordem do novo horário, seja pelas novas apetências dos mais pequenos. Embora exista a ideia de que as férias de Verão são um período para a liberdade alimentar e estão associadas a um certo descontrolo e permissividade, as crianças necessitam continuar com uma alimentação equilibrada. O facto de nesta época o organismo necessitar de menos aporte calórico, não significa que se deva comer menos, mas significa sim seguir uma dieta distinta.

 

Conselhos para o Verão

- O mais importante nas épocas de mais calor é evitar a desidratação, pelo que todos os alimentos devem ter um elevado conteúdo de água na sua composição. A grande variedade de fruta que nos oferece o Verão torna difícil resistir-se a elas. Tal como as verduras, a fruta é uma fonte fundamental de vitaminas, minerais e fibras. Uma boa forma de aproveitar todas as propriedades nutritivas é prepará-las como saladas de frutas, sumos ou batidos com leite frio.

- Beber água em quantidades suficientes para manter uma correcta hidratação durante os calorosos meses de Verão. As crianças devem procurar receber esta atenção, pois são especialmente sensíveis aos golpes de calor.

- Evitar comidas muito gordas ou pesadas que dificultem a digestão. O seu consumo não deve passar os 30% do consumo diário da criança.

A alimentação das crianças na escola

A alimentação das crianças na escola

São milhares as crianças na idade escolar que utilizam os serviços do refeitório. Por isso, este deve servir como marco educativo para que as novas gerações aprendam e adquiram hábitos de vida e atitudes saudáveis. E ao mesmo tempo, o menu deve garantir-lhes uma alimentação saudável e equilibrada que favoreça a sua saúde, o seu crescimento e desenvolvimento.

- A maior parte do aporte nutritivo deverá realizar-se através dos hidratos de carbono, que devem supor uns 50 a 60% e que se encontram concentrados nas massas, no arroz, no pão, nos cereais, nas farinhas, nos legumes, nos frutos secos, etc.

- Começar o dia com um bom pequeno-almoço, baseado em cereais, leite, sumo de frutas, etc.

- Não deve esquecer o lanche durante as férias, pois é tão importante como o pequeno-almoço.

Horários, também no Verão

O novo horário das férias não deve impedir um equilíbrio nas horas para se comer. Para além disso, por estar de férias não deve abusar dos gelados, da comida rápida, das guloseimas, etc. Mesmo no Verão mantenha uma alimentação cuidada, tanto os pais como as suas crianças.

Precauções

As doenças mais comuns associadas à alimentação no Verão podem ser as intoxicações geralmente acompanhadas de vómitos e diarreias. As altas temperaturas nesta época do ano favorecem o crescimento de germes e o desenvolvimento de bactérias nos alimentos, causadores das ditas intoxicações. Para evitá-los devemos ter especial cuidado com o que ingerimos e tomar uma série de precauções básicas, se não queremos passar as férias no hospital:

- Armazenar os alimentos tapados e refrigerados, especialmente se estão cozinhados.

- Lavar muito bem as frutas e verduras se são para serem comidas frescas.

- A água deve ser mineral, fresca e engarrafada. Muitas das diarreias são devido à água de outras zonas, às quais as pessoas não estão acostumadas.

- Os alimentos que têm mais facilidade de contaminação, como o ovo, a maionese, etc., devem ser ingeridos no momento em que são cozinhadas.

- Se vai viajar para o estrangeiro deve prestar especial atenção aos alimentos e não provar comidas tóxicas que podem causar transtornos gastrointestinais.

Não esquecer que …

Marta de Miguel, licenciada em farmácia e assessora em nutrição e dietética, afirma que “Depois de se comer começa sempre o processo de digestão. Dessa forma, não é aconselhável que nesse período se exponha a variações bruscas de temperatura. Assim, evitamos paragens de digestão que vêm acompanhadas de vómitos, enjoos, cólicas, cãibras e até perdas de memória. O tempo que se recomenda esperar antes de tomar banho é de uma hora e meia a duas horas. Para calcular este tempo há que ter em conta a quantidade de alimentos ingeridos, já que nem todas os alimentos tardam o mesmo tempo a fazer a digestão, por exemplo, uma comida muito gorda tarda mais em digerir-se que uma comida base, por exemplo, de proteínas e hidratos de carbono”.

Receitas para combater o calor

Batido de morango

250gr de morangos

125ml de leite muito frio

1 iogurte de morango

2 colheres de sopa de açúcar

1 taça com gelo (opcional)

Introduza todos os ingredientes, menos o gelo, na trituradora e bata tudo muito bem. Se a sua trituradora pica gelo, junte-o e triture até que fique um creme consistente. Sirva em copos com palhinhas. Pode trocar os morangos por outras frutas ou juntar várias e fazer um batido rico de frutas variadas.

Cocktail de Verão

100gr de morangos

50gr de ananás

50gr de kiwi

1 laranja

Tire a casca do ananás, do kiwi e da laranja. Corte todos os ingredientes e sirva bem fresquinho para enfrentar os dias de mais calor.

Gelado de iogurte e chocolate

5 iogurtes naturais

100ml de leite

125gr de açúcar amarelo

65gr de cacau em pó

25gr de chocolate

1 colher de baunilha em pó

Aqueça em banho-maria o leite, o cacau, o chocolate ralado e o açúcar. Uma vez dissolvido deixe arrefecer e junte a baunilha. Num recipiente à parte, bata o iogurte e junte lentamente a mistura anterior até que fique uma mistura homogénea. Passe a mistura para um recipiente metálico, tape-o e meta-o no congelador durante meia hora. Tire-o do congelador e bata-o com uma batedeira. Volte a colocar no congelador durante meia hora. Repita a operação mais duas vezes e depois deixe-o no congelador até à hora de ser servido.


0 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
×


×
×
×