• Buscar
Publicidad

Um bom pequeno almoço para as crianças

Um bom pequeno almoço para as crianças

Vários estudos realizados nos últimos anos têm mostrado uma verdadeira relação entre o pequeno-almoço e o rendimento físico e intelectual dos mais jovens.

Publicidade

Todos sabemos que o facto de não se tomar o pequeno-almoço afecta a capacidade cognitiva de uma pessoa. Pelo contrário, ingerir um pequeno-almoço correcto tem efeitos benéficos na memória e na capacidade de concentração. Além disso a falta de um bom pequeno almoço pode provocar a necessidade de uma ingestão excessiva de alimentos à hora de almoço, isto conduz ao que podemos chamar de maus hábitos de alimentares.  

O pequeno-almoço é a primeira refeição do dia e deve representar aproximadamente 25% da ingestão energética diária.

A composição nutricional recomendada é aquela que proporciona uma boa quantidade de energia, hidratos de carbono, cálcio, vitaminas e fibras.

Desta forma, o pequeno-almoço ideal deve ser constituído por:

- Lácteos: ajudam a cobrir as necessidades diárias de cálcio e, para além disso, são uma boa fonte de proteínas.  

- Cereais: fornecem a energia necessária.

- Fruta: facilita a utilização da energia e ainda é uma boa fonte de fibra e vitaminas.

Portanto, é importante ensinarmos os nossos filhos a tomar um pequeno almoço correcto.

A infância é a fase da vida em que eles começam a definir os hábitos alimentares. Assim, uma educação nutricional adequada traz benefícios, não só a curto prazo, mas também fornece as bases para se gozar de uma vida saudável e com qualidade na adolescência e mais tarde na idade adulta.


Fecha de actualización: 14-04-2010

Redacción: Irene García

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×