• Buscar
Publicidad

O que é bom para a dor de dentes nas crianças?

O que é bom para a dor de dentes nas crianças?

Há várias razões pelas quais os dentes do seu filho podem doer, mas o importante é que saiba como ajudá-lo com este desconforto. Sabe o que é bom para a dor de dentes das crianças?

Publicidade

Índice

 

Qual é a causa mais comum da dor de dentes de uma criança?

Antes de os dentes do seu bebé chegarem, tem de ter cuidado com a sua boca. A dentição não é um sinal para começar a cuidar da boca do seu filho, mas tem de cuidar da sua higiene oral desde o nascimento.

Os dentes da criança, mesmo que sejam dentes de leite, precisam dos mesmos cuidados que quando fazem parte dos dentes permanentes, uma vez que se trata de manter uma boa higiene e saúde.

A causa mais comum de dor de dentes numa criança é uma cárie, mas nem sempre é o caso, pelo que é necessário apoiar a criança na sua higiene para descobrir se pode ser este ou outro problema.

Uma causa comum de dor de dentes é a dentição, por isso é necessário saber mais sobre quando estes dentes saem.

Alguns bebés vêm a este mundo com um ou mais dentes na boca, o que é totalmente normal, embora raramente visto, pelo que não podemos realmente colocar uma data fixa para este evento no seu desenvolvimento.

É por volta dos 5 meses de idade que a maioria dos bebés começa a experimentar esta fase. Os primeiros dentes de bebé a entrar são os incisivos.

Quando um bebé tiver 12 meses de idade já terá experimentado a saída dos seus primeiros dentes, por isso quando tiver quase três anos de idade já terá todos os seus dentes de leite.

Quando a criança tiver 5 ou 6 anos de idade, notará que os seus dentes estão a soltar-se, uma vez que é tempo de os dentes permanentes começarem a sair.

Só quando uma pessoa se torna adulta é que os dentes do siso se tornam visualmente presentes, embora comecem a desenvolver-se mais cedo.

 

Existem outras razões pelas que os dentes do meu filho possam doer?

Algumas das razões pelas quais o seu filho pode ter dores de dentes são as seguintes:

- Algumas infecções: estas são causadas por bactérias e outros elementos, estes são geralmente sensíveis aos antibióticos. Se isto não for tratado a tempo, a infecção pode alastrar e requerer a ajuda de um cirurgião. Quanto mais cedo for diagnosticado o seu filho, mais fácil será lidar com esta infecção.

- Cáries: este é um dos problemas de saúde mais comuns a nível mundial, tanto em crianças como em adultos. Deve ser tratado o mais rapidamente possível porque se ficar fora de controlo pode atingir as camadas mais profundas do dente. Recomenda-se mesmo ir ao dentista mesmo que se trate de dentes de leite, porque as cáries podem espalhar-se até aos dentes seguintes. Isto pode levar à perda de dentes. Para prevenir a cárie dentária, visite regularmente o seu dentista, escove os dentes frequentemente, e inclua o fio dental na sua rotina de higiene dentária.

- Doença das gengivas: também chamada doença periodontal, isto deve-se a uma falta de equilíbrio entre as bactérias que vivem na nossa boca e também a placa bacteriana. Existem numerosas doenças gengivais, todas elas perigosas e para as quais a criança deve procurar ajuda profissional. Estas doenças são geralmente detectadas a olho nu, por isso se detectar qualquer alteração nas gengivas deve consultar o profissional o mais rapidamente possível. Se não for tratada a tempo, pode ocorrer sangramento e mesmo perda de dentes.

- Bruxismo: isto é ranger os dantes. Neste caso a forma ideal de parar a dor na boca é com uma tala de silicone ou uma placa relaxante. O bruxismo pode produzir desgaste nos dentes e, como consequência, fraqueza nos mesmos. É normalmente condicionado a situações de stress para a criança. A tensão que se acumula costuma transformá-la desta forma.

- Mordida anormal: neste caso, teremos de levar o nosso filho a um ortodontista que irá avaliar o seu caso. A mordida anormal pode ser produzida por diferentes causas, tais como diferenças de tamanho entre o maxilar superior e inferior, maus hábitos na infância (tais como chupar o polegar), falta de dentes à criança ou devido a um golpe ou fractura. É importante levar a criança ao especialista o mais cedo possível, porque isto pode causar efeitos mais graves, tais como apinhamento dentário, problemas de mastigação, problemas respiratórios, problemas de fala e pode levar ao bruxismo. Há também uma componente estética que pode afectar a auto-estima da criança.

Assim que notar que o seu filho começa a apresentar esta dor, é necessário levá-lo ao dentista especialista para recomendar o melhor para o cuidado dos dentes do seu pequeno.

 

O que é bom para a dor de dentes do meu filho?

Esta dor é normalmente uma das mais desconfortáveis que uma pessoa pode sentir, e pode mesmo causar outros sintomas como febre ou dor de cabeça, por isso é necessário saber o que é bom para o desconforto do seu filho. Aqui estão algumas dicas:

- Dê sal ao seu filho. O sal tem propriedades anti-sépticas e pode aliviar a dor de dentes. É bom colocar uma colher cheia de sal num copo de água para que o seu filho possa gargarejar com ela.

- Dê alho. O alho é conhecido pela sua propriedade anti-inflamatória, pelo que pode cortá-lo em pedaços e colocá-lo junto ao dente que lhe dói.

- Chá preto. O chá preto pode actuar como analgésico e aliviar este desconforto.

- Arrefecer a área. Por vezes é necessário arrefecer a área que está inflamada, no caso de isto acontecer. Colocar uma compressa fria no exterior da área afectada.

- Colocar-lhe água oxigenada. Aplicar peróxido de hidrogénio a uma bola de algodão e depois colocá-la sobre o dente que dói.


Glosario

Doença periodontal

Definição:

A doença periodontal é uma doença que afecta as gengivas e a estrutura de suporte dos dentes. A bactéria presente na placa causa a doença periodontal. Se não se retira, cuidadosamente, todos os dias com a escova e o fio dental, a placa endurece converte-se numa substância dura e porosa. As toxinas, que se produzem pela bactéria na placa, irritam as gengivas. Ao permanecer no seu lugar, as toxinas fazem com as gengivas se desprendam dos dentes e se formem bolsas periodontais, as quais se enchem de más toxinas e de bactérias. Conforme a doença avança, as bolsas extendem-se e a placa penetra mais e mais até que o osso que sustem o dente se destrua. Eventualmente, o dente cairá ou necessitará de ser extraído. Pode dar lugar a uma gingivite ou a uma periodontite.

Sintomas:

Gengivas fracas, inflamadas ou vermelhas. Sangramento ao escovar os dentes ou ao passar o fio dental. Gengivas que se desprendem dos dentes. Dentes falsos ou separados. Pus entre a gengiva e o dente. Mau estar contínuo. Alteração na forma como os dentes se encaixam. Alteração no ajuste das dentaduras parciais. 

Tratamento:

Recomposição dos tecidos, limpeza da zona e, se for necessário, extracção do dente.

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×