Exercícios para as crianças

Exercícios para as crianças
Partillhar

A infância é a fase ideal para começar a promover o desporto pois é nesta altura que as crianças têm mais vitalidade, força e motivação para fazê-lo. Todas as crianças gostam de pular, de correr, de saltar … Um desporto é a actividade perfeita para que elas possam canalizar esta energia com disciplina e de forma a desenvolverem as suas capacidades físicas e mentais. E claro, divertirem-se!

Benefícios do desporto

- Ajuda a manter o peso e a evitar a obesidade;

- Aumenta o nível de colesterol bom e diminui os triglicéridos;

- Melhora a agilidade, a força, os reflexos, a velocidade e aumenta e fortalece a resistência;

- Reduz a ansiedade e a depressão;

- Aumenta a auto-estima;

- Ajuda a tomar consciência dos cuidados que se devem ter com o corpo;

- Fortalece os músculos e os ossos;

- Pode ajudar a corrigir problemas físicos;

- Ensina a seguir regras;

Os animais de estimação e as crianças!

Os animais de estimação e as crianças!

 

Ter um animal de estimação em casa pode ser bom tanto para as crianças como para as famílias em diferentes aspectos, mas também pode originar certos riscos, como as alergias ou as infecções. Tome nota das regras para desfrutar ao máximo da convivência com um animal de estimação.

 

 

- Ajuda na relação com outros;

- Ajuda a ingressar na sociedade, tornando as pessoas menos individuais;

- Promove a criação e regularização de hábitos;

- Ajuda a coordenar os movimentos;

- Estimula a higiene e a saúde;

- Ajuda a dormir melhor e a lidar com os pequenos desafios do dia-a-dia.

São imensos os benéficos de se fazer um desporto. Contudo, as crianças devem, acima de tudo, divertir-se a fazê-lo.

Apesar das vantagens resultantes de se praticar exercício físico na infância há que ter muitas precauções com os possíveis efeitos negativos: posturas incorrectas, cargas excessivas. Por isso é muito importante que o desporto seja supervisionado e seja ensinado por professores especializados capazes de adaptar a actividade física de acordo com a idade e a condição física dos mais pequenos.  Tudo isto para evitar que possam surgir efeitos negativos no desenvolvimento da criança.

O desporto preferido da criança

A partir dos cincos anos é aconselhável que a criança pratique vários desportos - um individual e outro em grupo. Deve escolher as opções que mais agradarem à criança e as que fiquem mais perto de casa para que não percam muito tempo no trânsito. A criança deve ainda ter tempo para fazer os trabalhos de casa ou simplesmente para brincar no quintal.

O atletismo ou a natação podem ser uma boa opção para as crianças muito irrequietas. Para as mais perfeccionistas são recomendados os desportos individuais como a ginástica, o ténis ou as artes marciais. Os desportos que envolvem algum risco (boxe, rugby ou esqui aquático) não são recomendáveis aos mais novos.

As crianças entre os cinco e os onze anos têm uma boa flexibilidade, músculos fracos, pouca concentração mental e muita mobilidade. Durante esta etapa as crianças brincam muito e devem fazê-lo sem pressões.

Até agora, os desportos mais recomendados eram a natação e a dança. No entanto, com cinco ou seis anos já podem iniciar a prática de muitas outras actividades:

- Futebol e basquete: Estes desportos de grupo são altamente recomendáveis, pois ajudam a desenvolver a velocidade, a resistência, a coordenação de movimentos, as regras, o respeito pelos adversários e o trabalho em equipa. Para além disso, são actividades muto divertidas e que quase todas as crianças gostam de jogar. Até aos onze anos as crianças devem praticar este desporto mas ainda não como competição. A partir dos doze anos já podem começar a participar em competições infantis. No caso do futebol devem fazer jogos mais curtos, com uma bola especial e com um campo mais pequeno.

- Ténis: Ajuda o seu filho a aumentar o espírito de superação. Também ajuda a desenvolver as capacidades psicomotoras, a coordenação, a força e os reflexos. No inicio convém começar de uma forma suave: 30 minutos, dois dias por semana.

- Judo e Karaté: Estes são desportos de combate que desenvolvem a força, a flexibilidade e o equilíbrio. Permitem às crianças hiperactivas canalizarem a sua energia e agressividade. Para além disso, ainda ajuda as crianças a defenderem-se pois aumentam a confiança e segurança de uma pessoa. Estas actividades promovem a disciplina e o respeito pelo adversário. Até aos doze anos devem ser apenas praticadas por diversão pois são desportos muito duros.

- Atletismo: É um desporto muito completo uma vez que junta a corrida, o salto e os lançamentos. Ajuda a desenvolver a força, a velocidade e as capacidades psicomotoras. Em geral, é aconselhável a partir dos oito anos.

- Ciclismo: É indicado para o desenvolvimento da resistência cardiovascular e para o fortalecimento dos músculos e articulações dos membros inferiores da criança. A aprendizagem deve ser suave até que a pessoa esteja totalmente desenvolvida.

- Esqui: É um desporto que ajuda a promover o equilíbrio, a aquisição de reflexos, o sentido de orientação, etc. Desenvolve a resistência e ajuda o coração e o sistema respiratório a trabalharem. Favorece o contacto com a natureza, o companheirismo e faz com que as crianças se “despeguem” dos pais pois algumas fazem viagens pela primeira vez. É um dos desportos mais perigosos se não for praticado com supervisão de um profissional.

- Ginástica: Ajuda na coordenação, no equilíbrio e no sentido de ritmo e de espaço. Também promove a flexibilidade. É uma actividade física muito completa (rítmica, acrobática, artística, aeróbica, etc.). Nesta idade podem praticar ginástica duas vezes por semana mas de forma lúdica e sem um grande esforço.

Recomendações

- Até aos sete anos o que uma criança deve fazer em qualquer desporto é jogar de forma divertida.

- Deve evitar as competições pelo menos até aos doze anos.

- Não é bom que uma criança seja especializada num desporto muito cedo.

- Se a criança praticar um desporto individual é muito importante que complete com um desporto colectivo.

- Há que evitar tanto o sedentarismo como a carga excessiva de actividade física.

- É aconselhável que a criança seja acompanhada por um médico.

-É importante que tenha em conta os gostos e interesses do seu filho.


0 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
×


×
×
×