Exercícios para as crianças

Exercícios para as crianças
Partillhar

A infância é a fase ideal para começar a promover o desporto pois é nesta altura que as crianças têm mais vitalidade, força e motivação para fazê-lo. Todas as crianças gostam de pular, de correr, de saltar … Um desporto é a actividade perfeita para que elas possam canalizar esta energia com disciplina e de forma a desenvolverem as suas capacidades físicas e mentais. E claro, divertirem-se!

Benefícios do desporto

- Ajuda a manter o peso e a evitar a obesidade;

- Aumenta o nível de colesterol bom e diminui os triglicéridos;

- Melhora a agilidade, a força, os reflexos, a velocidade e aumenta e fortalece a resistência;

- Reduz a ansiedade e a depressão;

- Aumenta a auto-estima;

- Ajuda a tomar consciência dos cuidados que se devem ter com o corpo;

- Fortalece os músculos e os ossos;

- Pode ajudar a corrigir problemas físicos;

- Ensina a seguir regras;

No te puedes perder ...

As crianças e o desporto

As crianças e o desporto

Quando adultos pensam em esportes, nos imaginamos suando em uma academia cheia de máquinas. Mas para as crianças, exercitar significa brincar e ser fisicamente ativo. Eles praticam esportes simplesmente brincando no playground da escola, correndo atrás de seus colegas ou andando de bicicleta. O exercício ajuda as crianças a desenvolverem-se física e mentalmente, a serem saudáveis e a interagir de forma saudável com outros parceiros.

- Ajuda na relação com outros;

- Ajuda a ingressar na sociedade, tornando as pessoas menos individuais;

- Promove a criação e regularização de hábitos;

- Ajuda a coordenar os movimentos;

- Estimula a higiene e a saúde;

- Ajuda a dormir melhor e a lidar com os pequenos desafios do dia-a-dia.

São imensos os benéficos de se fazer um desporto. Contudo, as crianças devem, acima de tudo, divertir-se a fazê-lo.

Apesar das vantagens resultantes de se praticar exercício físico na infância há que ter muitas precauções com os possíveis efeitos negativos: posturas incorrectas, cargas excessivas. Por isso é muito importante que o desporto seja supervisionado e seja ensinado por professores especializados capazes de adaptar a actividade física de acordo com a idade e a condição física dos mais pequenos.  Tudo isto para evitar que possam surgir efeitos negativos no desenvolvimento da criança.

O desporto preferido da criança

A partir dos cincos anos é aconselhável que a criança pratique vários desportos - um individual e outro em grupo. Deve escolher as opções que mais agradarem à criança e as que fiquem mais perto de casa para que não percam muito tempo no trânsito. A criança deve ainda ter tempo para fazer os trabalhos de casa ou simplesmente para brincar no quintal.

O atletismo ou a natação podem ser uma boa opção para as crianças muito irrequietas. Para as mais perfeccionistas são recomendados os desportos individuais como a ginástica, o ténis ou as artes marciais. Os desportos que envolvem algum risco (boxe, rugby ou esqui aquático) não são recomendáveis aos mais novos.

As crianças entre os cinco e os onze anos têm uma boa flexibilidade, músculos fracos, pouca concentração mental e muita mobilidade. Durante esta etapa as crianças brincam muito e devem fazê-lo sem pressões.

Até agora, os desportos mais recomendados eram a natação e a dança. No entanto, com cinco ou seis anos já podem iniciar a prática de muitas outras actividades:

- Futebol e basquete: Estes desportos de grupo são altamente recomendáveis, pois ajudam a desenvolver a velocidade, a resistência, a coordenação de movimentos, as regras, o respeito pelos adversários e o trabalho em equipa. Para além disso, são actividades muto divertidas e que quase todas as crianças gostam de jogar. Até aos onze anos as crianças devem praticar este desporto mas ainda não como competição. A partir dos doze anos já podem começar a participar em competições infantis. No caso do futebol devem fazer jogos mais curtos, com uma bola especial e com um campo mais pequeno.

- Ténis: Ajuda o seu filho a aumentar o espírito de superação. Também ajuda a desenvolver as capacidades psicomotoras, a coordenação, a força e os reflexos. No inicio convém começar de uma forma suave: 30 minutos, dois dias por semana.

- Judo e Karaté: Estes são desportos de combate que desenvolvem a força, a flexibilidade e o equilíbrio. Permitem às crianças hiperactivas canalizarem a sua energia e agressividade. Para além disso, ainda ajuda as crianças a defenderem-se pois aumentam a confiança e segurança de uma pessoa. Estas actividades promovem a disciplina e o respeito pelo adversário. Até aos doze anos devem ser apenas praticadas por diversão pois são desportos muito duros.

- Atletismo: É um desporto muito completo uma vez que junta a corrida, o salto e os lançamentos. Ajuda a desenvolver a força, a velocidade e as capacidades psicomotoras. Em geral, é aconselhável a partir dos oito anos.

- Ciclismo: É indicado para o desenvolvimento da resistência cardiovascular e para o fortalecimento dos músculos e articulações dos membros inferiores da criança. A aprendizagem deve ser suave até que a pessoa esteja totalmente desenvolvida.

- Esqui: É um desporto que ajuda a promover o equilíbrio, a aquisição de reflexos, o sentido de orientação, etc. Desenvolve a resistência e ajuda o coração e o sistema respiratório a trabalharem. Favorece o contacto com a natureza, o companheirismo e faz com que as crianças se “despeguem” dos pais pois algumas fazem viagens pela primeira vez. É um dos desportos mais perigosos se não for praticado com supervisão de um profissional.

- Ginástica: Ajuda na coordenação, no equilíbrio e no sentido de ritmo e de espaço. Também promove a flexibilidade. É uma actividade física muito completa (rítmica, acrobática, artística, aeróbica, etc.). Nesta idade podem praticar ginástica duas vezes por semana mas de forma lúdica e sem um grande esforço.

Recomendações

- Até aos sete anos o que uma criança deve fazer em qualquer desporto é jogar de forma divertida.

- Deve evitar as competições pelo menos até aos doze anos.

- Não é bom que uma criança seja especializada num desporto muito cedo.

- Se a criança praticar um desporto individual é muito importante que complete com um desporto colectivo.

- Há que evitar tanto o sedentarismo como a carga excessiva de actividade física.

- É aconselhável que a criança seja acompanhada por um médico.

-É importante que tenha em conta os gostos e interesses do seu filho.



Fecha de actualización: 11-09-2009

Redacción: Irene García

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×


×
×
×
*/?>