Disciplina construtiva para bebés e crianças

Disciplina construtiva para bebés e crianças
Partillhar

Ensinar aos nossos filhos normas básicas de disciplina e obediência desde que são pequenos é fundamental para incutir-lhes, de uma maneira positiva, as regras e princípios essenciais de convivência e respeito.

Sempre com amor e carinho

As normas variam necessariamente de acordo com a idade das crianças. É importante saber em que momento se encontra o seu filho e que conceito de disciplina convém reforçar. Não se pode exigir a uma criança de 18 meses o mesmo que a uma criança de 3 anos.

Aqui tem umas pautas básicas de obediência segundo as distintas idades da criança.

Até ao primeiro ano

No te puedes perder ...

Os animais de estimação e as crianças!

Os animais de estimação e as crianças!

 

Ter um animal de estimação em casa pode ser bom tanto para as crianças como para as famílias em diferentes aspectos, mas também pode originar certos riscos, como as alergias ou as infecções. Tome nota das regras para desfrutar ao máximo da convivência com um animal de estimação.

 

 

As primeiras limitações estão muito relacionadas com as situações de risco. Nesta etapa impõe-se uma função protectora por parte dos pais.

Quando é um bebé, as nossas proibições fazem-se perceber que nós somos umas pessoas distintas, diferentes e independentes. A palavra-chave neste momento é “não”. Devem experimentar que os desejos nem sempre se satisfazem no momento, de imediato.

Aos 8 meses aproximadamente começa a mostrar o apego excessivo a figuras conhecidas e medo perante os estranhos. Daí a importância da função protectora nesta primeira etapa e dos limites. Começa a estruturar-se o mundo.

As normas neste período giram em torno do sono, da comida, do perigo e do estabelecimento de rotinas positivas. As nossas melhores ajudas são reconhecer, interpretar e traduzir as suas necessidades e não nos deixarmos vencer pelo choro da criança (quando não tenha uma base justificada, claro!).

De um aos dois anos

As características da criança nesta idade são, geralmente, ser curiosa, tenaz, atrevida, impulsiva, activa e exigente. Perante isto há que saber que:

- Até ao um ano e meio já têm capacidade para entender raciocínios simples. É o momento de começar a explicar-lhes o porquê das normas.

- A partir dos 18 meses começa a conhecer e a usar o “não”. Está a colocar à prova a sua personalidade e já sente que é alguém independente. Perante isto as suas melhores atitudes são: a firmeza (o que se diz cumpre-se) e o raciocínio (começar a raciocinar com a criança).

Dos dois aos três anos

É a etapa da afirmação do “não” por excelência. Opõe-se a tudo e todos. Não se preocupe, é muito bom que tente fazer o maior número de coisas possíveis por si só, embora tenha de ter cuidado com o que pode resultar perigoso.

Nesta etapa as birras podem ser frequentes. Perante estas deve fazer o seguinte:

- Ter paciência e ser serena. É uma época de oposição e vai tentar impor a sua vontade.

- Distrair a criança: é uma forma de evitar que faça algo que não permite.

- Dar opiniões: agora já percebe que não pode ter tudo, mas existem muitas coisas que pode fazer ou ter. É a ocasião de recordá-la “Isto não … mas isto sim”.

- Reservar o “não” para o realmente necessário. O excesso de negativas não é educativo, simplesmente milita a criança.

- Firmeza: mantenha a disciplina que estabeleceu, acima de tudo. É necessário para que se sintam seguros.

 



Fecha de actualización: 27-09-2005

Redacción: Irene García

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×


×
×
×
*/?>