Os terríveis dois anos

Os terríveis dois anos
Partillhar

Chateia-se com as outras crianças se fazem alguma coisa primeiro que ele, fica chateado por ser o último a chegar à escola, tem de ter sempre razão … Definitivamente o seu filho é o terror do parque.

Uma agressividade incontrolada

Durante o segundo ano de vida rapidamente irá perceber como o seu filho se tornou mais inquieto e como o seu comportamento se tornou imprevisível. Embora não perceba as regras da vida na sociedade acredita que pode fazer o que bem entende.

Seguramente que mais do que um dia, ao brincar com o seu filho no parque, terá de pedir desculpas a mais de um pai porque o seu pequeno tirou a bola a uma criança, empurrou outra e para terminar a magnifica tarde: uma birra enorme por não poder andar no triciclo de um menino. Envergonhada, cansada de ralhar, decidiu que esse foi o último dia que isso aconteceu, mas como conseguir que isso seja possível?

Para começar tem que perceber porque é que o seu filho se comporta assim. Não quer dizer que o seu filho seja mau, mas sim que está a descobrir o mundo. É egocêntrico e possessivo e tem uma ideia limitada do que está bem e do que está mal. Não se porta mal deliberadamente, mas actua de acordo com os seus impulsos.

Dessa forma, deve ensinar-lhe umas normas e fazer-lhe ver que se quer que outra criança lhe empreste um brinquedo, a melhor maneira para consegui-lo não é aos empurrões e aos gritos.

No te puedes perder ...

Perder peso depois de uma gravidez, aprenda a fazê-lo com o seu bebé

Perder peso depois de uma gravidez, aprenda a fazê-lo com o seu bebé

Tornar-se mãe significa, entre outras coisas, que o bebé se apropriará de quase todo o seu tempo. Recuperar a sua figura no ginásio provavelmente que está nos seus planos, mas não na sua agenda para os próximos 12 meses. Dessa forma e porque sabemos que agora, mais do que nunca, o seu tempo é dinheiro seleccionamos alguns exercícios rápidos, mas eficazes, que pode fazer em poucos minutos sem deixar o seu bebé.

Ajude-o a superar as suas frustrações

- Marque uns limites. Todas as crianças necessitam de seguir uma série de regras para se sentirem seguras. Se essas regras não existem não vai conseguir levá-lo a lado nenhum. Não pode permitir que faça o que lhe vai na cabeça. Antes de ir a um parque, explique-lhe 3 ou 4 normas simples que deve cumprir: não brigar com outras crianças, não tirar nenhum brinquedo de outra criança, etc.

- Não se esqueça de levar algum dos seus brinquedos preferidos para o parque. Desta forma existirão menos probabilidades de querer os brinquedos dos outros.

- Ajude-o a controlar a sua agressividade falando com ele e mostrando-lhe o que é ou não é correcto.

- Quando vir que o seu filho tira um brinquedo a outra criança, tire-o das suas mãos e devolva-o. Neste momento explique ao seu filho que o que fez não é correcto e que também não gostava que lhe fizessem o mesmo.

- Não grite nem castigue o seu filho, pois não se esqueça que é um bebé. Fale com ele para que aprenda da melhor maneira a comportar-se correctamente.

- Se apesar de tudo chega a um momento em que o seu filho está a fazer uma grande birra e não consegue controlá-lo, volte para casa para que perceba que o seu mau comportamento lhe tirou a diversão.


Fecha de actualización: 01-10-2009

Redacción: Irene García

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×


×
×
×
*/?>