Atrevam-se a construir um diabolo!

Partillhar

O diabolo tem a sua origem na China, onde era o jogo preferido dos malabaristas. Chegou à Europa através do embaixador inglês na China, Lord Macartney, no final do séc. XVIII. Teve um êxito imediato entre a sociedade inglesa.

Um pouco de história

O diabolo tem a sua origem na China, onde era o jogo preferido dos malabaristas. Chegou à Europa através do embaixador inglês na China, Lord Macartney, no final do séc. XVIII. Teve um êxito imediato entre a sociedade inglesa.

Como se faz um diabolo?

A primeira coisa a fazer é arranjar o material

- Dois funis de plástico de uns 15 centímetros de diâmetro na extremidade mais larga e cerca de 6 milímetros na extremidade mais estreita.

- Um pedaço de madeira que pode cortar de um pau, isto para unir os dois funis.

- Dois paus de madeira de uns 50 centímetros de largo e 1 metro de corda de algodão.

- Tintas para decorá-lo.

 Fácil de construir …

- Corte os tubos dos funis, deixando só a parte triangular. Cole as extremidades mais estreitas dos funis uma à outra.

No te puedes perder ...

Viajar com crianças

Viajar com crianças

Embora lhe pareça que o seu rebento é muito pequeno para viajar, se o seu filho está saudável e não tem nenhum problema, pode viajar desde que nasce, sempre seguindo uma série de recomendações. Escolha bem o seu destino e tenha em conta que viaja com a sua família na hora de escolher as actividades, o hotel e o meio de transporte.

- introduza o pedaço de madeira entre os funis e espere que seque.

- Faça um furo na extremidade dos paus e depois passe a corda pelos mesmos.

- Por último, decore o diabolo como mais gostar.

 … e difícil de manusear

Agora só falta aprender a dominar um diabolo. Lembre-se que é um jogo de malabaristas. Coloque-o em cima de uma mesa, mantendo a corda debaixo do ponto mais estreito. Levante os paus, fazendo com que o diabolo gire sobre a corda. Suba os paus pouco a pouco. É uma questão de paciência. Boa sorte!

 



Fecha de actualización: 29-08-2005

Redacción: Irene García

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×


×
×
×
*/?>