Dez conselhos para melhorar a auto-estima das crianças

Dez conselhos para melhorar a auto-estima das crianças
Partillhar

Ter um grau adequado de auto-estima favorece o desenvolvimento da aprendizagem, das reacções sociais e das actividades. E o melhor é que é uma capacidade que se pode aprender e que, por isso, devemos ensinar aos nossos filhos desde que nascem.

A auto-estima, básica para o bem-estar da pessoa, pode-se definir como a opinião que tem cada um do seu próprio valor e importância; dos seus aspectos positivos e das suas áreas de melhoria. Indica-nos como somos, as nossas habilidades e carências através dos nossos comportamentos e experiências. Assim, ter um grau alto de auto-estima irá favorecer o desenvolvimento da aprendizagem, das relações sociais e das actividades. Por isso, aumentará em cada indivíduo a sua sensação de ser capaz de realizar gestões, segurança na sua relação e valor da sua contribuição.

O principal para fomentar a auto-estima nos seus filhos é aceitá-los e valorizá-los tal como são; que se sentem queridos por si mesmos, pelo que são, com todos os seus defeitos e as suas virtudes. Como?

- Não ralhe com o seu filho por cada falha que cometa. Todavia é muito pequeno e está a aprender, é normal que erre. Explique-lhe o que fez mal e ajude-o a corrigir. Ninguém é perfeito.

- Nunca insulte nem menospreze a criança. Se está sempre a dizer ao seu filho “pareces tonto”, ele acabará por acreditar que realmente o é. Trate a criança com respeito e quando falar com ela use também formas de cortesia, como “por favor” e “obrigado”.

No te puedes perder ...

- Não compare os seus filhos uns com os outros, com os primos, etc., nem lhes diga frases como “O João é da tua idade e já sabe nadar!”. Cada criança tem um ritmo diferente e habilidades distintas.

- Elogie todos os seus pequenos avanços. As crianças gostam muito de elogios. Estes devem ser específicos e sinceros para que tenham um feito positivo. O que importa é que os pais se centrem nas coisas positivas, não nas negativas. As críticas por parte dos pais podem ter como consequência uma baixa auto-estima das crianças.

- Demonstre sempre afecto verbal e físico, as amostras de carinho devem estar sempre presentes. É melhor corrigir o mal feito com amor.

- Fomente as responsabilidades do seu filho ensinando-lhe tarefas, sempre dentro das suas possibilidades, idade e amadurecimento, favorecendo a tomada de decisões e a resolução de problemas por ele mesmo. Não faça tudo pelo seu filho, deixe que ele aprenda com os erros para que os aceite como parte da vida. As responsabilidades fazem as crianças saber que os seus pais acreditam e confiam neles para cumprirem com as suas tarefas.

- Motive o seu filho ao tentar coisas novas. Participando em actividades que são interessantes e divertidas e nas quais o seu filho possa sobressair. Isto melhora muito a auto-estima das crianças.

- Escute as crianças e responda-lhes adequadamente. Preste atenção naquilo que dizem, demonstre que as suas perguntas e opiniões são importantes e que você as valoriza.

- Evite corrigir os seus filhos perante outras pessoas e peça-lhe que o faça com outras pessoas.

- Proporcione segurança ao seu filho para que este confie em si mesmo e em todas as suas possibilidades.



Fecha de actualización: 19-05-2010

Redacción: Irene García

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×


×
×
×
*/?>