Estudo de vilosidades coriónicas na categoria de: Obstetricia

Definição:

Este exame realiza-se entre as semanas 10ª e 12ª de gestação. Esta técnica substitui a amniocentese sempre que não seja necessário dispor específicamente do líquido amniótico. Permite diagnosticar anomalias como o síndrome de Down, mas não aporta informação sobre alguns defeitos do tubo neural aos que se associam determinadas más-formações como a espinha bífida.

Tratamento:

Trata-se de uma biopsia e consiste em introduzir, com controlo ecográfico, uma agulha na pele da parede abdominal até chegar à placenta e extrair uma amostra das vilosidades coriónicas, que são as prolongações vasculares de uma membrana fetal externa que intervém na formação da placenta.

Sintomas:

Nenhum

0 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
×


×
×
×