Útero didelfo na categoria de: Obstetricia

Definição:

É uma má-formação congénita. O útero tem a sua cavidade dividida em duas partes por um septo ou tabique, o qual pode ser completo chegando à cérvix ou somente alcançar dois terços, a metade ou 1 terço da longitude da cavidade uterina.

Tratamento:

Uma mulher pode ficar grávida apesar de apresentar esta má-formação, no entanto, terá maiores possibilidades de ter um aborto espontâneo ou um parto prematuro, pelo que a sua gravidez considera-se de risco, mas pode chegar ao fim com cuidados especiais desde o quinto mês. Aconselha-se a que a mulher se submeta a um tratamento cirúrgico quando se produzem manifestações clínicas, como abortos de repetição ou partos prematuros não viáveis.

Sintomas:

Anatómicamente destaca-se por um fundo incurvado, com as porções superiores ou corpo independente, colo uterino comum e a vagina pode ser única ou dupla. As más-formações uterinas habitualmente são asintomáticas e o seu diagnóstico realiza-se através de uma ecografia transvaginal e histerosalpingografia ou histeroscopia.

2 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
  1. Anônimo

    "Tenho útero didelfo! E estou grávida e o bebê está em útero e o outro está vazio os dois estão perfeitos e estou de 3 meses... Eu queria saber se eu tenho risco e se pode me explicar porquê um bebê e não dois?".

    Responder
    • Anônimo

      "Olá! Tenho 22 anos e útero didelfo. Estou com 30 semanas de gestação e graças a Deus tudo está correndo bem! Existe a possibilidade (grande) de que meu parto seja prematuro, porém confio muito em Deus e sei que Ele fará o melhor. Gostaria de deixar uma msg de força pra todas as mulheres que tem essa má-formação, pois eu fiquei mais de 1 ano sem tomar anticoncepcional e não engravidei e antes dessa gestação, sofri um aborto espontâneo com 8 semanas. Então, não desistam!!!! Fé em Deus!!".

      Responder
      ×


      ×
      ×
      ×