• Buscar
Publicidad

Frutas proibidas durante a gravidez

Frutas proibidas durante a gravidez

Certamente esta manchete pode ter-lhe surpreendido porque as frutas são óptimas em qualquer dieta. No entanto, durante a gravidez existem pequenas restrições que deve saber, embora na maioria dos casos as frutas sejam altamente recomendadas devido ao seu elevado teor de ferro, vitamina C e ácido fólico; estes nutrientes são os que colaboram na formação dos órgãos do feto.

Publicidade

Índice

 

Porque é que é importante comer fruta durante a gravidez?

As frutas são básicas numa dieta saudável pelas seguintes razões:

- São ricas em fibras, o que ajuda a prevenir a obstipação e as hemorróidas na gravidez.

- Contêm muitas vitaminas, incluindos os betacarotenos, que são necessários para o desenvolvimento das células e tecidos, visão e sistema imunitário; vitamina C, que ajuda na formação de ossos e dentes, bem como colagénio para os tecidos conjuntivos; vitaminas B, tais como ácido fólico, que previne defeitos no tubo neural; vitamina E, um antioxidante que protege o corpo de infecções e ajuda as novas células sanguíneas a crescer; ou vitamina A, que ajuda a reprodução celular, a formação de hormonas ou a estimulação do sistema imunitário.

- Contém muito potássio, que controla a pressão arterial; ferro, que previne a anemia; cálcio, que está envolvido na formação de ossos e dentes do futuro bebé; ou magnésio, relacionado com o funcionamento do intestino, nervos e músculos, faz parte dos ossos e dentes e tem um ligeiro efeito laxante.

- Fornecem entre 89-90% de água, favorecendo a hidratação da grávida.

Em geral, todas as frutas são boas durante a gravidez, embora, para as aproveitar ao máximo, seja importante que aumente o seu consumo de frutas de diferentes cores. Algumas das frutas mais recomendadas durante estes meses (embora seja sempre aconselhável que estejam na sua dieta) são framboesas ou morangos, damascos, kiwis, maçãs, laranjas, peras, bananas, ananás ou melancia.

 

Pode alguma fruta ser prejudicial durante a gravidez?

É verdade que todas as frutas estão permitidas durante a gravidez e que não há nenhuma que não deva ser consumida, mas  devem ser tidos em conta os seguintes tipos de fruta e dicas:

- Frutas e legumes sem lavar. A coisa mais importante e essencial que se pode fazer é lavar bem as frutas e legumes antes de comé-los ou cozinhá-los. Algumas bactérias, tais como listeria ou salmonela, e outros parasitas, podem estar presentes na pele deste tipo de alimentos. Devido à sua presença, podem infectar tanto a si como ao seu filho, que pode apresentar sintomas à nascença.

Articulo relacionado: Dor no cóccix durante a gravidez

- Evitar frutos geneticamente modificados devido ao perigo dos pesticidas. Embora estudos científicos não demonstrem que o consumo desta fruta tenha efeitos secundários, é aconselhável consumir fruta biológica. Os frutos que correm maior risco de conter pesticidas são as maçãs, mirtilos, cerejas, peras, morangos e uvas.

- Tente não tomar sumos não pasteurizados. Estes sumos de fruta podem conter agentes patogénicos, tais como E. coli, salmonela, e cryptosporidium. Por outro lado, se forem pasteurizados, quase todo o conteúdo da fruta e os minerais são reduzidos. Em todos os casos, a melhor opção seria preparar o sumo em casa.

- Consuma menos quantidade de frutas ácidas. O ananás e citrinos não são perigosos, mas podem causar azia ou refluxo se são tomados em excesso.

Em teoria, todas as frutas podem ser comidas durante a gravidez, embora devam ser tomadas precauções com certas doenças. Por exemplo, as mulheres grávidas que sofrem de diabetes não devem comer muitas frutas que contenham altos níveis de açúcar, tais como uvas ou mangas.


Glosario

Hemorróidas

Definição:

Varizes que se encontran numa ou em várias veias do ânus ou no recto.

Sintomas:

Sangramento moderado, dor , desconforto e ardor ao eliminar as fezes.

Tratamento:

Depende da sua gravidade e dos sintomas que produza. Pode-se recomendar aplicar uma pomada que seja segura durante a gravidez e manter uma dieta rica em fibra.

Blott, Maggie (2015), Tu embarazo día a día, Barcelona, Ed. Planeta

Fecha de actualización: 16-02-2021

Redacción: Esperanza Pavón

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×