Celulite na gravidez, prevenção e tratamento!

Celulite na gravidez, prevenção e tratamento!
Partillhar

Combinação inevitável?

Durante os meses de gravidez o risco de desenvolver celulite (do que quase 90% das mulheres são vítimas) aumenta consideravelmente devido ao aumento da acção das hormonas que incide directamente na acumulação de gordura e na retenção de líquidos. Este problema que já é inconveniente por si só, junta-se a este agora a este período no qual a maioria dos ginecologistas proíbe o uso de produtos anticelulite, pelo que a melhor solução para combater o problema será realizar exercício e controlar a alimentação.

O que é exactamente a celulite?

Tal e como explica a Dra. Josefina Royo, directora do Instituto Médico Laser, “o termo celulite apenas faz alusão à inflamação do tecido subcutâneo e adiposo. Na realidade é uma dermo paniculite vasculopática na qual participam uma série de fenómenos que afectam a pele, o tecido gordo e as estruturas vasculares”. Esta particular distorção da gordura não ocorre em todo o corpo mas sim em zonas como as coxas, o abdómen, os glúteos, os joelhos ou os braços.

No te puedes perder ...

Doenças contagiosas: atenção em as escolas!

Doenças contagiosas: atenção em as escolas!

Creches e escolas são verdadeiras fontes de contágio para crianças pequenas. A quantidade de horas gastas ali e os jogos contínuos permitem que doenças contagiosas se espalhem rapidamente entre elas. Embora haja muito pouco a fazer para evitá-los, recomendamos alguns métodos de prevenção, bem como o tratamento a seguir dos mais comuns.

O aparecimento da celulite está condicionado por um factor genético hormonal que determina a disposição estrutural do tecido celular subcutâneo. Os lóbulos do tecido gordo na hipoderme da mulher são de maior tamanho e estão sujeitos á derme por trabéculas fibrosas muito delgadas, exclusivamente dispostas em sentido perpendicular á pele. Esta circunstância faz com que tenham mais facilidade para irem até ao exterior e que as fibras acabem por puxar a pele, produzindo o efeito “pele casca de laranja”.

Factores que predispõem o aparecimento da celulite

Para além da predisposição hormonal, existem outros factores que podem desencadear o aparecimento desta patologia. Entre outros encontram-se:

- A ingestão de certos fármacos como corticóides.

- A predisposição hereditária.

- O stress, já que as descargas de adrenalina potenciam o cumular de gorduras.

- Os problemas circulatórios como a insuficiência venosa ou linfática.

- As insónias que colocam em marcha os mecanismo acumuladores de reservas no organismo.

- A falta de exercício que torna o metabolismo basal mais lento.

- Outros mitos como fumar, usar roupa justa ou beber demasiado café, embora o seu impacto sobre a celulite não esteja realmente provado. Demonstrou-se que existe uma relação entre a presença de toxinas no corpo e o aparecimento de celulite. Segundo a Dra. Valero, chefe da unidade de Medicina Estética corporal do Instituto Médico Laser, a sua origem está altamente relacionada com as toxinas geradas por uma má alimentação. Afecções como os problemas digestivos frequentes, reduzem a oxigenação das células e o sangue satura-se de materiais de desperdício.

Vinte bons hábitos para combater a celulite

- Beber água, no mínimo 2 litros por dia.

- Cozinhar sempre sem gordura: grelhar, no forno, cozido, etc. Evitar qualquer ingestão directa de gorduras, já que se acumulam directamente formando celulite.

- Evitar o consumo de hidratos de carbono de absorção rápida como os açúcares e as farinhas refinadas, doces, chocolates, bolos industriais, marmeladas ou gelados.

- Comer alimentos ricos em fibra como fruta, verdura e pão integral para evitar a prisão de ventre.

- Realizar uma actividade física ligeira, como andar, passear, correr, dançar ou andar de bicicleta durante pelo menos 45 minutos por dia. Este exercício tonificará os músculos onde a gordura se acumula em excesso.

- Evitar ingerir muito sal, já que potencia a retenção de líquidos.

- Sempre que seja possível escolher alimentos frescos sem cozinhar. Desta forma estará a assegurar a ingestão de oligoelementos necessários como o silício, necessário para manter a estrutura cutânea.

- Evitar bebidas alcoólicas, visto que favorecem a formação da celulite.

- Comer verduras e hortaliças várias vezes, especialmente aipo, cenouras, feijão verde, grão, lentilhas, ervilhas, etc.

- Comer citrinos em abundância, incluindo a “parte branca”, já que contêm substâncias que ajudam o aparelho circulatório (kiwis, laranjas, etc.).

- Levar uma dieta com uma alta percentagem proteica e baixo conteúdo gordo e de hidratos de carbono. Potenciar os seguintes alimentos: pato, queijo fresco, claras de ovo, puré de legumes, lácteos desnatados, etc.

- Comer alimentos que contenham potássio (bananas, beringelas, etc.) para proteger a pele seca.

- Beber infusões que aumentem o metabolismo como o chá verde ou o vermelho e outros que ajudem a melhorar a eliminação de líquidos e toxinas como os da salvia. Outras infusões que ajudam a eliminar a celulite são as de menta, erva-doce, espinheiro branco e taraxaco.

- Eliminar os alimentos que contenham gorduras animais (manteiga, etc.).

- Restringir aqueles alimentos com excessivas gorduras vegetais (frutos secos, abacate, etc.).

- Evitar o stress e a ansiedade.

- Eliminar o tabaco, que prejudica a microcirculação dos tecidos periféricos.

- Limitar os condimentos (picantes, colorantes ou conservantes).

- Não abusar do café, já que é estimulante e potencia a libertação de adrenalina, que induz a poupança de energia.

- Estar um dia inteiro à base de sumos naturais, que ajudam a depurar o organismo (consultar o seu ginecologista se estiver grávida).



Fecha de actualización: 24-06-2008

Redacción: Irene García

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×


×
×
×
*/?>