Perder peso depois do parto, aprenda alguns exercícios!

Perder peso depois do parto, aprenda alguns exercícios!
Partillhar

São precisos mais de nove meses para que o organismo da mulher recupere da gravidez e do parto. Durante a primeira semana irá sentir-se débil e incapaz de dar um passeio ou de levantar pesos. Embora se sinta bem não comece a praticar exercício como uma louca, pois apenas conseguirá aumentar o tempo de recuperação. Deve ir a pouco e pouco e, sobretudo, com muito cuidado pois o bebé também depende de si. Aprenda quais os exercícios que são adequados para recuperar a sua silhueta e para voltar a sentir-se tão bonita como antes.

Como recuperar o seu corpo

Depois do parto chega a recuperação. As quatro semanas a seguintes a dar à luz fazem parte do puerpério, período no qual o corpo vai voltando à sua normalidade física, embora o ajuste emocional demore mais tempo. O seu organismo volta a sofrer alterações, desta vez para voltar ao seu estado anterior ao parto. As sequelas internas da gravidez e do parto passam no período de um mês, mas as externas demoram mais. Recuperar uma figura perfeita, como se nunca tivesse dado à luz, requer o seu tempo e esforço, mas com paciência e vontade nada é impossível.

Colo uterino e vagina: durante o parto os dois aumentam e precisará entre 7 a 10 dias para recuperar a sua elasticidade e tamanho anteriores. Os exercícios do solo pélvico (que lhe explicamos mais abaixo) ajudarão a recuperar a tensão dos músculos da vagina. Comece logo depois de dar à luz.

Buraco da placenta: Enquanto se recupera o buraco da placenta podem existir sangramentos que duram até às seis semanas. Estes derrames (lóquios) produzem-se em três fases de cor: vermelho (4-5 dias), rosa a castanho (6-8 dias), amarelo a branco (7-10 dias). Se fizer algum esforço pode começar a sangrar e os lóquios voltam a ser vermelhos e repetitivos. Diga ao seu médico e tente sentar-se com as pernas elevadas.

No te puedes perder ...

Plano de recuperação depois de uma cesárea

Plano de recuperação depois de uma cesárea

Uma cesariana requer cuidados subsequentes que não exijam um parto vaginal. A recuperação da cesárea é mais lenta e exigirá mais dias de internação hospitalar, geralmente de 3 a 5 dias, em comparação com 2 ou 3 dias de parto normal. Não se esqueça que é uma intervenção cirúrgica e como tal precisará de atenção especial, que explicamos abaixo

Útero: o útero volta ao tamanho que tinha durante o quarto mês de gravidez justamente depois do parto. Ao fim de dez dias já poderá não senti-lo no seu abdómen. São precisas umas seis semanas para que recupere o tamanho original antes da gravidez.

Ovulação: se não der peito pode começar a ovular ao fim de 6 a 14 semanas de dar à luz. A menstruação aparecerá entre 8 a 16 semanas depois. As hormonas da amamentação podem suprimir o período durante meses, mas não o utilize como método anticoncepcional.

Cuide do seu corpo

A gordura acumulada no seu corpo durante a gravidez, destinada a proporcionar-lhe as calorias que precisa para amamentar, tardará umas semanas a esgotar-se. No entanto, muitas mulheres ficam surpreendidas pois recuperam a silhueta e o peso que tinham enquanto dão de mamar.

Para além de realizar estes exercícios diariamente recomendamos-lhe que cuide da sua pele. Use um creme reafirmante e um hidratante diário. Verá como vão ajudá-la a reafirmar a pele para que esta volte ao seu estado anterior, sobretudo a barriga. Aplique os cremes todos os dias fazendo uma massagem em círculos.

Exercícios pós-natais

Perder peso não é o mesmo que recuperar a tonificação muscular. Precisará de exercitar os músculos abdominais e do períneo para que estes voltam ao normal. No entanto, justamente depois do parto, encontrar tempo e vontade para fazer exercício pode parecer um sonho impossível. Aproveite os momentos nos quais o bebé dorme, que agora são a maioria, para realizar uns simples exercícios na sua casa que não lhe levarão muito tempo.

Comece suavemente e não se esqueça de aquecer antes. É melhor começar a pouco e pouco, por exemplo, com duas repetições de cada exercício por dia e ir aumentando até dez. Se algum exercício lhe provocar dores, pare.

- Arquear as costas. Coloque-se de gatas com as mãos e os joelhos ligeiramente separados. Contraia as nalgas e arquei lentamente as costas para cima. Mantenha os braços esticados, mas sem bloquear os cotovelos. Este exercício alivia a dor na zona lombar.

- Tonificar o estômago. Deite-se no chão com os joelhos flectidos e os braços esticados junto ao corpo. Encolha a barriga e pressione as costas contra o chão. Aguente quatro segundos e repita.

- Enrosque-se. Tente este exercício abdominal quando já tiverem passado pelo menos duas semanas. Deitada com as pernas dobradas como antes tente tocar nos joelhos deslizando as suas mãos pelos músculos. Com as mãos o mais próximo possível dos joelhos, ao expirar contraia os músculos do estômago e levante a cabeça. Conte até quatro e relaxe.

- Levantar as pernas. Este simples exercício fortalece os músculos abdominais. Deitada de lado, apoie a cabeça com uma mão e equilibre o corpo apoiando a outra mão à sua frente. Assegure-se de que as suas pernas estão alinhadas com os ombros. Com o joelho e o pé virados para a frente, levante a perna esticada para cima até chegar à altura do ombro, conte até dois e baixe. Repita umas quantas vezes, depois dê a volta e repita com a outra perna.

- Flexões laterais. De pé com os braços afastados ao lado do corpo, dobre-se lentamente pela cintura ao mesmo tempo que se estica para fora. Volte à posição inicial e repita do outro lado.

- Exercícios do solo pélvico. O solo pélvico consta de uma série de músculos e de tecido fibroso. As capas musculares são mais grossas no períneo, onde se situam os orifícios da uretra, da vagina e do ânus.

  - Contraia os músculos do solo pélvico e relaxe-os com rapidez. Repita cinco vezes.

- Contraia os músculos e aguente enquanto conta até cinco, relaxe-os lentamente. Repita cinco vezes.

                - Para terminar repita o mesmo exercício mais cinco vezes.

A imagem não é tudo

Embora recuperar o peso lhe pareça o mais importante, não fique obcecada. Ter um corpo maravilhoso em 2 ou 3 meses é quase impossível, a não ser que seja uma super modelo com um treinador pessoal para ajudá-la e uma ama particular para tomar conta do bebé. Se não é o seu caso, provavelmente irá demorar quase um ano a voltar a estar perfeita, o que significa que não vão estar maravilhosa no primeiro dia. A beleza não depende apenas da silhueta, bem pelo contrário, a cara e o cabelo dizem mais de uma pessoa que o seu corpo. Por isso é importante que não se centre apenas na forma física e se esqueça do resto.

Um cabelo bonito e um corte de cabelo adequado são essenciais para estar mais bonita. Este é um bom momento para fazer uma mudança de visual. Muitas mulheres notam que perdem muito cabelo depois do parto. É um facto normal que pode começar aos três meses e dura aproximadamente seis. Para contrariar este problema use um champô anti-queda e vitaminas, isto para além de mascaras e suavizantes. Deve excluir as tintas com amoníaco ou as permanentes, já que o cabelo iria cair ainda mais com o seu uso.

 O rosto. O cloasma gravídico – a hiperpigmentação da pele da cara que aparece em manchas – pode passar em poucas semanas. É conveniente que continue a usar um factor de protecção alto para proteger a sua pele dos danos solares e que volte a ter um tom uniforme. Também é recomendável usar um hidratante diário para manter a sua pele suave.

Se o seu problema durante a gravidez não for as manchas, mas sim a pele gordurosa, também recuperará quando o nível de hormonas diminuir. Enquanto isto acontecer com continue a usar tónicos e cremes de limpeza.

O peito. Se está a dar de mamar siga os conselhos do seu médico sobre a melhor maneira de fazê-lo, já que evitará feridas ou a inflamação das gretas nos mamilos. É bom que use um creme contra as gretas, mas tenha muito cuidado e retire qualquer resto deste antes de dar de mamar ao seu bebé.

            


0 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
×


×
×
×
*/?>