×
  • Buscar
Publicidad

Gravidez no Verão: nascer nos meses de mais calor tem os seus benefícios!

Gravidez no Verão: nascer nos meses de mais calor tem os seus benefícios!

Estar grávida quase 40 semanas leva por si mesmo a uma série de desconfortos (pernas inchadas, dores nas costas, problemas para dormir) para os quais o calor asfixiante desta estação não contribuirá em nada. No entanto, nem tudo é negativo. A época de Verão também apresenta uma série de benefícios, por exemplo, diversos estudos mostram que as crianças que nascem no Verão são mais felizes, optimistas e com uma estrutura óssea melhor.

Publicidade

Como combater os desconfortos?

Alimentação

Embora o calor reduza a sua vontade de comer, deve continuar a levar uma dieta equilibrada e cobrir as necessidades alimentares consumindo umas 2000 calorias diárias: 1100 precedentes de glícidos, 600 de gorduras e 300 de proteínas, divididas em seis refeições por dia.

No entanto, não será necessário comer sopas e guisados fortes, bem pelo contrário, opte por saladas com massas, arroz ou frango (que também alimentam e se juntar apenas azeite aportam menos calorias), gaspacho, verduras e, sobretudo, muita fruta. As grandes refeições obrigam o organismo a trabalhar mais e durante mais tempo, o que acabará por gerar mais calor. Escolha alimentos ricos em fibra, especialmente verduras e frutas frescas. Para além disso se têm um alto conteúdo em líquidos a combinação será perfeita.

Minimize as quantidades de sal que fazem com que retenha líquidos, mas não o elimine por completo já que é benéfico para a formação do feto. Dessa forma, evite os molhos caseiros, o marisco e pratos cozinhados com ovos se comer fora de casa. A última coisa que agora lhe faz falta é ficar doente por salmonelas.

No te puedes perder ...

Os animais de estimação e as crianças!

Os animais de estimação e as crianças!

 

Ter um animal de estimação em casa pode ser bom tanto para as crianças como para as famílias em diferentes aspectos, mas também pode originar certos riscos, como as alergias ou as infecções. Tome nota das regras para desfrutar ao máximo da convivência com um animal de estimação.

 

 

Y tambien:

Se costuma suar muito com o calor, assegure-se de que bebe água suficiente. Nos dias mais quentes a perda de líquidos é mais elevada devido à transpiração. Nesse caso, é necessário restituir constantemente o líquido eliminado consumindo água continuamente. Mas procure não abusar das bebidas ricas em açúcar, como a as granizadas por exemplo. O melhor é beber uns litros diários de água com a finalidade de reforçar a função dos rins, favorecer a circulação do sangue e eliminar as toxinas. Graças a esta medida tão simples o sangue distribui melhor os nutrientes, evita-se a obstipação, depura-se o organismo e regula-se a temperatura corporal.

A água é a melhor alternativa, mas também os o são os sumos de fruta, o leite ou as bebidas isotónicas com grande capacidade de hidratação. Estas têm na sua composição um alto conteúdo de sódio, glicose, potássio e outros minerais que favorecem a absorção da água.

A máxima higiene

Entre o calor, as hormonas e o peso do bebé, é normal que possa suar bastante e que, dessa forma,  deve ter a máxima higiene. Pode tomar um duche várias vezes ao dia se for necessário e dar uns mergulhos na piscina ou no mar.

Depois de dar à luz terá que ter mais cuidado já que os lóquios têm um odor característico, que unido ao suor pode tornar-se desagradável. Se teve de fazer uma episiotomia, tem que ter cuidado para não abusar da água para que não dificulte a cicatrização.

Pode tomar um duche no dia a seguir ao parto, mas o banho é desaconselhável antes da quarentena pelo risco de infecções. Dessa forma, não poderá submergir o seu corpo no mar ou na piscina até que o puerpério passe. O colo uterino não fechou completamente e se entra água na cavidade uterina pode causar infecções que poderiam chegar a ser realmente graves, depois de uma cesariana devem-se manter as mesmas precauções, não só pela cicatriz, que tarda uns 15 dias a curar, como pela permeabilidade do canal cervical.

Cuidados com o sol

Deve proteger-se com um boné, com um chapéu-de-sol e utilizar um creme de protecção solar alta. As alterações hormonais da gravidez podem escurecer a pele à volta do nariz e da boca (cloasma). Para evitar que essas manchas da cara se acentuem mais é fundamental aplicar creme meia hora antes de sair à rua. Um creme próprio pode ajudar a que desapareçam, mas o mais importante é evitar que apanhem só durante todo o ano e especialmente nos meses de Verão.

Conselhos para dormir

À noite é preferível não baixar completamente as persianas e dormir com as janelas ligeiramente abertas. Tenha em conta que durante a gestação o seu corpo precisa de mais oxigénio do que o habitual e em sítios onde o ar está saturado talvez lhe custe a respirar bem.

Se à noite não consegue conciliar o sono, acostume-se a dar passeios ao final da tarde ou a relaxar com um banho de água morna.

Tão pouco é bom ligar o ar condicionado durante toda a noite, mesmo se o calor for insuportável não coloque o ar condicionado muito forte e desligue-o passado umas horas.

Como vestir?

Opte por tecidos naturais e transpiráveis como o algodão ou o linho que permitam que a sua pele “respire”. Para além disso, este tipo de tecidos evitará que apareçam urticárias, pele “assada”, problemas muito comuns durante a gestação.

Escolha roupas de cores claras e neutras que reflictam a luz do sol. Até que baixe o mercúrio, retire do seu armário o negro e as cores escuras que absorvam o calor.

Não use roupa muito apertada, uma roupa mais folgada que deixe o seu corpo respirar e o ar correr será bem mais confortável para a sua pele pois assim o calor distribui-se melhor e evita a transpiração intensa.

No que diz respeito ao calçado não use sapatos de plástico, muito menos no Verão a não ser que queira submeter os seus pés às piores torturas e favorecer o aparecimento de desagradáveis lesões, para não referir o inchaço que os seus pés irão sofrer. Dessa forma, utilize calçado cómodo fabricado com materiais naturais, como a pele e o algodão. Se possível use os sapatos um número acima do seu para que ao fim do dia não seja tão desconfortável andar calçada.

Amamentação

Muitas mulheres suam e sentem muita sede quando amamentam, mais ainda no Verão. É uma reacção fisiológica normal. Também o bebé pode suar muito (pela cabeça) enquanto come, devido ao esforço que realiza.

Para estarem mais cómodos, coloque uma gaze fina sobre o braço onde apoia a cabeça do bebé. Para além disso, convém que tenha à mão água para se hidratar enquanto dá peito.

Nem tudo é negativo

Seguramente que mais do que uma pessoa disseram o seguinte ao saber que ia dar à luz no Verão “Coitadinha! Com o calor que faz!”. Se bem que as temperaturas altas podem ser algo negativo (sobretudo se não era uma pessoas que suportava bem o calor), tudo depende do ponto de vista de cada um.

A primeira coisa que está mais que demonstrada é que os climas quentes aumentam a sensação de alegria e de bem-estar. Os dias tornam-se mais longos e há muito mais tempo para se fazer planos com calma: sair com os amigos, passear com a família ou com o seu parceiro, etc.

Se tem uma piscina em casa ou se gosta de ir às piscinas municipais não tem que renunciar a ir, apenas deve fazer uso das recomendações do seu médico no que diz respeito à exposição solar e a tomar banho. Extreme as precauções: não nade na água, é melhor que se sente à volta da piscina e que mergulhe na parte mais baixa. Cuidado com os possíveis encontrões das outras pessoas. Para além disso, a piscina é excelente não só para as grávidas e bebés, mas para qualquer pessoa que queira relaxar fazendo um exercício pausado.

Se pensou ir uns dias de férias para o campo ou para a praia para estar mais relaxada e fresca, não existe inconveniente nenhum sempre e quando escolher um meio de transporte cómodo e se a viajem não for muito longa. Dessa forma, contemple a possibilidade de que o parto apareça como imprevisto e vá para sítios onde tenha um hospital próximo.

Para além disso, a água do mar ao contrário da água da piscina é altamente recomendável para problemas de pele, de ossos, de músculos e, inclusivo, comprovou-se que tem o seu impacto no nosso cérebro pelas suas propriedades psicológicas.

Outra vantagem é que nesta época de férias poderá desfrutar da companhia familiar. À medida que se aproxima o momento do parto estará mais nervosa e preocupada e a presença das pessoas que lhe são mais queridas irá ajudar a que esteja relaxada e a que se distraia.

Benefícios para o bebé

Segundo um estudo feito pela Universidade de Bristol, os bebés que nascem no fim do Verão ou no inicio do Outono são mais altos e têm os ossos maiores. Isto deve-se ao aporte de vitamina D, que o sol produz, recebido pela mãe.

O estudo realizou-se com 7000 crianças nascidas entre o ano de 1991 e 1992 seguindo os dados meteorológicos desses anos para se determinar o grau de exposição ao sol que as mães receberam durante o ultimo trimestre da gravidez. Também se avaliou o grau de vitamina D que tinham 350 mães na 37 semana de gravidez.

O resultado é que as crianças aos 10 anos (hoje já adolescentes) que nasceram em Agosto e Setembro são 0,5 cm mais altas que as que nasceram na Primavera e no Inverno e os seus ossos são maiores, já que a sua estrutura óssea é maior.

A conclusão é que estas crianças estiveram expostas a uma maior quantidade de vitamina D devido ao sol que as suas mães apanharam no final da gestação, já que a vitamina D contribui para a formação dos ossos juntamente com o cálcio

Para além disso, as crianças que nasceram no Verão têm uma visão mais positiva da vida. Pelo menos é esta a conclusão de um estudo realizado pela universidade de Helsinki (Finlândia) que revelou que os filhos de mulheres que tinham consumido chocolate durante a gravidez para melhorar o ânimo eram mais activos e sorridentes. A razão pode-se dever ao facto do feto receber a sensação de prazer provocada por certos alimentos quando está no útero materno. Outros estudos seguem esta linha: investigadores da Universidade de Viena e da Universidade de Tóquio coincidem das pessoas mais felizes terem nascido no Verão.


Fecha de actualización: 17-06-2010

Redacción: Irene García

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.