Dormir durante a gravidez

Dormir durante a gravidez
Partillhar

Conselhos para melhorar o sono e o descanso: a gravidez afeta todas as funções do organismo, incluindo o sono. Em cada trimestre as alterações são distintas, já que as mudanças hormonais e físicas alteram de maneira diferente do corpo  de acordo com a etapa da gestação.

Os primeiros meses você terá muito sono, enquanto que nos  últimos, o tamanho da barriga e o nervosismo da reta final te impedirao de dormir de forma regular. Segundo uma pesquisa da Fundação Nacional do Sono dos Estados Unidos, 78% das mulheres tem mais transtornos do sono durante a gravidez que qualquer outra época da vida.

Os primeiros meses

No começo da gravidez o normal é que você sinta sono a qualquer hora do dia  por causa das mudanças hormonais – aumento da progesterona- que seu corpo está sofrendo.  Esta sonolência passa ao terceiro mês de gravidez. Embora às vezes possa parecer problemático, sobre tudo se você tem que trabalhar e não pode reprimir os bocejos, tente dentro do possível não lutar contra o sono. Durma  pelo menos 9 horas por noite e, sempre que possível, faça uma siesta de 20 minutos.

Se você trabalha perto de casa, tente escapar na hora do almoço para dormir um pouco. Mas nada de fazer uma siesta de várias horas. Dormir muito a tarde não é bom para o organismos e , provavelmente, você levantará mais cansada e não conseguirá dormir a noite.  Se não for possível dormir um pouco depois de comer, aproveite para dar um passeio, isso te despertará e te ajudará a realizar a digestão evitando a sonolência ao mesmo tempo que você faz um exercício físico, sempre muito saudável durante a gravidez.

No te puedes perder ...

Alguns conselhos para evitar que sofra um aborto

Alguns conselhos para evitar que sofra um aborto

Infelizmente existem ocasiões em que as mulheres sofrem um aborto espontâneo, acabando por perder o bebé antes de nascer. Às vezes é impossível evitar que isto aconteça, no entanto, há situações em que sim, levando a cabo uma série de hábitos saudáveis que ajudam no correcto desenvolvimento do feto. Conheça as causas e o que pode fazer para enfrentar um processo tão duro.

 

 

 

 

Além disso,  de maneira natural, você terá vontade de levar uma vida tranquila e não virar a noite em festas. Aproveite para descansar e deitar cedo, mesmo que seja fim de semana.  Isso não significa que você não possa aproveitar uma noite de festa, sem álcool, claro. Mas descanse o máximo que seu corpo te permita.

Algumas mulheres, no entanto, tem o sono agitado nos primeiros meses, normalmente por causa do nervosismo e a preocupação da espera. A ansiedade de não saber cuidadr do bebé ou de que lhe passe algo até pode pertubar o sono e causar  pesadelos. Este tipo de coisa é normal, não hesite em falar dos seus medos com seu parceiro e seguir os conselhos do seu médico para vencer a insônia.

 

Também as contínuas viagens ao banheiro durante a noite – causadas também pelo aumento da progesterona que tem um efeito inibidor nos músculos lisos- pode  perturbar seu sono e fazer com que demore mais a voltar a pegar no sono.

O início do segundo trimestre é uma período de calma em todos os aspectos. As náuseas e incômodos acabaram e logo você começará a sentir o seu bebé. Todos esses elementos contribuem para criar um ambiente de bem-estar e calma que te facilitará o sono e descanso. Você ainda pode dormir em qualquer posição, então aproveite a chegada do terceiro trismestre!

Os últimos meses

A partir do 5º ou 6º mês essas condições ideais começam a desaparecer. Cada vez ficará mais difícil de encontrar uma posição confortável para dormir, os movimento do bebé e as preocupações com o parto te tirarão o sono. Por isso, muitas vezes o final da gravidez é marcado pela insônia. Não dormir bem não afeta o bebé, já que ele tem seus próprios ritmos de sono e vigília, mas estar permanentemente cansada sim.

Além disso, nestes meses é frequente ter a síndrome das pernas inquietas, caimbras nas pernas quando se está deitada. Se você acordar com esses formigamentos, faça uma massagem nos músculos com a perna esticada e puxe os dedos para cima até que a dor vai embora. Se não resolver, pode ser que esses incômodos sejam por carência de certos nutriente, como o potásio ou vitamina B. Consulte seu médico para que ele aumente o consumo de ambos em sua dieta.

O mais difícil durante esses meses é encontrar uma posição confortável para você. Deitar de barriga para cima é praticamente impossível, você sentirá uma sensação de asfixia e desconforto, já que o bebé esmaga as costelas e os pulmões. Enquanto isso, o útero exerce pressão sobre os vasos sanguíneos e da bexiga , dificultando a circulação do sangue e torna a respiração mais difícil. Para evitar esses inconvenientes, deite sobre o lado esquerdo. A princípio pode ser que dormir assim seja mais desconfortável e não  consiga relaxar, mas o seu corpo se adaptará positivamente a esta nova posição e você descasará melhor.

Você também acordará muitas vezes por causa de pesadelos recorrentes que manifestam seus temores: que seu bebé seja muito pequeno, que a alimentação não seja adequada, que o bebé tenha problema mental de desenvolvimento, que você não esteja atraente para seu companheiro, etc. Esse tipo de sonho é normal e não há como evitá-los. Conte-os a seu companheiro e tenta ficar tranquila pensando que são o que são: sonhos.

E, além disso:

Outros problemas da gravidez contribuirão com a insônia e cansaço, tornando o ato de dormir muito difícil:

-dor nas costas

- congestão

-acidez

-hemorróidas

-náuseas

-gases

Porque dormir sobre o lado esquero?

Este conselho é explicado pela síndrome de hipotensão supina.  Esta síndrome é pouco comum e se produz quando uma mulher grávida permanece deitada sobre suas costas por um certo tempo. O peso de seu útero comprime a veia cava inferior. Esta é a veia que transporta o sangue desde as suas extremidades inferiores através do abdomén inferior de volta para o coração. Se está veia  se comprime, menos sangue retorna ao coração e o corpo reage como se tivesse perdido sangue. A reação é uma diminuição da pressão sanguínia da pressão e uma elevação  do ritmo cardíaco. A paciente se sentirá enjoada, suará e terá palpitações.

 

Esta síndrome só é perigosa se for ignorada e continuar nesta posição por muito tempo, podendo perder a consciência. Mas se a mulher percebe e muda de posição, não terá problema nenhum. Para previnir, não descanse nunca sobre as costas, é verdade que muitas mulheres sentem tanto desconforto desta posição que nem tentarão.

O lado esquerdo é melhor que o direito porque neste lado está o fígado, um orgão grande que oucupa a posição direita superior do seu abdomén. Assim, se você dormir sobre o lado esquerdo o útero permance mais longe da veia cava que se você deitar do lado direito.

De todas as formas, pelo menos nos últimos meses de gravidez, quando o volume do abdomén te impedirá de fazer movimentos, será normal que torque de posição enquanto durma. Não temn que ficar fisurada em dormir do lado esquerdo sempre, o mais importante é que você encontre uma posição confortável para dormir e não engordar muito, já que sobrepeso, que varia de mulher para mulher, é o mais prejudicial na hora de dormir adequadamente.

Conselhos

- Faça da hora de dormir uma prioridade

- Tome um banho com água morna antes de se deitar

- Reduza as situações de estresse. Fazer exercícios de relaxamento e respiração de ajudarão a deitar tranquila

- Faça siestas. Mesmo que no trabalho seja difícil, tente dormir a siesta depois de comer, mas nunca mais depois das 18 horas, já que dificultará dormir a noite.

- Use almofadas. Você pode colocar uma almofada entre as pernas, outra nas costas e no abdomen, e se você sofre de falta de air ou acidez, coloque almofadas para levantar a parte posterior do corpo.

- Crie um ambiente confortável, sem barulhos, sem distrações e com uma temperatura agradável.

- Tente levantar o menos possível durante a noite. Não beba muita água antes de dormir, o melhor seria não beber nada duas horas antes de dormir. Tente  jantar horas antes de ir se deitar, para evitar a acidez.

- Faça exercícios todos os dias. A menos que seu médico te proíba, realize algum exercício moderado, como caminhar 30 minutos por dia.

- Tome um copo de leite morno ou chá de tília antes de ir dormir

- Faça planos e horários para criar uma rotina

- Se não conseguir dormir, não precisa ficar na cama, porque quanto mais tarde, mais nervosa você ficará. Levante-se, leia um livro, escreva algo, qualquer atividade que te mantenha ocupada e te ajuda a pensar.

- Quando você for ao banheiro, não ascenda a luz principal, para que você não se desperte.

 

 

 

Fonte: Fundación Nacional del Sueño de Estados Unidos.

Redação: Irene García



Fecha de actualización: 09-03-2015

Redacción: Irene García

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×


×
×
×
*/?>