Cuide dos seus dentes e gengivas durante a gravidez!

Cuide dos seus dentes e gengivas durante a gravidez!
Partillhar

A gravidez é um momento no qual deve prestar especial atenção ao cuidado dos dentes e das gengivas. As alterações hormonais que o organismo da mulher experimenta durante a gravidez podem a gravidez podem aumentar o risco de que se chegue a desenvolver uma doença gengival.

Alterações hormonais e doença gengival

A gravidez provoca flutuações hormonais que aumentam o risco de doença gengival. As alterações dos níveis hormonais do organismo de uma grávida podem fazer com que as suas gengivas manifestem maior sensibilidade à nociva placa dental, que é uma capa pegajosa e incolor de bactérias que se forma continuamente sobre os dentes e uma das principais causas de doença gengival. Se não se elimina diariamente com uma escova de dentes e com limpeza entre os dentes, pode produzir gengivite (o primeiro estado da doença gengival).

Para além disso, se a grávida já apresenta alguns indícios de doença gengival, estes podem piorar durante a gravidez. Por isso, na gestação deve-se prestar ainda mais atenção à escovagem diária e à limpeza entre dentes.

Os sinais

Cerca de 70% das grávidas padecem de alguma forma de doença gengival. Estes são os sinais aos quais devem prestar atenção:

- Gengivas sensíveis, inchadas ou endurecidas.

- Gengivas que sangram ao escovar-se os dentes ou ao fazer a limpeza com o fio dental.

- Dificuldades na hora de eliminar o mau hálito ou o mau sabor da boca.

No te puedes perder ...

Fome e desejos saudáveis durante a gravidez

Fome e desejos saudáveis durante a gravidez

Sim, é possível!

A principal regra de alimentação durante a gravidez não é mais do que seguir uma dieta equilibrada. Isto significa que deve incluir no seu menu diário uma grande quantidade de frutas e verduras, hidratos de carbono, fibra, proteínas e muitos líquidos. No entanto, nem tudo é assim tão simples, especialmente com as hormonas prontas a fazer das suas ao menor descuido e com os comuns desejos de uma gravida que fazem com que nunca esteja na completa e perfeita pirâmide nutricional.

Se se detecta e trata nos seus primeiros estádios, a doença gengival pode controlar-se na maioria das vezes. Se há suspeitas de padecer deste problema deve ir imediatamente ao dentista para fazer uma limpeza e uma revisão.

As cáries dentais

Infelizmente, durante a gravidez também aumenta o risco de cáries dentais devido aos ácidos produzidos quando existem vómitos, bem como devido ao maior consumo de doces. Há que evitá-lo escovando os dentes e realizando uma correcta limpeza entre dentes.

Uma boa higiene dental

É conveniente escovar os dentes no mínimo duas vezes por dia, preferivelmente de manhã e antes de ir dormir. Para além disso, deve dedicar pelo menos dois minutos à escovagem para poder eliminar eficazmente a placa que se forma continuamente sobre os dentes.

Utilizar uma escova de dentes com filamentos suaves ou uma escova eléctrica de boa qualidade, com um desenho moderno, que seja segura e cómoda de usar. Muitas escovas eléctricas incorporam uma tecnologia avançada que permite eliminar a placa de uma maneira mais eficaz que as escovas de dentes manuais habituais.

- Utilizar uma pasta de dentes com flúor. Está demonstrado que o flúor previne a formação de cáries.

- Realizar limpezas com o fio dental diariamente. Utilizar fio dental ou outros produtos de limpeza entre dentes para eliminar a placa das zonas onde não chega a escova de dentes. Se não se usa fio dental, está a deixar-se de limpar cerca de 40% da superfície dental.

Fale com o dentista

Assim que souber que está grávida deve informar o seu dentista, porque submeter-se a uma radiografia durante a gravidez representa um risco. As mulheres que estejam a tentar ficar grávidas também devem recorrer ao dentista, de forma que este possa planificar as radiografias e outros tratamentos.

A dieta

O corpo de uma mulher grávida é a única fonte de alimentação do futuro bebé. O seu médico dar-lhe-á toda a informação sobre os alimentos que deve tomar durante a gravidez. No que diz respeito aos dentes, deve comer mais alimentos ricos em cálcio, que são especialmente indicados para o desenvolvimento dos ossos e dos dentes.

Os dentes do bebé

Quanto mais saudável for a dieta da mãe, mais probabilidades existirão de que os dentes do bebé e as gengivas sejam saudáveis. Há que ter em conta que o primeiro dente do bebé começará a desenvolver-se aos três meses de gravidez.

Quando nascer mesmo antes de nascer os primeiros dentes há que cuidar deles. Depois de dar-lhe de comer, utilize uma toalhita ou um bocado de gaze humedecida para limpar as gengivas: isto eliminará a placa que se formou. É aconselhável pedir ao pediatra a maneira de fazê-lo. Uma vez que saíram os dentes, há que escová-los depois de comer com uma escova de dentes com filamentos suaves.

Evitando futuros problemas

Como futura mãe, tudo o que a mulher faça pela sua saúde (dieta incluída) afectará o desenvolvimento dos dentes e das gengivas do bebé. À medida que o corpo da mãe vai alterando, será também importante prestar atenção à higiene bucal. Manter uma boa rotina de higiene bucal diária pode ajudar a evitar que apareçam ou que se desenvolvam eventuais problemas.

Não se esqueça que é uma etapa da vida na qual a mulher pode desfrutar das alterações naturais que o seu corpo experimenta. Nada melhor que acompanhar esta sensação, irradiando saúde e mantendo um sorriso brilhante.

Resumindo …

- Escove minuciosamente os dentes pelo menos duas vezes ao dia com uma escova dental de filamentos suaves e uma pasta de dentes com o flúor.

- Realize limpezas entre os dentes diariamente para eliminar a placa entre os dentes e debaixo da linha das gengivas.

- Siga uma dieta equilibrada, rica em cálcio, que aporte todos os nutrientes que você e o seu bebé precisarão.  

- Utilize sempre que possa uma escova da última geração.

- Visite regularmente o dentista para revisões periódicas.



Fecha de actualización: 21-05-2010

Redacción: Irene García

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×


×
×
×
*/?>