Ecografia em 3 dimensões

Ecografia em 3 dimensões
Partillhar

Esta nova técnica permite que os futuros pais saibam as características e observem as expressões faciais do teu bebé, como sorri ou chora, semanas antes do nascimento.

A ecografia tradicional

O recomendado é que numa gravidez normal se realizem três ecografias. A primeira no primeiro trimestre, entre as 8 e as 12 semanas. Serve fundamentalmente para conhecer se a gestação está correctamente situada no interior do útero; para avaliar se evoluciona de forma satisfatória e para datar com exactidão o tempo da gravidez. Assim consegue-se fazer um cálculo bastante aproximado da idade do embrião, o que pode ser de grande ajuda em fases posteriores da gravidez, quando nos enfrentamos com problemas como o parto prematuro, a gravidez prolongada ou a suspeita de um crescimento fetal retardado.

A segunda ecografia deve-se realizar por volta das 20 semanas. Neste momento, por um lado já é detectável uma parte importante das possíveis más formações que têm expressão ecográfica, e por outro, não se cumpriu o tempo no qual se pode optar por uma interrupção legal da gravidez, que é às 22 semanas. Por isso, é o melhor momento para detectar problemas que colocam em risco a saúde do futuro recém-nascido.

No te puedes perder ...

A 3ª semana de gravidez

A 3ª semana de gravidez

Apesar de não saber que está grávida, o teu bebé cumpre uma semana de vida e vai continuar a crescer e a desenvolver-se. O blastócito implanta-se no endometrio e forma a placenta, já o líquido amniótico começa a juntar-se formando um saco.

A terceira recomenda-se por volta das 34 semanas. Através dela procura-se descartar as possíveis más-formações que não têm possibilidade de diagnóstico prévio. Para além disso, avalia-se o tamanho do feto e estuda-se o liquido amniótico e a placenta. Do líquido amniótico podemos calcular a quantidade. Tanto o excesso como o defeito do líquido amniótico são alterações que podem ajudar-nos a detectar certas patologias, da placenta avalia-se fundamentalmente a sua situação e o seu grau de envelhecimento.

Objectivo das ecografias trimestrais

Ecografia primeiro trimestre

- Conhecer o número de embriões

- Detectar se se implantou correctamente o embrião

- Descartar qualquer patologia no útero e nos ovários

- Detectar a idade gestacional em função da última menstruação

Ecografia segundo trimestre

- Descartar possíveis malformações no feto

-determinar a localização da placenta

-avaliar a quantidade de líquido amniótico

-reconhecer se o feto cresce e se desenvolve adequadamente

Ecografia terceiro trimestre

- Conhecer a posição do feto e da placenta; bem como o seu grau de amadurecimento

-avaliar o tamanho do feto

-avaliar a quantidade de líquido amniótico

A ecografia em 3 dimensões

A ecografia em três ou, inclusivo, em quatro dimensões é, em linhas gerais, a ecografia tradicional em duas dimensões tomada com um número suficiente de imagens desde vários planos distintos da mesma estrutura. Assim, realizando um tratamento posterior destas imagens, obtém-se a ecografia em três dimensões. Quando o ecógrafo é capaz de proporcionar essas imagens em 3 dimensões em tempo real, ou seja, no mesmo momento em que estamos a realizar a ecografia, então falamos de ecografia em 4 dimensões.

A verdadeira novidade, à margem do vistoso resultado, é o excelente trabalho que se pode realizar depois da exploração, sem necessidade de que a paciente esteja presente. Estudando as imagens a partir de ângulos distintos, pode-se realizar uma análise mais detalhada.


 



Fecha de actualización: 26-09-2005

Redacción: Irene García

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×


×
×
×
*/?>