• Buscar
Publicidad

Em que semana aparecem as estrias?

Em que semana aparecem as estrias?

As estrias da gravidez aparecem geralmente a partir do segundo trimestre de gestação, quando a barriga começa a crescer rapidamente devido ao tamanho do bebé. No entanto, é possível evitá-las se cuida da sua pele desde o primeiro dia de gravidez.

Publicidade

Índice

 

O que são as estrias?

As estrias são pequenas marcas brancas ou avermelhadas que aparecem como resultado da quebra das fibras de colagénio da pele. Quando são esticadas de forma brusca e repentina, estas fibras quebram-se e criam uma cicatriz que é o que chamamos estrias.

São, portanto, mais frequentes na zona do abdómen, uma vez que é a área que mais aumenta nestes meses, embora também possam aparecer nas coxas, nos seios, na anca ou nas nádegas.

No início são rosadas ou castanhas, dependendo da cor da pele. Nesta fase, são mais fáceis de tratar. Quando ficam brancas é mais complicado retirá-las, pois a cor branca indica que o sangue deixou de circular através deles e já são uma cicatriz.

Embora todas as mulheres possam sofrer o aparecimento de estrias, algumas são mais suscetíveis que outras, tais como as que ganham peso rapidamente, têm uma gravidez múltipla, herança genética ou excesso de líquido amniótico (poli-hidrâmnio).

Além disso, estima-se que cerca da metade das mulheres grávidas fica com estrias durante a gravidez, pelo que tem 50% de hipóteses.

 

Podem ser evitadas as estrias na gravidez?

Só nas mulheres que têm estrias devido a causas genéticas é que são difíceis de prevenir, noutros casos, há coisas que se podem fazer para reduzir as hipóteses de que apareçam ou, pelo menos, para controlar a sua aparência tanto quanto possível:

1- Faça exercício frequentemente durante toda a gravidez.

2- Não engorde muito de repente. Se o seu peso antes da gravidez era normal, deve ganhar entre 10 e 12 quilos no total, mas divididos da seguinte forma: 2 quilos no primeiro trimestre, entre 4 e 7 no segundo trimestre e a mesma quantidade no terceiro trimestre (dependendo do que ganhou anteriormente). Os quilos devem ser adquiridos gradualmente e à medida que o feto cresce.

3- Hidrate bem a sua pele durante toda a gravidez para evitar que as fibras de colagénio se decomponham. A hidratação irá também aliviar a comichão causada pelas estrias. Recomenda-se a utilização de cremes com vitamina A, que ajudam a pele a suportar o esticamento.

4- Da mesma forma, deve hidratar-se bem no interior bebendo cerca de 2,5 litros de água por dia.

5- Use aloé vera. O aloé vera evita a secura e activa naturalmente o colagénio, fornecendo elasticidade à pele e portanto impedindo o aparecimento de estrias.

6- Siga uma dieta equilibrada, irá ajudá-la a manter a sua pele saudável, especialmente frutas e vegetais.

 

Remédios e tratamentos para as estrias

Antes de mais, é preciso ter em mente que a maioria das estrias que se obtêm durante a gravidez dificilmente serão visíveis entre 6 e 12 meses após o parto, porque a pigmentação torna-se muito mais leve e quase imperceptível, embora também dependa do tom de pele. O que é perceptível é a textura, que fica diferente do resto. No entanto, também é verdade que as estrias cor-de-rosa ou avermelhadas são muito mais fáceis de remover do que as brancas, pois são cicatrizes permanentes que já não recebem sangue, daí a sua cor, pelo que quanto mais cedo as remedie, melhor.

Quanto aos tratamentos, há uma grande variedade, embora seja sempre melhor consultar um dermatologista:

- Cremes anti-estrias. Os mais eficazes são os que contêm isotretinoína (Retina-A) ou ácido glicólico. No entanto, estes cremes não podem ser utilizados se estiver grávida de novo ou durante a amamentação.

- Rosa Mosqueta. Esta planta regenera, hidrata e nutre a pele, contribuindo para o crescimento celular, pelo que ajuda a prevenir e combater o aparecimento de estrias. Aplique com uma massagem suave nas áreas mais propensas 3 vezes por dia. Pode encontrá-lo em cremes e óleos.

- Manteiga de carité. É um hidratante natural que previne o envelhecimento e a quebra da pele. Recomenda-se a sua utilização desde as primeiras semanas de gravidez para prevenir, mas também ajuda a tratar as estrias que aparecem. Deve ser utilizado até três meses após o parto.

- Laser. O laser ajuda a produzir mais colagénio e assim recuperar a elasticidade da pele na área das estrias. Também pode alterar a pigmentação das estrias para que sejam menos perceptíveis.

- Peeling cirúrgico. Tal como o laser, na medicina é utilizado para aumentar a produção de colagénio na pele e melhorar a sua aparência. Consiste na aplicação de produtos químicos sobre a pele (ácido tricloroacético, ácido salicílico, ácido acelaico...) que eliminam as camadas superficiais da epiderme para que esta possa regenerar-se.


Elsevier: https://www.elsevier.es/es-revista-offarm-4-articulo-las-estrias-etiologia-clinica-tratamiento-15449

Fecha de actualización: 20-05-2021

Redacción: Irene García

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×