• Buscar
Publicidad

O que é herdado da mãe? E do pai?

O que é herdado da mãe? E do pai?

As nossas características, tanto físicas (cor dos olhos, pele, cabelo, altura...) como mentais (inteligência, personalidade...), são em grande parte determinadas pelos nossos genes, ou seja, pelos cromossomas que os nossos pais nos transmitem quando somos concebidos. Mas o que é herdado de cada um deles?

Publicidade

Índice

 

Vários estudos demonstraram que, em geral, herdamos mais traços do pai que da mãe. Embora o nosso ADN seja constituído por 50% dos genes da mãe e 50% dos genes do pai, a realidade é que os genes masculinos tendem a ser mais agressivos do que os femininos, pelo que se manifestam mais frequentemente e, portanto, tendemos a ser mais parecidos com os nossos pais. Por outras palavras, para 40% dos genes activos da mãe, estão activos 60% dos genes do pai. Isto não significa que, fisicamente, nos parecemos sempre mais com o pai, pois estamos a falar de todo o tipo de genes.

 

Genes que herdamos do pai

- O sexo: o sexo do bebé, masculino ou feminino, é determinado exclusivamente pelo pai, uma vez que todos os óvulos têm um X, ou seja, feminino, enquanto o esperma pode ter um cromossoma X ou Y, pelo que, dependendo do esperma que concebe o óvulo, terá um menino (XY) ou uma menina (XX). O cromossoma Y, por outro lado, tem menos genes do que o cromossoma X, pelo que os rapazes recebem a maioria das características que caracterizam a aparência da mãe e se parecem mais com eles, enquanto as raparigas recebem as mesmas de ambos os pais, pelo que podem parecer-se com ambos.

- Altura: o tamanho e a altura final é determinada mais pelos genes do pai que da mãe, por isso, se o pai for alto, é mais provável que os filhos sejam altos do que o contrário. No entanto, apenas 60-80% da altura é determinada pela genética; a alimentação, o estilo de vida e o afecto também são relevantes. Além disso, geralmente, os irmãos mais novos, são mais pequenos do que os irmãos grandes.

Se quiser saber a altura estimada do seu filho ou filha, utilize a nossa calculadora de altura, disponível na web. Outra opção é multiplicar a altura dos meninos aos 24 meses e das meninas aos 20 meses para descobrir, mais ou menos, a sua altura final.

- Dentes: tanto a forma como o tamanho ou a saúde dentária dependem sobretudo da herança genética do pai, visto que os seus genes predominam frequentemente nesta área. Portanto, se o pai levou ortodontia, há uma maior probabilidade de que a criança também tenha de levar.

- Doenças ou perturbações neurológicas: à medida que um homem envelhece, também o  faz o seu esperma, aumentando a possibilidade de transmitir ao seu filho ou filha genes mutantes que aumentam o risco de doença mental, autismo, hiperactividade, distúrbios de aprendizagem...

- Infertilidade: aquelos homens com problemas de fertilidade devido à má qualidade ou quantidade de esperma podem transmitir este problema aos seus filhos.

- Fazer uma U com a língua: embora seja apenas uma curiosidade, a verdade é que esta habilidade com a língua é herdada geneticamente do pai.

 

Genes que herdamos da mãe

- Inteligência: os genes responsáveis pela inteligência estão localizados no cromossoma X, pelo que os rapazes só recebem este gene da mãe, enquanto que as raparigas recebem este gene de ambos pais. Contudo, deve ser tido em conta que a inteligência de uma pessoa depende apenas 40% da herança genética; o resto depende da educação, alimentação, etc. Em geral, o quociente intelectual de uma criança não difere do da mãe em mais de 15 pontos. Em particular, as capacidades linguísticas, motoras, espaciais e emocionais são herdadas da mãe.

- Hemofilia: algumas doenças, tais como a doença do sangue conhecida como hemofilia, só são transmitidas de mãe para filho, mas as raparigas não a desenvolvem, enquanto que os rapazes sim. Isto é porque a mãe pode transmitir o gene da hemofilia à filha e ao filho, mas apenas os meninos a desenvolverá. Isto acontece porque o gene da hemofilia mutante está no cromossoma X, mas os meninos, tendo apenas cromossomas X, não tem forma de compensar este gene mutante, pelo que irão desenvolver a doença. Outra doença ligada ao cromossoma X é a distrofia muscular de Duchenne (fraqueza muscular progressiva).

 

Genes que dependem igualmente de ambos

- Peso: a propensão para a magreza ou a obesidade é herdada igualmente de ambos pais e aqui, mais uma vez, a alimentação e os hábitos transmitidos à criança, bem como a nutrição materna durante a gravidez, são de grande importância.

- A cor dos olhos: a cor dos olhos depende de todos os genes, tanto transmitidos pelo pai como pela mãe (e também daqueles que foram transmitidos pelos pais dos pais). O importante aqui são os genes dominantes e recessivos, uma vez que o fenótipo da cor castanha é dominante sobre o da cor azul ou verde, portanto há mais hipóteses de a criança ter olhos escuros se um ou ambos os pais também tiverem olhos escuros. Se ambos os pais tiverem olhos claros, transmitirão o gene ao seu filho, que também terá olhos deste cor.

- Covinhas: esta é uma característica dominante, portanto se um dos pais tiver covinhas, há uma boa hipótese de que a criança também tenha.

- A forma do cabelo: o cabelo liso ou encaracolado depende de ambos os pais, embora seja verdade que o encaracolado é uma característica dominante, por isso, se ambos os pais tiverem cabelo encaracolado, a criança também o terá. Se ambos os pais tiverem cabelo liso, a criança terá cabelo liso. E se cada um deles o tiver de uma maneira, a criança terá o cabelo ondulado. No que diz respeito à cor, os tons escuros predominam também sobre os louros ou ruivos.

- Cor da pele: o tom de pele escura também é dominante, portanto, se um dos pais tiver pele escura, há mais probabilidades de as crianças também a terem mais escura do que clara.

- Carácter e modo de ser: a personalidade de uma pessoa é apenas 40% determinada pelos seus genes, que recebe igualmente de ambos os pais. O resto é determinado pela sua educação, as suas experiências, o seu desenvolvimento, etc.

- A forma de dormir: a posição para dormir não é casual, é também herdada dos pais.


Glosario

Hiperactividade

Definição:

Transtorno de conducta que perturba o comportamento da criança interferindo nas suas relações pessoais. A crianças não é capaz de estar quieta e tranquila durante muito tempo nem de prestar atenção a nada.

Sintomas:

Falta de atenção, desinteresse, distracção perante qualquer estímulo, inquietude, contínuo movimento, constume de interromper...

Tratamento:

Tratamento psicológico.

Revista Muy Interesante

Conselho de Investigacão Médica e de Saúde Pública dos Estados Unidos

Fecha de actualización: 18-11-2020

Redacción: Irene García

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×