Placenta prévia

Placenta prévia
Partillhar

A placenta é o órgão que nutre e fornece proteção para o feto durante a gravidez. Chamamos de Placenta previa uma complicação que ocorre em alguns casos (1 em 200) na placenta cresce na zona inferior da matriz cobrindo parcialmente ou completamente, a abertura para o colo do útero

Porque ocorre?

Em qualquer gravidez o útero cresce e se estende a medida que o feto cresce. Durante este processo, a placenta se move e é muito comum no primeiro trimestre implantação seja baixa. Conforme a gravidez avança , a placenta sobe e nos últimos meses libera a abertura do colo do útero para se preparar para o parto.

Existem diferentes tipos de placenta prévia :

- Marginal : A placenta é contra o colo do útero , mas não o cobre.

- Parcial : A placenta cobre parte da abertura do colo do útero.

- Completo : a abertura do útero é coberto na sua totalidade.

Algumas mulheres são mais propensas que outras a sofrer com este problema . Isso acontece porque o útero se desenvolveu de forma anormal, muitas gestações anteriores, gestações múltiplas ou má cicatrizações da parede do útero causada por abortos ou cesáreas anteriores.

As mulheres que tomam cocaína, fumam  e que são mães com 35 anos ou mais também são um grupo de risco .

Sintomas

O sintoma principal é uma hemorragia vaginal vermelha brilhante , indolor , normalmente visto no final do segundo trimestre ou mesmo durante o terceiro . Em alguns casos , esta hemorragia pode tornar-se hemorragia grave , algumas vezes acontecem dias mais tarde . Se deve suspeitar em todos os casos em que as hemorragias aconteça na semana 24 de gravidez.

No te puedes perder ...

Agressividade infantil, o que fazer com o meu filho?

Agressividade infantil, o que fazer com o meu filho?

Todas as crianças podem ter, a partir do primeiro ano de idade, momentos ou ataques de agressividade que juntamente com os impulsos contrários, ou seja, de carinho e amor, são a primeira bagagem emocional que trazem ao nascer. São reacções adaptativas e inclusive necessárias para a sobrevivência e para o desenvolvimento normal  e devem ser "vividas" pela própria criança. O problema surge quando essa agressividade se mantém no tempo, converte-se na forma habitual de resolver os seus conflitos, de chamar à atenção ou de conseguir o que quer.

Cólica úterina pode acontecer. É fundamental ficar alerta porque o trabalho de parto pode começar dias depois de começar essa hemorragia.

Como detectar?

É mais fácil de detectar antes da ocorrência do primeiro sangramento . Com um ultra-som simples, o médico pode detectar o que está acontecendo . A abordagem transvaginal será muito mais eficaz do que transabdominal para identificar placenta prévia.

Usando um espéculo outras possíveis causas de sangramento uterino é removido como poderia ser: varizes vaginais, ectopias cervicais ou tumores do colo do útero , entre outros.

Em caso de padecer de placenta prévio, submeter a mãe e o feto a controles exaustivos evitará muitos outros perigos.

Há o risco de que, uma vez que tenha acontecido a hemorragia, que o bebé nasça de forma prematura sem  o total desenvolvimento dos orgãos vitais. As complicações maiores são evitadas dando entrada da gestante no hospital e agendando uma cesárea.

Quais tipos de tratamentos existem?

É preciso considerar diversos tipos de fatores na hora de especificar um tratamento:

- Quantidade de sangramento .

- O grau de desenvolvimento do feto .

- Tipo de  placenta previa: marginal , parcial , completa.

- Posição feto.

-  O número de partos anteriores

- Se você está em trabalho de parto

Às vezes, a placenta prévia desaparece antes do parto, afastando da abertura do útero.

Se a placenta está perto ou cobre parcialmente o útero...

O médico irá recomendar que você diminua as atividades cotidianas e fique de repouso total na cama até a data do parto. A pelvis deve descansar, não se pode ter relações sexuais e não se deve colocar nada na vagina.

Se a placenta cobre completamente a abertura ...

O sangramento provoca que a mulher seja submetida a transfusões de sangue. Além disso, em ocasiões, pode ser administrado medicamentos para previnir o parto prematuro e ajudar que a gravidez avance até a a semana 36.

O mais provável é que as mulheres com placenta prévia precisam fazer uma cesáriana para da a luz ao bebé.

Se o sangramento é excessivamente abundante, o colo do útero é completamente coberto e não há risco de morte , cesariana de emergência devem ser rápidos e iminente.

Atualmente nenhuma droga é benéfica e eficaz no tratamento deste problema. Geralmente indicam a administração de corticoides para ajudar no desenvolvimento pulmonar do bebé. As mães deverão tomar doses extras de ferro ( para evitar anemias) e aácido fólico (proteínas estruturais formados e hemoglobina).

Complicações e riscos potenciais:

- Sangramento grave .

- Choque .

- Death ( 2 ou 3 % dos casos) .

Há Também um risco de infecções , coágulos de sangue e necessidade de transfusões de sangue.

A principal causa de morte nestes casos é devido à prematuridade do bebê . O pequeno pode perder sangue, se a placenta se separa da parede uterina durante o parto ou e se o útero é aberto durante uma cesariana.

 

 

 

 Redação: Almudena Villoslada



Fecha de actualización: 06-05-2015

Redacción: Irene García

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×


×
×
×
*/?>