Porque fazer Yoga durante a gravidez?

Porque fazer Yoga durante a gravidez?
Partillhar

Praticar yoga durante a gravidez pode ser uma preparação muito útil para o parto , graças à diferentes técnicas específicas podem ajudar na respiração e  nas contrações durante o parto. Além disso, o Yoga oferece uma oportunidade de ter consciência do bebé e as mudanças que a gravidez produz no seu corpo.

A gravidez é um processo especial que geralmente dura 40 semanas , tendo como referência o primeiro dia de sua  última mesntruação; embora cada bebé, se a gravidez prossegue sem complicações , sabe exatamente quando a nascer . Há muitas mudanças ocorrendo dentro de você , tanto fisiológicas e anatômicas , e emocionais. É o momento de sua vida quando você se torna mais intuitiva, mais instintiva na transição para a maternidade.

Praticar yoga durante esta fase especial, ajuda a ser mais conscientes destas mudanças , a sentí-las , compreendê-las e vivê-las corretamente. Os asanas (posturas) modificados para cada período de gravidez faz você se conectar com seu corpo. É uma inestimável ajuda a liberar a tensão física nos músculos e articulações , mas também para liberar as emoções e ajudá-lo a se sentir desinibido .

A hora do dia escolhido para a prática de yoga é um momento de pausa, um momento de conexão única entre você e seu bebê , sentindo seu corpo muda a cada dia . É , acima de tudo, uma oportunidade de estar plenamente consciente da sua respiração , sua respiração natural. Através dele, você se conectar com seu corpo, mas também com seu bebê , balançando ritmicamente a cada respiração. Uma  má postura , atitude corporal inadequada, estresse na parte superior de seu corpo , stress, preocupação, comprometem-se , certamente, o ritmo natural da respiração. Através da prática de yoga que você ajudar a restaurar sem forçar e sempre de uma forma suave , a postura correta para que o fluxo da respiração não é prejudicada. A coluna vertebral é o nosso eixo , com duas direções claramente definidos : para a terra da cintura para baixo , claramente influenciada pela gravidade, e uma mão mais leve e solta, a cintura , que se estende em direção ao céu .

No te puedes perder ...

Alguns conselhos para evitar que sofra um aborto

Alguns conselhos para evitar que sofra um aborto

Infelizmente existem ocasiões em que as mulheres sofrem um aborto espontâneo, acabando por perder o bebé antes de nascer. Às vezes é impossível evitar que isto aconteça, no entanto, há situações em que sim, levando a cabo uma série de hábitos saudáveis que ajudam no correcto desenvolvimento do feto. Conheça as causas e o que pode fazer para enfrentar um processo tão duro.

 

 

 

 

O crescimento de seu bebê dentro de seu corpo mostra claramente essas duas forças . Todo o seu corpo está se adaptando a essas mudanças e seu bebê é um parceiro ativo durante a gravidez. O som da sua voz , suas emoções , seus movimentos , seus pensamentos , interagir com ele e comunicação entre eles , qualquer que seja a sua situação e os sentimentos , é muito importante. O medo , a tristeza e as preocupações são também parte das emoções , e reconhecer e ensinar o bebê e colocar sua vida a partir de dentro , e que durante a gravidez você está profundamente ligado .

Além disso, a prática freqüente de ioga durante a gravidez ( melhor prática todos os dias 15 minutos uma vez por semana uma hora ) faz você ciente de seu corpo e prepara você para o dia do parto . Você aprende a reconhecer diferentes partes do seu corpo , bem como o seu assoalho pélvico , a porta que o bebê vai ter que passar por em seu caminho para fora, e como a tensão pode ser liberado se você está ciente de sua respiração . Seu corpo vai saber mais. Os diferentes movimentos realizados durante a gravidez com a sua prática de yoga, memória corporal irá fornecer para o dia jogada entrega toda a tua alma sabe instintivamente , sem ter que pensar . Ninguém pode nos ensinar a dar à luz , ninguém pode ensinar um bebê a nascer . É um processo completamente involuntário e espontâneo. É poderoso , bonito e absolutamente selvagem. Podemos, no entanto , optar por estar ciente de um processo tão surpreendente como a gravidez , o parto eo milagre do nascimento .

Primeiro Trimestre

Durante o primeiro trimestre não é recomendado começar nenhum atividade física nova. Seu corpo está funcionando intensamente para se adaptar ao desenvolvimento do embrião e da placenta. Este período é realizada a implantação, é produzido a difereciação do tecido fetal e o desenvolvimento neurológico. É um momento muito delicado, por isso você se sentirá mais cansada, sendo possível que tenha enjôos e náuseas. Agora, se você já praticava yoga nos meses anteriores a gravidez e se sente bem, não há motivo para parar de praticar.

Ter uma nova consciência de sua postura te ajudará que, à medida que o bebé vá crescendo dentro de você, seu corpo se adapte sem dificuldades a todos as mundaças que irão acontecendo. Além disso, uma boa postura é fundamental para que sua respiração seja a mais livre possível. Por outro lado, o mais importante é escutar os sinais que seu corpo envia. Se te sentes animada e com vontade, pode começar com uma sequencia leve, no seu tempo e no seu ritmo.  Na nona semana de gestação você estará com dois corações batendo dentro de você.

Segundo trimestre

Durante este trimestre os desconfortos como náuseas, vômitos e sensação de cansaço, provavelmente já tenham desaparecido. É um momento muito especial onde começará a notar os movimentos do bebé, onde as mudanças físicas no seu corpo começam a ser visíveis e provavelmente você se sinta com mais energia. Pode ir começar a fazer atividades mais elaboradas.

Uma boa postura durante a gravidez ajuda a evitar desconfortos como a ciática, comum de aparecer neste trsimestre. Os ligamentos redondos que ligam o útero para a pubis , começam a alongar conforme o útero cresce , produzindo frequentemente estirpes , os quais podem serem dolorosos , em ambos os lados do útero , a sua zona inferior e exterior .Algumas dessas atividades ajudam a aliviar a tensão dos ligamentos redondos.

À medida que o bebé cresce, o sistema digestivo começa a se deslocar lateralmente para os lados e para cima do corpo, e por isso podem começar a aparecer desconfortos intestinais como gases, que vão para outras partes do corpo por causa deste deslocamento. Com certas atividades ajudam a criar espaço interno que pode te ajudar a aliviar estes incômodos digestivos.

Durante a gravidez, o volume sanguíneo aumenta, chegando a uns 40% a un 50%, além do volume normal. Isso poderia dar a sensação de peso na spernas e aparição de varizes. Com a pratica da yoga, a circulação sanguínea seja estimulada e retorne de forma mais fluida.

Terceiro trimestre

Durante este período o movimento do bebé é mais frequente. Reage a diferentes estímulos e observarás que tende a se movimentar mais quando você está quieta e tranquila, pela noite. Dormir a noite toda começa a ser difícil. O peso do bebé sobre a bexiga aumenta a frequencia de ida ao banheiro. Deitar de barriga para baixo não é mais confortável. Sem saber o motivo, seu corpo tende a trocar de postura  a cada momento.  Isso contribui para que a  não seja interrompido ( por causa da compressão da veia cava inferior) a chegada de oxigênio para o bebé. Além disso o dia do parto está cada vez mais próximo. É possível que você sinta-se mais lenta, mais esquecida e mudanças muito freqüentes de humor e aparentemente sem motivo. Seu corpo se prepara para esta grande viagem que é o parto, e seu bebé para o nascimento. Através da yoga poderá estabelecer esta comunicação única consigo mesma e com seu bebé, aceitando os possíveis medos que tenha e confiando em que seu filho nascerá no dia que ele decida nascer.  Você é única e seu bebé também.

 

 

 

Para mais informações: www.city-yoga.com

Redação: Montse Cob, Formacion de Yoga Embarazadas y de Doulas de City-Yoga.

 

 

 

 



Fecha de actualización: 18-05-2015

Redacción: Irene García

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×


×
×
×
*/?>