A 1ª semana de gravidez

A 1ª semana de gravidez
Partillhar

Se tudo correr bem a partir daqui, esta poderá ser a sua última semana de espera. Boa sorte! Como a maioria das mulheres, provavelmente, será mais fértil na metade do seu ciclo menstrual, mais ou menos duas semanas depois de lhe ter vindo o período. A partir deste momento tem 3 ou 4 dias nos quais terá mais facilidades de conceber.

No te puedes perder ...

O teu segundo mês de gravidez

O teu segundo mês de gravidez

Na 5ª semana de gravidez as mudanças do seu copo continuam. As náuseas, mesmo que possam aparecer a qualquer momento da gestação, costumam surgir de forma triunfal a partir do segundo mês.  

Durante este tempo o óvulo maduro desce até a trompa de Falópio à espera que o esperma chegue. Para aumentar as possibilidades de ficar grávida, determine a duração do seu ciclo e aprenda como trabalha a temperatura basal do seu corpo e o muco cervical. Ambos podem ajudá-la a detectar o momento ideal para a concepção.

O fundamental desta primeira semana, desde que se começa a contar, é justamente isso: o momento em que se produz a gravidez, isto embora não saiba se está à espera de bebé até duas semanas depois e nem sequer se possa saber com exactidão a data em que se produziu a concepção. Dessa forma, toma-se como ponto de partida esta semana, porque é nela que mais probabilidades existem de se iniciar uma gestação.

Como altera a sua vida

Agora que tomaram a grande decisão de serem pais, uma enorme quantidade de sentimentos e pensamentos novos surgem na sua mente. As futuras mamãs deverão fazer uma lista das coisas que vão precisar e prepararem-se para as alterações que vão sofrer, para levarem uma gravidez o mais tranquila possível. No entanto, também os papás terão de aprender e ler sobre a gravidez e o parto, isto para estarem preparados perante qualquer acontecimento.



Fecha de actualización: 29-05-2007

Redacción: Irene García

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×


×
×
×
*/?>