• Buscar
Publicidad

Estou grávida e a barriga está dura, por quê?

Estou grávida e a barriga está dura, por quê?

Com o desenvolvimento do bebé e o crescimento do útero, a barriga começa ficar mais dura desde o início da gravidez. Nas semanas 7 e 8 de gestação é normal que a mulher perceba que o ventre está mais inchado e duro que antes de engravidar.

Publicidade

Índice

A partir da semana 20 de gestação é quando a mulher começa perceber que sua barriga fica mais dura. É um ato normal que acontece pela presença das construções de treinamento, conhecidas com o nome de Braxton Hicks. Essas contrações acontecem várias vezes durante o dia e geralmente não causam nenhuma dor, não todas as mulheres grávidas as percebem.

Ao contrário que muitas pessoas acham, as contrações não só acontecem no momento do parto se não que podem acontecer com diferente intensidade durante toda a gestação. Existem diferencia notáveis entre o primeiro e o terceiro trimestre.

Normalmente, é mais fácil observares a barriga dura pelas noites, que é quando a mulher está mais relaxada. Não é necessário fazer nada quando as contrações acontecem porque são normais e naturais é de esperar que aconteçam.

Contrações durante o primeiro semestre

As contrações do útero que fazem que tua barriga esteja dura são devidas a que teu útero nunca teve nada dentro dele e tenta expulsar o conteúdo.

Todas as entranhas do nosso corpo estão preparadas para expulsar o conteúdo, por exemplo: o coração expulsa sangue, a bexiga expulsa urina, o útero expulsa mestruação e quando estás grávida tenta expulsar o embrião. Devido à hormona progesterona, que é a carregada de que a gravidez prospere, o útero não consegue seu objetivo.

Na batalha ente o útero e o embrião, o qual não quer ser expulsado, se ganha o útero se produzem perdas de sangue e se não se age com rapidez o possível é o aborto natural.

Como se produzem as contrações?

Durante a gravidez, o feto cresce no interior do útero. Esse órgão é um músculo com forma de sacola que tem uma abertura estreita até a vagina, que como qualquer músculo é capaz de curtar suas fibras quando se contrair.

O útero está formado por células musculares lisas, quer dizer, células musculares que se contraem de forma involuntária sem que a mulher possa controlar. Essas células têm receptores específicos para hormonas, que aumenntam ou reduzem durante a gravidez, influindo assim na contração uterina.

Contrações no terceiro trimestre

Um dos motivos pelos que a barriga fica dura no fim da gravidez é por causa das contrações de Braxton- Hicks, as quais são irregulares na sua intensidade, sem ritmo, pouco frequentes e não causam dores, só incômodos. Demoram uns 30 segundos e o abdômen fica em tensão.

Com o avanço da gravidez essas contrações começam ser mais frequentes e dolorosas. Serás capaz de diferenciar essas contrações das contrações de parto porque são muito diferentes. As contrações de parto são muito regulares, acontecem cada dois ou três minutos e demorar uns 90 ou 120 segundos cada uma. Essas contrações sempre se percebem pela dor que causam.

Como identificar as contrações de Braxton Hicks?

Essas contrações podem começar desde o primeiro trimestre ou não aparecer até o terceiro. O normal é que as mulheres experimentem as contrações de Braxton Hicks no terceiro trimestre. Quando se produzem os músculos do útero se contraem aproximadamente entre 30 e 60 minutos, as vezes dois minutos.

Essas também são chamadas contrações de prática porque são uma preparação para as contrações de expulsão e o parto real. Essas te permitem praticar os exercícios de respiração que ensinam nas aulas de preparação ao parto.

 - São irregulares na sua intensidade.

- Não são frequentes.

- Não são previsíveis.

- Não têm ritmo.

- São mais incômodas do que dolorosas (existem mulheres que sim percebem as contrações de Braxton Hicks como dolorosas).

- Não aumentam em intensidade o frequência.

- Se reduzem até desaparecem por completo.

O que provoca as contrações de Braxton Hicks?

Alguns médicos pensam que surgem para tonificar o útero e que promovem o fluxo da sangue até a placenta. Não acredita que exista relação entre as contrações de Braxton Hicks e a dilatação da cerviz.

- Que a mãe ou o bebé sejam muito ativos.

- Que alguém toque a barriga da mãe.

- Que a bexiga esteja cheia.

- O sexo.

- A desidratação.

Como reduzir os sintomas das contrações de Braxton Hicks?

- Se percebes teu abdômen tenso, tenta te relaxar e deitar do lado, trocando de posição cada hora. Também pode ser útil caminhar.

- Toma um banho com água quente. Não é recomendável que o banho demore mais de 30 minutos.

- As contrações podem estar causadas pela desidratação, por isso é bom beber água.

- Bebé uma xícara de chá ou de leite.

Se nenhuma dessas recomendações da certo, deves falar com teu médico.

Quando é bom ires ao ginecologista?

- Se a barriga fica dura várias vezes durante o dia (com mais de duas contrações por hora).

- Se sentes muita dor quando tens a contração.

- Se estás no fim da gravidez.

- Se suspeitas que estás de parto.

-Se tens febre o perdas de sangue via vaginal.

- Se os movimentos do bebé se reduzem.

- No caso de que não te sentas bem é bom ires no médico ou para urgências onde te farão uma avaliação.


Huggins-Cooper, Lynn (2005), Maravillosamente embarazada, Madrid, Ed, Nowtilus.

Fecha de actualización: 03-09-2020

Redacción: Edgar Corona

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×