Seu segundo mês de gravidez

Seu segundo mês de gravidez
Partillhar

Na 5ª semana de gravidez as mudanças do corpo continuam. As náuseas, que podem aparecer em qualquer momento da gestação, geralmente começam a partir do segundo mês.

Você se surpreenderá ao ver que alguns de seus alimentos favoritos agora te enjoam só de pensar, mas tranquila, geralmente os desconfortáveis enjoos das manhãs desaparecem ao chegar no segundo trimestre. Até que isso aconteça, para tentar evitar-los o melhor é fracionar as refeições e  comer muita fibra ( pão, frutas, legumes) Além disso, esta fibra te ajudará a regular o intestino, beba dois litros de água e caminhe para evitar a prisão de ventre.

Se qualquer pequeno detalhe te enche de felicidade o, ao contrário, uma frase simples de seu parceiro te faz chorar...traquila! Esse é somente mais um dos sintomas do segundo mês e acontece na maioria das mulheres: hipersensibilidade e irracionalidade. Converse com seu parceiro (provavelmente seja ele que mais tenha que aguentar suas variações de humor) e tenta explicar-lhe que a culpa não é sua, são os hormônios e dentro de alguns meses, tudo voltará como sempre.

Ao finalizar este mês, o feto medirá uns 3 cm e pesará 3 gramas. Apesar de ser tão pequenino, a maioria de seus orgãos já estam praticamentes formados, a cabeça ainda é muito grande em proporção ao resto do corpo, o futuro bebé se move e podemos escutar os batidos do coração através de uma ultrasonografia.

No te puedes perder ...

Ultrasonografia: Recomenda-se que em uma gravidez normal se faça 3 ultrasonografia. A primeira no primeiro trimestre, enre as semanas 8 e 12. Serve basicamente para saber se a gestação está posicionada corretamente no interior do útero; para avaliar se evolui de forma satisfatória e para datar com exatidão o tempo de gravidez. Assim,  é possível fazer um cálculo bem aproximado da idade do embrião, o que pode ser de grande ajuda nas fases seguintes da gravidez.



Fecha de actualización: 30-03-2015

Redacción: Irene García

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×


×
×
×
*/?>