• Buscar
Publicidad

O que é a secura vaginal na gravidez?

O que é a secura vaginal na gravidez?

A secura vaginal é causada pelas mudanças hormonais repentinas que ocorrem na gravidez, por isso é bom saber porque é que isto acontece e como lidar com ela.

Publicidade

Índice

 

Alterações hormonais na gravidez

As famosas alterações hormonais que ocorrem no corpo de uma mulher grávida aparecem a partir do momento em que o ovo é fecundado, mas isto não é exclusivo das hormonas,  também inclui alterações físicas.

As hormonas na gravidez são geralmente vistas em intensa actividade, mas apenas algumas delas já lá estavam antes da concepção, enquanto outras aparecem especificamente durante a gravidez

Para lhe dar uma ideia das alterações hormonais que irá experimentar, é bom saber quais são as hormonas mais activas durante a gravidez.

1.- Gonadotrofina coriônica humana. Esta hormona, conhecida pela sua sigla HCG, é a principal hormona da gestação e começa a ser produzida desde o momento da concepção. É isto que se procura nos testes de gravidez, uma vez que se encontra tanto na urina como no sangue da futura mãe.

2.- Somatomamotropina coriônica. Esta hormona é responsável pela preparação das glândulas mamárias para produzir o leite com o qual irá alimentar o seu bebé.

3.- Estrogénio. Esta hormona é a famosa nas mulheres, por isso já está em si, mas aumenta os seus níveis na gravidez. É produzida nos ovários e assegura que o útero cresce e se adapta ao tamanho do feto.

4.- Progesterona. Esta hormona é responsável pela preparação do útero para receber o ovo fecundado, além de ajudar os seios a aumentar de tamanho e na produção de leite materno.

 

Secura vaginal

Como viu anteriormente, as alterações hormonais a que o seu corpo está sujeito são bastante grandes e num pequeno espaço de tempo, razão pela qual podem causar certos sintomas desconfortáveis, tais como secura vaginal.

Entre as mudanças que ocorrem na vagina durante a gravidez está a mudança nos tecidos da vagina, porque se tornam menos elásticos e causam a vagina a entrar num estado irregular durante esta fase, o que pode tornar as relações sexuais difíceis.

Os sintomas que pode sentir quando tem secura vaginal são:

  • Comichão
  • Hipersensibilidade
  • Dor durante as relações sexuais
  • Irritação

 

Como prevenir a secura vaginal?

Recomendamos que não utilize sabões que possam causar secura vaginal como efeito secundário, e que tenha também cuidado com a higiene desta área em geral.

Hoje em dia é possível encontrar alguns produtos que podem simular um ambiente normal na vagina, para evitar sentir os sintomas de secura vaginal, como a dor durante o sexo. Estes são géis hidratantes vaginais.

É uma boa ideia visitar o seu médico para que ele ou ela possa recomendar melhor o que pode fazer para evitar ser incomodada por este sintoma.

 

Que outras alterações pode notar nos seus órgãos genitais?

- A vulva torna-se mais pigmentada: os genitais de uma mulher grávida tornam-se roxos por causa das hormonas da gravidez. Isto é semelhante à cor dos mamilos, que também se tornam mais escuros. Quando se tem o bebé, estas alterações na pigmentação da pele desaparecem gradualmente.

- Mudanças no desejo sexual: uma verdadeira revolução está a ter lugar dentro do seu corpo. Mesmo antes de fazer um teste de gravidez e saber com certeza que está grávida, as hormonas começam a fazer com que se sinta sensível ao peito, inquieta, talvez com náuseas, cansada, etc.

Os elevados níveis de hormonas segregadas pela placenta têm todos estes efeitos negativos, mas podem ter efeitos positivos. Um destes efeitos positivos pode ser as alterações que se notam nos órgãos genitais, em particular o clitóris inflama-se, o que pode fazer com que se note um aumento do desejo sexual.

O congestionamento genital é o que torna o clítoris mais sensível, levando a uma maior satisfação. Há casos em que a secura vaginal não ocorre, pelo contrário, produz uma melhor lubrificação que acelera o prazer sexual.

A isto chama-se vascularização, e é tão perceptível que muitas mulheres chegam a acreditar que o clítoris cresceu em tamanho. O clítoris não fica maior, mas torna-se mais sensível devido ao aumento do fluxo sanguíneo.

- Hipersensibilidade nos seios: a sensibilidade do clítoris é acompanhada pela hipersensibilidade dos seios, que estão a ser preparados para o aleitamento. A consequência disto pode ser um aumento do desejo sexual e uma resposta sexual mais rápida. As relações também tendem a ser mais agradáveis.

 

É possível ter relações sexuais durante a gravidez?

É normal estar preocupada em ter relações sexuais durante a gravidez. Há coisas a considerar em cada fase da gravidez:

- Primeiro trimestre: a sexualidade é grandemente influenciada pela sua própria percepção da sua saúde. As primeiras semanas de gravidez podem ser difíceis devido a tonturas, cansaço, desconforto, etc. A tudo isto, pode-se acrescentar os receios de perder o bebé, as preocupações de saber se a gravidez vai prosseguir. Tudo isto influencia o desejo que terá de ter sexo e a sua satisfação sexual. É normal que o seu desejo sexual diminua nesta fase da gravidez.

- Segundo trimestre: é o melhor para as relações sexuais. É normalmente o momento de maior satisfação sexual. Isto porque normalmente os sintomas desconfortáveis da gravidez que existiam no primeiro trimestre desaparecem. Nesta fase está normalmente cheia de energia e a sua barriga não é muito volumosa. As mudanças nos órgãos sexuais devido às hormonas favorecem geralmente o desejo sexual e as relações íntimas.

- Terceiro trimestre: no terceiro trimestre, as relações sexuais dependerão da sua condição. Muitas vezes o sexo pode ser desconfortável por causa do volume do abdómen. Terá de encontrar uma posição que seja confortável para si. Algumas posturas, tais como as laterais, favorecem-no. É geralmente possível ter relações sexuais até ao fim da gravidez.

 

Quando é que as relações sexuais não são recomendadas?

Não é recomendado manter relações sexuais se há:

  • Ameaça de nascimento prematuro
  • Ameaça de aborto
  • Placenta prévia
  • Insuficiência cervical

Se não sabe se pode ou não ter relações sexuais, pergunte ao seu médico.


Glosario

Secura vaginal

Definição:

Depois da gravidez, os ajustes hormonais, para além de desequilibrarem o seu termostáto interior fazendo-a sentir frio ou calor, podem favorecer a secura vaginal já que a mucosa está irritada e necessita um tempo para voltar às suas funções. Este problema tem a sua importância na medida em que da sua recuperação depende também o retorno das relações sexuais e sem dor.

Sintomas:

Dor durante as relações sexuais.

Tratamento:

Para conservar a lubricação, o asseio íntimo deve fazer-se com produtos específicos, que não contenham sabonetes e sobretudo não utilizar antisépticos, pois destroem as defesas naturais, deixando a porta aberta às infecções como candidiase ou vaginose. Por isso é importante limpar-se bem.

Blott, Maggie (2015), Tu embarazo día a día, Barcelona, Ed. Planeta.

Fecha de actualización: 15-01-2021

Redacción: Genaro Aguilar

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×