Cerca de 87% das mulheres são mães ou querem vir a sê-lo

Cerca de 87% das mulheres são mães ou querem vir a sê-lo
Partillhar

Cerca de 87% das mulheres são mães ou querem vir a sê-lo (muitas delas depois dos 30 anos).

 

Estes são alguns dos dados de um estudo realizado recentemente em Espanha sobre as mulheres espanholas dos 18 aos 45 anos.

Como mostra o estudo, 77% das mães dedicam-se exclusivamente aos bebés, pelo que não é de estranhar que 92% delas afirmem ter adaptado os horários aos seus filhos.

Entre as actividades de lazer às quais muitas mães renunciam estão, em primeiro lugar, as saídas à noite, assistir a espectáculos, praticar as suas actividades favoritas, relacionarem-se com as suas amigas, etc. Estar com a família e ver televisão são as actividades que as mães praticam com mais assiduidade dado que as mesmas não requerem sair de casa.

No que diz respeito à relação do casal, para cerca de 67% das mulheres melhora de qualidade depois do nascimento do bebé. No entanto, 25% delas afirmam que a sexualidade e o tempo que dedicam ao seu cônjuge são afectados.

No te puedes perder ...

Alguns conselhos para diminuir as perturbações do sono durante a gravidez

Alguns conselhos para diminuir as perturbações do sono durante a gravidez

A gravidez afecta todas as funções do organismo, incluindo o sono. Em cada trimestre as alterações são distintas, já que as mudanças hormonais e físicas alteram de maneira diferente o corpo segundo a etapa da gestação. Nos primeiros meses terá muito sono, enquanto nos últimos o tamanho da sua barriga irá impedi-la de dormir de maneira regular. Segundo uma entrevista da Fundação Nacional do Sono dos Estados Unidos, cerca de 78% das mulheres têm mais transtornos do sono durante a gravidez que em qualquer outra época da sua vida.

Para além disso, a chegada de um filho também afecta positivamente a relação com os próprios pais, já que estes disponibilizam a sua própria experiência e o seu tempo. Para 72% das mulheres converterem-se em mães ajuda a ser uma melhor filha e para 57% a relação com os próprios pais tornou-se mais intensa e igualitária.


 



0 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
×


×
×
×
*/?>