• Buscar
Publicidad

Cuidado com o sol... Proteja a pele dos seus filhos!

Cuidado com o sol... Proteja a pele dos seus filhos!

Na maioria das culturas da antiguidade, o sol era considerado um deus. Sendo um astro indispensável para a vida, todos sabem que não só tem grandes benefícios como pode trazer sérios riscos associados, pelo que se devem tomar as precauções adequadas.

Publicidade

O sol melhora a circulação sanguínea e fomenta a formação de vitamina D, fundamental para o crescimento e desenvolvimento corporal, ao mesmo tempo que é imprescindível para absorver melhor o cálcio e fósforo. Também ajuda a prevenir o stress e parece que ajuda na produção das denominadas hormonas de felicidade ou do bem-estar. Para desfrutar de todos estes benefícios, é preciso tomar precauções, especialmente com as crianças.

A pele das crianças precisa de uma protecção especial. Ao ser muito mais fina e sensível, ainda não desenvolveu os mecanismos de protecção próprios da pele do adulto. Além disso, as crianças estão muito mais tempo dentro de água ou brincando ao sol, o que multiplica os efeitos da exposição solar na pele. No entanto, segundo um recente comunicado norte-americano, apenas 53% dos pais protegem a pele dos filhos com um creme solar adequado.

Desfrute do sol sem riscos

A pele dos bebés é especialmente sensível ao sol, pelo o que a sua protecção é fundamental. No primeiro ano, os pais devem evitar qualquer exposição directa ao sol e, inclusive, indirecta. Para maiores do um ano, as medidas de protecção são as seguintes:

Consultar o pediatra sobre o factor mais adequado segundo o fototipo da criança (mínimo factor 20).

Aplicar o creme solar em casa, uma meia antes de sair à rua, sobre a pele bem seca para facilitar a sua fixação, dando tempo para começar a actuar ao chegar à praia ou à piscina.

Evitar as exposições ao sol entre as 12 e as 16h solares. São as horas de maior perigo.

Utilizar camisas de algodão com manga comprida, bonés com viseira e óculos de sol com anti-UVA para protegê-lo dos raios solares.

Dar regularmente às crianças água e líquidos para evitar as temidas desidratações do verão.

Voltar a aplicar o creme de 2 em 2 horas, ou cada vez que saia da água.

Uma vez finalizado o dia de praia ou piscina, é preciso dar banho à criança para eliminar o sal ou cloro que podem danificar a sua pele e aplicar-lhe um creme hidratante ou after sun.

Proteja os seus filhos até em dias enevoados. Nestes dias, a sensação de calor é menor, mas as nuvens só retêm um  10% dos raios solares. Segundo um estudo sobre o cancro de pele, 60% dos inquiridos não usam protecção quando realizam actividades de lazer ao ar livre nem em dias enevoados.

A água, imprescindível no verão

Os bebés e as crianças têm uma necessidade de água muito superior à dos adultos, para substituir a quantidade que perdem diariamente.

65% dessa água perde-se por evaporação. Em casos extremos, como o aumento da temperatura ambiental própria da temporada estival, a perda aumenta um 10% por cada grau de temperatura corporal.  Por isso, dar-lhes água regularmente é fundamental para evitar as desidratações que produze o calor solar.  Sobretudo se a criança transpirou  por causa do sol ou do exercício físico.

Cremes para crianças

Com respeito ao creme solar, é importante utilizar o adequado para a sua idade. Os cremes de protecção para crianças são especialmente resistentes à água e fricção e, em geral, são compostos de filtros físicos muito mais inofensivos que os químicos e orgânicos.

Além do mais, devem ser evitadas as loções com álcool que possam causar irritações na delicada pele da criança, assim como as loções perfumadas que podem atrair os insectos.

Antes de utilizar o creme do ano passado, verifique a data de caducidade. Se estiver caducado, é provável que já não tenha o filtro solar adequado. Além disso, se o creme esteve exposto a altas temperaturas, também pode ter perdido as suas propriedades protectoras.

E lembre-se: os pediatras concordam na importância de incutir nos seus filhos hábitos seguros de exposição solar. Se virem que os pais se protegem do sol com medidas adequadas, será mais simples que o façam também.

Investigações recentes afirmam que ter padecido de queimaduras solares com bolhas antes dos 20 anos pode estar relacionado com o desenvolvimento posterior de cancro da pele..


Fecha de actualización: 24-06-2008

Redacción: Irene García

Publicidade

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×